This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, novembro 14, 2015

    Vale e Samarco dão bandeira





    LEONARDO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    VI: QUE HORAS ELA VOLTA? (dir & rot Anna Muylaert, Brasil, 2015)



    Já mencionei aqui que este filme é excelente?

    Imagens aéreas mostram mar de lama invadindo Rio Doce




    Imagens aéreas mostram mar de lama invadindo Rio Doce - Vídeo Dailymotion

    Acabou-se o que era Doce


    Prefeito de Baixo Guandu ameaça bloquear estrada de ferro da Vale

     

    "A  Samarco, ou seja, a Vale e a BHP precisam se mostrar mais interessadas em resolver esse problema. É o maior desastre ambiental da história do nosso rio, há elementos na água, já em Valadares, que está descendo o rio e vai nos encontrar e ir para o oceano. Elementos químicos como manganês, arsênio e alumínio, coisas que não são absorvidas pelo organismo humano estão nos rejeitos. Não se tinha um plano de contenção para esse tipo de desastre. Nós estamos assistindo tudo para tentar remediar”, declarou o prefeito."

    leia a reporrtagem de Viviane Machado e Manoela Albuquerque >> 
    G1 - Prefeito de Baixo Guandu ameaça bloquear estrada de ferro da Vale - notícias em Espírito Santo

    sexta-feira, novembro 13, 2015

    Quando VALE a vida?


    Vídeo satiriza atuação da Samarco e cobra a responsabilidade da empresa e da Vale (acionista da Samarco) na tragédia em Mariana (MG).



    https://www.facebook.com/brasildefato/videos/989855701062394/

    Vídeo: Ramon Szermeta

    Alkmim embaralha as escolas



    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges
    Marcadores: ,

    Marcadores: ,

    quinta-feira, novembro 12, 2015

    pela cochlea: CIDA MOREYRA SHE'S LEAVING HOME (Lennon - McCartney)

    Os ‘McRefugiados’ de Hong Kong


     

    "A morte de uma mulher que dormia em um McDonald´s em Hong Kong em outubro chamou a atenção para as pessoas sem lar que passam a noite nos estabelecimentos de comida rápida que permanecem abertos 24 horas por dia. O corpo da mulher sem vida esteve durante várias horas sobre a mesa sem que os clientes notassem que estava morta."
    veja a galeria

    Os ‘McRefugiados’ de Hong Kong | Atualidade | EL PAÍS Brasil

    PSDeBandada




    (Vitoria, ES)
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Vi: ME AND EARL AND THE DYING GIRL (dir Alfonso FGomes-Rejon, rot Jesse Andrews, EUA, 2015)


    Filme com mocinha morrendo de cancer? Mmmmm... eu fujo!
    Mas este é um filme charmoso e muito engraçado.
    Roteiro esperto, filmagens idem.
    Os filmes clássicos que a dupla de amigos recria são hilários.

    Grande Premio de Sundance 2015 tanto do júri quanto do público.

    O que está acontecendo em Minas Gerais


    Via Waldemar Falcão:

    De um morador de Governador Valadares:

    "Infelizmente, o BRASIL ainda não sabe o que está acontecendo aqui em Minas Gerais. Os veiculos de 'desinformação' continuam omitindo fatos e numeros importante para amenizar a tragédia. Sugiro que aqueles que tem amigos virtuais em outras cidades, estados e paises, informem melhor e alertem o Brasil de que são centenas de milhares de pessoas afetadas pelo fato. Toda a economia dos municipios está comprometida. As escolas suspenderam as aulas, a agricultura está comprometida, porque não tem chuva, o comercio já quase parou, pois não tem água, nem para os banheiros; bares e restaurantes estão adotando material descartável para servirem, mas não existem panelas descartáveis e essas precisam ser lavadas. A contrução civil também foi afetada; não há água para o banho das pessoas. Hospitais e asilos, presidios e serviços essenciais estão sendo abastecidos por caminhões pipa, que precisam ir a outros municipios para se abastecerem de água, o que está onerando os cofres públicos com o alto consumo de combustível – isso quando conseguem passar pelas estradas bloqueadas pela manifestação de caminhoneiros. 

    O Rio Doce, um dos MAIORES DO BRASIL, está morto! As populações, desde Mariana-MG até Linhares-ES (e depois no Oceano Atlântico) estão sofrendo as consequências do que talvez seja a maior tragédia ambiental, ecológica, econômica, hídrica, já ocorrida no pais. E as consequencias serão sentidas por muitos décadas. Somente em Governador Valadares são 260 mil pessoas afetadas. Alguém ja imaginou uma cidade de 260mil pessoas totalmente sem água? E o pior: a água está correndo no Rio Doce, mas completamente envenenda por arsênico, mercúrio e outros metais.

    Todos – eu disse todos – os peixes morreram envenendos e já se pode sentir o 'cheiro' a kms de distância. Esse é o quadro que o BRASIL precisa saber. Divulguem para que outras tragédias possam ser evitadas. Talvez a próxima seja a dos lixões, ou das enormes pastagens que avançam derrubando as florestas, ou quem sabe, as imensas lavouras de soja??? Informem, manifestem a indignação pacífica, sem revolta ou violência. Chega de violência contra povo Brasileiro, menos ganância, é o que precisamos. Obrigado por me ler! É apenas o desabafo de um Valadarense, mineiro, brasileiro e ... ser humano."

    Eduardo Cunha, o nosso vilão do Batman | Eliane Brym

     

    Como Eduardo Cunha ainda diz, afirma, declara, alerta e ameaça nas manchetes dos jornais? Como o que é farsa pode ser apresentado como fato? O cotidiano do Brasil e dos brasileiros tornou-se uma experiência perversa. A de viver dia após dia uma abominação como se fosse normalidade. Essa vivência vai provocando uma sensação crescente de deslocamento e vertigem. Não se sabe o quanto isso custará para o país, objetivamente, e o quanto custará na expressão política da subjetividade. Mas custará. Porque já custa demasiado.

    É como se, em algum nível íntimo, ele se divertisse muito com a possibilidade de transformar a realidade numa negação coletiva. Para o perverso, o outro não conta como outro. O outro – nós – é apenas o suporte para a sua satisfação. Denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro, ele fala em nome de Jesus, registra uma frota de carros de luxo numa empresa com o nome Jesus.com, discursa para os eleitores evangélicos que Deus o colocou na presidência da Câmara. Cunha é o perverso que goza em nome de Jesus.

    Simplificando. É como se, todo dia, aquele que está colocado no lugar de autoridade afirmasse: o céu é vermelho com bolinhas verdes. E a imprensa reproduzisse: fulano afirma que o céu é vermelho com bolinhas verdes. Aí há outras autoridades dizendo que não, está provado que o céu é azul e não tem bolinhas. Mas, no dia seguinte, está lá a repetição: o céu é vermelho com bolinhas verdes. E as pessoas estão lá, debaixo do céu azul, mas assistindo ou lendo as notícias não como uma comédia ou uma sátira ou uma farsa, mas como se sério fosse. E sério é. Porque a autoridade continua sendo autoridade, apesar de afirmar que o céu é vermelho com bolinhas verdes. E as demais autoridades do campo da política, mesmo as que se apresentam em polos opostos, negociam com o cara do céu vermelho com as bolinhas verdes, como se esta fosse a normalidade institucional. É impossível não ir se sentindo esquisito e duvidando da própria sanidade num mundo como este.

    leia o artigo de ELIANE BRUM
    Eduardo Cunha, o nosso vilão do Batman | Opinião | EL PAÍS Brasil

    foto: Fernando Bezerra Jr 

    Tucanos abandonam o navio





    (Curitiba, PR)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Duo Moviola - Cio

    Espelho de mosaico
    Ela afasta o cabelo
    Pra se olhar

    Arrepio acende
    Unge unta uiva
    Única

    Unha no tapete
    Arranhando o carinho
    Que não há

    Corpo se aninhando
    Contraindo pro cio
    Transbordar

    Vermelho

    (  Kiko Dinucci​ - Douglas Germano​ )

    Contaminação do rio Doce ameaça vida marinha no Espírito Santo





    CIDADES . MARIANA , MG

Barragem de dejetos da empresa Samarco rompe e inundou de lama varios distritos de Mariana , interior de Minas Gerais . Estima-se que a lama invadiu mais de 60km . Ha mortos e desabrigados .
     

     "Assim como mercúrio, há também cromo, arsênio, e outras substâncias que são venenos poderosíssimos”

    "O rio passa por 230 municípios que dependem dele para subsistência e trabalho. Atividades como extração de ouro e outros minerais, materiais de construção, agropecuária e pesca, também podem ser prejudicadas. .

    "Moradores de Governador Valadares, na região do Rio Doce, já relatam que peixes estão pulando para a fora do rio, possivelmente sufocados pelos rejeitos.

    O mais grave é que a água de rejeitos vai atingir o Corredor Central da Mata Atlântica, uma área prioritária para a conservação de várias espécies e que engloba os estados da Bahia, Espírito Santo e uma pequena parte de Minas Gerais.

    Muitas espécies de peixinhos ornamentais, por exemplo, destes, de aquário, são advindas do rio Doce, que é habitado também por espécies de maior porte como o dourado e o surubim-do-rio-Doce, espécie tão específica no leito, que leva até o nome, e está em risco de extinção. Depois do desastre, possivelmente estará extinta.

    O “Baixo Rio Doce”, trecho mais alto do leito e também o menos estudado, é lar de no mínimo 70 espécies diferentes, sem contar as espécies que ainda não foram registradas, estudadas ou as espécies marinhas que também habitam o baixo curso do rio devido a localização do trecho nas proximidades da foz até a divisa de Minas Gerais e Espírito Santo. "

    Esse giro abriga o maior criadouro marinho do Oceano Atlântico, e por isso foi criada a reserva de Santa Cruz em 2010: para proteger as espécies que ali existem..

    “Esse criadouro vai receber essa carga de elementos químicos, que vão ser trazidos ano a ano pelas enchentes da época de chuva, e que vai estar contaminando o mar por tempo indeterminado. A cada ano, com a época de chuvas, uma carga deste material vai descer e vai chegar ao mar. E a situação só vai piorando por todos estes anos. Vão ser precisos de 100 a 150 anos para que a água comece a se limpar deste rejeito”.

    Segundo ele, o criadouro abriga espécies como tubarões, tartarugas marinhas, badejos, corais, e outros grandes peixes do oceano Atlântico. “Pra você ter uma ideia, no planeta inteiro, só existem 20 cordilheiras como esta, e o único banco de corais e algas calcárias comparáveis a esta no Espírito Santo, é a Costa dos Corais na Austrália”.

    “Já era. Não tem como salvar o que já está morto. Nem um mutirão de um milhão de pessoas conseguiria salvar alguma coisa neste momento. O que fizeram com esse rio, que está entre os 100 maiores do mundo, é um crime contra a humanidade. Ele agora é um rio morto que joga seus nutrientes e tudo o mais o que é carregado pelo rio e que não fica na margem, no mar", condena o especialista André  Ruschi.

     
    leia mais na reportagem de Juliana Baeta​ >> 

    Contaminação do rio Doce ameaça vida marinha no Espírito Santo | JORNAL O TEMPO

    foto: Lincoln Zarbietti

    Onda


    De Hauley Valim 
     

    Esta onda quebrou ontem na Boca do Rio Doce.
    Linda, verde e perfeita.
    Amanhã ela estará vermelha de ferro,
    intoxicada de mercúrio
    e pesada de chumbo


     

    Ninguém se chama Minas Gerais impunemente


    De Carlos Minc
    escrevendo no Plantar Paquetá

    Quando houve o segundo acidente da mineradora Pomba Cataguazes, em 2007, eu era Secretário do Ambiente do Rio de Janeiro. Vi o estrago produzido pela ruptura da bacia de rejeitos (a primeira foi em 2002), que contaminou os rios Pomba e Muriaé, mais Itaperuna e oito municípios. Nem indenizaram agricultores e pescadores. Tivemos várias reuniões com a Agência Nacional de Águas, o Ministério Público Federal, Marilene Ramos e secretários estaduais de Minas Gerais, cobrando transparência, prevenção e segurança. À época (há oito anos), eles nos disseram que iriam atuar, e que havia pelo menos 20 reservatórios de contenção sem auditoria, sem sistema de alarmes, alguns sem licença, vários sem aprovação municipal ou da Defesa Civil. Mas que havia forte pressão das Mineradoras, pois as revisões implicavam em custos. Além disso, em 2013, alerta da vulnerabilidade e risco da barragem Fundão, da mineradora Samarco, foi emitido pelo Instituto Pristino, a pedido do MP de Minas Gerais. E, mais uma vez, nada foi feito. Ninguém se chama Minas Gerais impunemente. É o estado campeão de Desmatamento da Mata Atlântica, segundo o INPE, exatamente por transformar mata nativa em carvão vegetal para as Siderúrgicas.

    Isto não é uma metáfora






    (São Paulo - SP)

     quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, novembro 11, 2015

    A carne do Cunha


    (Caratinga, MG)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores:charges

    pela cochlea: "Kiss Me, I'm Drunk" by Valley Lodge

    I'll love you until my dying days Or at least until my memory fades Imagine that we're lovers enthralled When I've gotcha pinned to the wall In the last bathroom stall 

     Baby I'm alive but I'm not awake 
    Baby I'm alive but I'm not okay

    O que era Doce se acabou


    Passei minha infância às margens do Rio Doce, andando de canoa, subindo e descendo o rio, atravessando de um lado a outro numa balsa puxada num cabo por geringonças enferrujadas.

    Cheias do rio com as chuvas de verão. Não dava pra passar. Às vezes o jeito era dormir, enrolar o tempo e esperar baixar. 

    Minha pre-adolescência foi em outro ponto do Rio Doce, mais raso, onde eu nadava, me atirando nas fortes correntezas e agarrando em pedras pra não ir embora. Andando de bicicleta na beirada das águas.

    O Doce não é mais o mesmo. Derrubaram a Mata Atlântica, acabaram com os índios, expulsaram colonos das terras...

    Um retrato na parede da memória. Mas como dói... acompanhando o lamaçal de dejetos descendo rio abaixo como uma devastidão apodrecendo águas e engulindo faunas, floras, gentes.

    E agora, José?


    Via Rosana Mont'Alverne

    "Com a chave na mão
    quer abrir a porta,
    não existe porta;
    quer morrer no mar,
    mas o mar secou;
    quer ir para Minas,
    Minas não há mais.
    José, e agora?"


    Carlos Drummond de Andrade



    Aécio se amarra num avião




    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Via iris : CARANCHO (Pablo Trapero, Argentina, 2010)



    Admiro os filmes de Trapelo, como Leonera, Família Rodante.
    Este é soturno, cenas noturnas, movimentos de câmera excelentes, muito close, muita câmera na mão, tem clima e tema interessante com a corrupção eos trambiques em esquemas de seguros. Boa interpretação de Martina Gusmán.
    Para mim porém não foi tão bom quanto os outros Traperos e talvez a questão seja o roteiro, a historia

    .

    #meuprimeiroassedio


    Duas historinhas brasileiras, tiradas do Facebook (dos comentários a post de Cora Ronai)

    Aqui individualizadas mas perfeitamente genéricas:
    Pode-se complementá-las com o ‪#‎meuprimeiroassedio‬
    porque não deixa de ser uma forma (outra) de assédio que sofremos

    "Há dez anos, tive uma fábrica que fazia envelope com revestimento de plástico-bolha. Como, no exterior, encontrava-se esse tipo de envelope em qualquer agência de correio, procuramos o correio nacional pra vendermos o material. A reunião em Brasília foi boa. Falamos sobre negociação de valores, necessidade de licitação, opção por papel reciclado e tudo. Botando os pés em São Paulo, recebemos uma ligação no celular, pedindo pra nos dirigirmos a um flat. Quando chegamos, fomos recebidos por uma pessoa que era "a voz" do mesmo diretor que nos recebeu em Brasília, pedindo uma bola de 20%. Deixamos claro que não iríamos contribuir com bandidagem e demos adeus aos sonhos de termos um correio avançado e decente dentro desse país. Essa é a realidade de muitas estatais e muitos empresários sabem disso, fugindo deles, como quem foge do diabo."

    "sabe o José Maria Marin ? então, em 1969 encomendaram ao meu pai um belo painel para ser colocado na Câmara dos Vereadores de SP. Era um bom dinheiro, salvaria bem uns três meses das nossas despesas. Pois meu pai teve que deixar 30% com o Marin, mais um quadro, senão simplesmente não receberia. Isso bem uns seis meses de enrolação depois da data em que ele deveria ter recebido. Nunca contei essa história porque era bem capaz de ser processada, corrupção não deixa provas, e na época eu tinha dez anos, mas lembro bem o desespero dos meus pais esperando aquele dinheiro que demorou e quando chegou era menos da metade do que deveria ser."

    o importante é PARECER


    De RICARDO COIMBRA

    Importante hoje em dia não é ser feminista ou respeitar de fato as mulheres, o importante é PARECER que se preocupa com isso. É um caso muito mais de imagem institucional do que de princípios, muito mais pra evitar boicote do que por convicção. Esse feminismo de publicidade e canal de TV pra ficar bem na fita é tipo institucional de mineradora sobre responsabilidade sócio-ambiental, né? Mas a galera não tá nem aí. Bora comemorar vitória idiota que no fim só dá força pra departamento de marketing de empresa pilantra. Porque, no fim, isso reforça o marketing da empresa pilantra, mas principalmente, reforça seu marketing pessoal de feminista com a galera das redes sociais.

    Os dez mandamentos chega ao auge





    (Vila Velha, ES)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Maria Bethânia - SALMO – (Rafael Rabelo & Paulo César Pinheiro)



    Diante da vida delirante
    Ai, de quem, vacilante
    Repousa e não ousa viver
    Deve passar toda existência
    Entre o medo e a ansiedade
    Não quero ter calmaria
    Eu quero ser tempestade
    Eu quero ser ventania
    Eu quero andar pela cidade
    Me embriagando de poesia
    Bebendo a claridade
    Da luz do dia

    Rejeitos de mineradora matam peixes do Rio Doce



     

    veja a galeria 
    Rejeitos de mineradora matam peixes do Rio Doce |: Rejeitos de mineradora matam peixes do Rio Doce

    Dois dias após desastre, Samarco instala aviso sonoro em local afetado


     Cidades -  Mariana - Minas Gerais
MG - BARRAGEM/MG/ROMPIMENTO - GERAL
Em dia de buscar a as vitimas Bombeiros encontro Potro vivo ao lado da mae morta.

Foto: Uarlen Valerio / O Tempo   20151110

    A falta de sirenes que alertassem a população do subdistrito de Bento Rodrigues, em Mariana, sobre o rompimento da barragem foi criticada por moradores

     
    Moradores pediram sirenes à Samarco, mas empresa negou


     leia mais
    Dois dias após desastre, Samarco instala aviso sonoro em local afetado | JORNAL O TEMPO

    terça-feira, novembro 10, 2015

    É a lama, é a lama





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    Via iris: BEASTS OF NO NATION (dir & rot Cary Fukunaga, EUA, 2015)

    Cary Fukunaga despontou para a indústria das imagens como diretor da primeira temporada de True Detective. Ficaram célebres seus planos-sequencia de tirar o folego. E a edição rápida, o trabalho com os atores, a criação de climas opressivos.

    Características que estao à toda força neste seu segundo longa. As pirotecnias estão a serviço de uma história forte, a saga de um menino-soldado. Duas dessas tomadas longuíssimas, com a câmera em movimento, vem quando o menino invade uma residência abastada e sai quebrando tudo; ou quando perambula através de trincheiras. A cena onde a mulambada rebelde ataca uma aldeia, com o comandante à frente invocando os espírtos, e o garoto alucinando, é sensacional.

    Elogios também para a edição de Pete Beaudreau e a trilha de Dan Romer.

    Polícia pode entrar em residências sem mandado, decide STF





    Em seu voto, Gilmar afirmou que a busca e apreensão domiciliar é claramente uma medida invasiva, mas de grande valia para a repressão à prática de crimes e para investigação criminal. O ministro admitiu que ocorrem abusos – tanto na tomada de decisão de entrada forçada quanto na execução da medida – e reconheceu que as comunidades em situação de vulnerabilidade social muitas vezes são vítimas de ingerências arbitrárias por parte de autoridades policiais.

    Por maioria, os ministros estabeleceram a tese de que as buscas sem mandado judicial são lícitas quando amparadas em fundadas razões, devidamente justificadas a posteriori, desde que haja flagrante delito no local. Os abusos deverão ser verificados nas audiências de custódia, sob punição disciplinar, civil ou penal dos agentes policiais.


    leia mais
    Polícia pode entrar em residências sem mandado, decide STF

    Brasil pode ser o primeiro País a liberar semente Terminator

     sementes

    "O fato de estas sementes terem passado por modificações genéticas para serem estéreis traz preocupação quanto às consequências de uma introdução no ecossistema. Em um cenário ruim, o gene Terminator poderia se espalhar de forma imprevisível pelo Brasil, ameaçando inclusive biomas como o da Amazônia.

    Se a esterilidade das plantas se generalizar, haverá ainda consequências econômicas para os agricultores brasileiros, particularmente os pequenos. No momento, os produtores guardam sementes de quase dois-terços dos seus cultivos para plantar no ano seguinte, reduzindo consideravelmente os seus custos.

    Com o uso de sementes estéreis, há a obrigação de se comprar novas sementes todo ano.

    Citando o exemplo do milho, Teixeira calcula que os agricultores brasileiros teriam que pagar R$ 1,17 bilhões por ano na compra de novas sementes, comparado ao desembolso atual de R$ 162 milhões.

    Quem ganha com esse extra é o mercado de sementes, hoje dominado por multinacionais. "


    leia a reportagem de Sue Branford>>
    Brasil pode ser o primeiro País a liberar semente Terminator — CartaCapital:

    Abalo sísmico






    QUINHO 
    (Belo Horizonte, MG) 

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges 

    pela cochlea: Peter, Paul & Mary - The First Time Ever I Saw Your Face

    Pessoal surpreso por eu ter tirado do fundo de um baú bem fundo o trio Peter Paul & Mary, durante finados, com uma música alusiva à data (A-soalin Day).
    P P & M foram uns de meus primeiros professores de harmoniização vocal - eu adorava o trio quando criança.
    Até hoje me emociono quando cantam este clássico do Ewan MacCall

    I felt the earth move in my hand
    Like the trembling heart of a captive bird



    Comentário da Semana: O “erro” do Globo e a urgência de uma legislação sobre a mídia



    Reportagem n'O Globo

    "A informação era falsa, mas demorou 28 dias para ser corrigida. Em 8/11, o jornal publicou a retificação na primeira página de sua edição impressa. Uma pequena coluna, completamente desproporcional em relação à manchete que provocou o pedido de desculpas. No site, a correção saiu ao longo do dia e tampouco teve destaque. À noite, já havia desaparecido da home. E quem vai ao arquivo buscar a nota original não encontra retificação "

    "Porém, talvez o mais notável seja a absoluta ausência de justificativa para o erro: se a informação não constava do depoimento, como foi obtida?"

    "Seria, também, libertador para os próprios jornalistas, cujo silêncio diante desse caso pode sugerir uma errônea apatia: bastaria considerar o mal-estar que causa a contratação de um jornalista a peso de ouro quando tantos outros vêm perdendo seus empregos. Para piorar, esse medalhão estreia justamente com uma barriga – para dizer o mínimo – que seria fatal para qualquer profissional de status inferior. Por que os jornalistas não protestam?
    "

    leia mais no texto de Sylvia Moretzsohn​ >> 

    Comentário da Semana: O “erro” do Globo e a urgência de uma legislação sobre a mídia | Objethos: Sylvia Debossan Moretzsohn

    G1 - Igreja do século XVIII desaparece sob lama em distrito de Mariana


    Rompimento de barragens da Samarco causou danos graves a patrimônio.
    Promotor disse que dezenas de sítios históricos foram destruídos.


     Igrejinha de São Bento foi soterrada pela lama, diz Ministério Público (Foto: Google/Reprodução)

     leia mais>>
    G1 - Igreja do século XVIII desaparece sob lama em distrito de Mariana, diz MP - notícias em Minas Gerais

    segunda-feira, novembro 09, 2015

    A carne de Cunha


    (Fortaleza, CE)
     
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Via iris: CONDUCTA (Numa escola em Havana) dir Ernesto Daranas, Cuba , 2014)

    How Dogs Forge a Bond with Rio’s Homeless That Is Life-Saving for Both





    "This subject also enables us to better comprehend the universal human need for love, companionship and social integration; the destructively false nature of stereotypes we implicitly embrace about human beings who live on the street; and the special ability of dogs to penetrate, touch and fulfill the exact emotional and psychological realms whicht humans often protect most vigilantly.

    Birdie describes his experience this way: “If I lie there on the sidewalk, nobody talks to me. They even change their path to avoid me. … But if the dogs are playing, they’ll say: ‘oh, how cute.'” Even knowing that it is the dogs, and not him, that trigger the interaction doesn’t dilute the importance of being seen. This relationship with his dogs enables a critical human need: to be acknowledged by other humans."

    read the news story by Glenn Greenwald

    How Dogs Forge a Bond with Rio’s Homeless That Is Life-Saving for Both

    Eduardo Cunha, o rei do bolero


    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    A bomba atômica da fé


     Sem esse pecado da ambição política e econômica, os evangélicos poderiam desempenhar um papel importante na sociedade. Por exemplo, se usassem sua fé e suas leituras da Bíblia para apoiar os movimentos pela paz e contra as armas, os sentimentos de compaixão e misericórdia com os mais frágeis da sociedade, em vez dos conluios e das relações mafiosas com os ricos e poderosos.

    Poderiam se empenhar, mais que em acumular riquezas e poder, na luta contra as desigualdades sociais, duramente condenadas pelos profetas antigos que tanto estudam em seus templos.

    Se abandonassem suas ambições políticas para se dedicar a pregar a fé de Jesus (que nem casa tinha) seus pastores não precisariam cair na tentação de acumular residências e carros de luxo e até jatos privados, fruto muitas vezes ou da corrupção política ou do saque do dízimo dos fiéis mais humildes, hoje incrédulos e envergonhados com a riqueza acumulada e exibida por seus guias espirituais.

    leia o artigo de juan arias>>

    A bomba atômica da fé | Opinião | EL PAÍS Brasil

    domingo, novembro 08, 2015

    Minerio





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Ekundayo - Family Thang

    Morador que recorreu à Justiça para permanecer em sua casa em Manguinhos vive ao lado de escombro


     

    "Ao seu redor, um cenário insólito. Apenas uma casa de pé, a dele, no meio de uma pintura de guerra. Antes, a vista não chegava muito longe, mesmo do alto da laje. Hoje dá para ver até o teleférico do Complexo do Alemão. Pelo caminho ainda resta o entulho das mais de 450 casas demolidas pela Empresa de Obras Públicas (Emop) para obras do PAC no Complexo de Manguinhos. Caminhões de lixo despejam dejetos no local, conhecido como Beira Rio, na comunidade Parque João Goulart. Os ratos são combatidos com um exército de felinos. Seu Pedro tem 15, alimentados com três quilos de ração por semana."

    "Funcionários da Emop disseram a moradores do Parque João Goulart, comunidade que cresceu nos anos 50 entre o Rio Faria Timbó e a Leopoldo Bulhões, que as obras já estão concluídas. Não há mais pressão para os resistentes saírem de casa. Manter-se isolado, na beira de um rio que fede a esgoto e que alaga em dias de temporal na maré cheia (a última vez foi há dois anos), tem amarguras diversas. O casal convive com viciados em crack. Eles montam acampamento nos pilares do viaduto da linha férrea. Mês passado, um grupo começou a ocupar o terreno colado à casa. Aproveitaram um resto de teto que sobrou do vizinho de Pedro e improvisaram paredes de papelão, com porta e tudo. Pedro os expulsou no grito."

    leia a reportagem de Caio Barretto Briso
    fotos Daniel Marenco

    nfde.tk |

     

    PALAVRAS


    — Eu agarrei o policial pelo colete e disse que ele tinha matado meu filho. Ele respondeu falando: “assim como matei, posso te matar também. Eu matei filho de bandido”. Eu disse para ele (o policial) que podia me matar porque ele já tinha matado a outra metade. Me ajoelhei perto dele e ele colocou o fuzil na minha cabeça.

    - Terezinha de Jesus, mãe de Eduardo, 10 anos, morto por PM, 
    "em legítima defesa" segundo inquérito policial


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER