This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, setembro 30, 2006




    VASQS
    (São Paulo, SP)

    pela COCHLEA: Judy Collins - In My Life

    There are places I remember
    All my life, though some have changed...

    Comentários que acabam virando posts

    Ai como eu queria não pensar, e ser como alguns amigos meus que vão votar pq o Chico Buarque disse e ficam felizes pq fizeram o "certo"... Qual é o "certo" carapálida? Existe "um" certo? Uma verdade absoluta? Ou milhares delas pululando por aí? Aí eu fico puta com esse tipo de gente e não consigo respeitar... Fazer escolhas, errar ou acertar pela própria cabeça, assumindo esta responsa, isto eu respeito, mas delegar sua escolha ao outro? Putz!

    às vezes penso que seria mais fácil eu usar antolhos, ser alienada, seguir cartilhas e palavras de ordem... e, quiçá, ficar sentada num canto do quarto babando, rindo, chupando pirulito e achando q o marcos mion, a cicarelli e a MTV são foda...

    mas não... sou condenada a pensar, a ter dúvidas, a me arrepender, a votar, a escolher qual das merdas a menor, a respirar, a viver e a ficar flutuando entre esses escombros e essa merda cósmica! socorro!



    Refere-se a este post

    A-CABO


    HBO - Lackawanna Blues (George Wolf, EUA)- hoje 13:15 16:15
    HBO - Diários de Motocicleta (Walter Salles, BR) - hoje 15:00 18:00
    CinemaX - Warriors of Heaven and Earth (He Ping, China) - hoje 15:30 18:30
    Telecine Clássico - Les Quatre Cents Coups (Truffaut, França) - hoje 20:10
    Cinemax - Vida Cigana (Kusturica, Iugoslávia) - hoje 22:00 02:00
    Brasil - Narradores de Javé (Eliane Caffé, BR) - hoje 23:30
    Telecine Emoção - O Pianista (Polanski, Fç/Alem) - hoje 23:45
    Telecine Principal - Danny the Dog (Leterrier & Besson, Fç) - hoje 23:55 quarta 20:15
    Eurochannel - Porta do Paraíso (Veit Helmer, Alem) - hoje 00:30 madruga
    Eurochannel - A Besta Deve Morrer (Chabrol, Fç) - hoje 02:30 madruga


    Sábado recheadíssimo de filmes interessantes....
    ainda mais com essa chuva...

    sexta-feira, setembro 29, 2006



    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Terra dos Bravos


    Enquanto isso, o Império legalizou a tortura!!!

    Ainda o debate...


    Sublinhei aqui a extrema chatura que foi este debate com presidenciáveis na Globo.
    Mas o tom não se deve apenas aos próprios candidatos.
    Estes debates agora tornaram-se tão amarrados, com regras rígidas, confecionadas por imposições de assessores justamente para torná-las anódinas, que não se pode esperar mesmo boas apresentações.

    Essa história de candidato perguntar a candidato... cada um fala de si ao invés de perguntar, ou fazem dobradinhas levantando bolas para os parceirizados...
    O sorteio de temas pré-estabelecidos também é uma camisa de força. Onde geralmente os candidatos nem falam sobre o tema sorteado e sim ao que lhes convém.

    Teria que haver perguntas de jornalistas, profissionais do perguntar, e que fossem incisivos, tanto na pergunta quanto ao cobrar respostas.
    E mesmo perguntas de anônimos, no público.



    Globo & Lula: Tudo a Ver ?

    Versão interessante para a não-ida de Lula ao debate ontem foi publicada pelo Informe JB.
    Seria o trauma luliano com o debate de 89.
    Temia que este debate de agora também seria editado de maneira desfavoravel nos telejornais da Globo - como em 89 - prejudicando-o na reta final]
    Ao ser entrevistado na Record teria manifestado isso aos jornalistas da emissora.

    A-cabo


    Telecine Emoção - O Último Imperador - hoje 22:00 domingo 17:25


    Não vou ilustrar a dica de hoje para a programação da TV pois tenho dificuldades em subir imagens para o blogger. Mas a pedida é o luxuoso e lauto filme de Bertolucci - com a excelente trilha de Sakamoto.

    2 visões sobre o debate



    DÁLCIO MACHADO
    (Campínas, SP)



    ADEMIR PAIXÃO
    (Curitiba, PR)

    Debate na Globo


    Que debate insuportável!

    Eu sabia que a fugida de Lula esvaziaria o encontro, mas nem a sua ausência preencheu a lacuna da monotonia.
    (ou seja, até os ataques aos ausentes, dirigidas à cadeira vazia, fora pífios)

    Como Alkmin e Cristovam são chatos falando!
    E HH destrambelhando-se em palavras.

    Se essa campanha presidencial for representativa dos nossos tempos, estamos ferrados.
    Tres seres despreparados para o cargo.
    Vou ficar parecido com esses velhos que resmungam que não há mais grandes artistas disso e daqui.
    Será que não existem mais grandes políticos nesse país?

    E digo mais: como alguem que não consegue administrar seu próprio tempo (estourando todas as respostas) pode administrar uma Nação?

    SONHOS


    Lula pode não estar se saindo bem como Presidente mas é um bom jogador de futebol de botão.

    Sonhei que Ana jogava botão com o Lula, enquanto eu e Dona Marisa assistíamos.
    Lula ganhou de 2 x 1.
    Ele gosta de chutar de longe, ficando recuado, aproveitando a potencia dos petardos de seus botões beques.

    quinta-feira, setembro 28, 2006

    Quem decide a eleição são os numeros ou os eleitores?

    Continuo considerando que se dá uma importancia exagerada às pesquisas eleitorais nos processos eleitorais.

    Neste momento de reta final, por exemplo, discute-se e discute-se se são cinco ou seis pontos que separam Lula dos demais. Ninguem discute plataformas ou idéias ou a falta delas. Os candidatos pautam todas suas ações com base em indicativos numéricos. Os olhos de todos estão nos números e não nos eleitores. Cada resultado de pesquisa é aguardado como lance decisivo. Mais importante do que a realidade em si.

    São como os executivos de TV de olho nas oscilações de audiência ao invés do conteúdo.

    E a matemática eleitoral não é uma ciência exata.

    A propósito, leiam o que recorda Jorge Bastos Moreno do seu tempo de campanha com Ulysses.
    (tem que scrolar até o dia 26/9, não tem permalink)

    A-cabo


    Eurochannel - Il Bidone (A Trapaça) - hoje 22:00 amanhã 11:00 sab 16:30
    Globo - Debate com presidenciáveis - hoje 22:30

    Hoje os dois grandes rebus da atualidade estão presentes na televisão.
    Daniela Cicarelli - a da transa na praia - apresentará os Video Music Awards na MTV.
    E a fudelança em torno do dossier estará presente - mesmo que Lula não esteja - no debate com os candidatos à Presidência na Globo.

    Mas a minha escolha será entre os trapaceiros da política se pegando e cansando a nossa esperança
    ou os trapaceiros desesperançados e cansados de um outro tempo - a Itália de 1955 - no filme emocionantel de Fellini.




    Eurochannel - E il Casanova de Fellini - hoje 23:30 sab 15:00
    Eurochannel - La Busca por Tadzio - hoje 01:00 madruga amanhã 16:30
    Eurochannel - The magic of Fellini - hoje 01:30 madruga sab 18:00

    E quem cansar do debate ou optar pelo cinema pode continuar na Eurochannel vendo noite adentro estes documentários. O primeiro é do Fellini a respeito de suas filmagens do Casanova, o segundo de Visconti sobre o personagem andrógino e sensual de Morte em Veneza, e o terceiro de Carmen Piccini homenageando Fellini.

    terça-feira, setembro 26, 2006



    LAILSON
    (Recife, PE)

    I hate to see... the evening sun go down...



    nem só de cicarellis vive o youtube, é claro.
    arrepiante essa cena de filme com Bessie Smith enchendo a cara e soltando St. Louis Blues.


    Que voz!!!!





    AROEIRA
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Comentários que acabam virando posts

    Nao tem importancia [a demissão do churrasqueiro do Lula], parece que ninguem mais no planalto faz questão de churrasco não. A maioria dos politicos agora está de dieta. Todos aderiram à Dieta da Pizza. Mas parece que à toa, pois todos estão cada vez mais gordos.



    Refere-se a este post

    Quem vota no Lula

    Marcos Coimbra entende de números.
    Os números podem não ser reflexo exato da realidade,
    eu mesmo sou um descrente em pesquisas, eleitorais ou não.

    Mas é inegável que Coimbra entende de números.
    E com base nos números ele desmistifica - em análise para Carta Capital - cinco axiomas que se formaram a respeito de quem está votando em Lula nessa eleição.

    Não são apenas os pobres, nordestinos, manipulados, ou então os votos cínicos...

    Pela COCHLEA: Bob Dylan - Summer days and summer nights

    segunda-feira, setembro 25, 2006

    A luz é minha companhia










    SVEN NYKVIST
    (1922-2006)

    E quem é o Barrabas?

    Do Evangelho Segundo Santo Inácio:

    Ao contrário dos que dizem seus detratores,
    é inteiramente apropriado Lula comparar-se a Cristo no quesito traição.

    Cristo foi traído por Judas.
    Os teólogos aprofundados
    os leitores de Kavantzakis
    e agora também leigos, após o sucesso recente do Evangelho de Judas,
    sabem que o papel traiçoeiro do Iscariotes
    foi uma combinação entre traidor e traído.
    Cristo precisava que Judas o traisse para que seu plano sacrificial fosse à frente.

    Portanto a recente parábolo do messias petista é correta,
    exemplificando um caso de traição com pleno e total conhecimento - e assentimento - por parte do traído.

    A Dama na Lama

    Sabem, eu tenho pena da Dona Marisa...

    É verdade. Pensem nisso. Para ela beijar seu marido, precisa colar os lábios à boca que beijou a mão de Jáder Barbalho... que nojo!

    Por mais que Lula lave suas mãos, restará ainda o ranço de rãs, a inhaca de esgoto.
    E olha que o Lula é muito ligado no asseio manual.
    Tudo de ruim que acontece no seu governo, ele lava as mãos.

    domingo, setembro 24, 2006

    Potoca da Semana

    Escandalo são esses trocadilhos


    O caso Lorenzetti foi uma ducha de água fria na euforia de Lula

    Fonalidade do Secarrão


    Conheço uma pessoa chamada Thiago Fonseca
    profundamente interessado na música de raiz
    estive visitando ele hoje
    e me emprestou vários discos de artistas como
    Cátia de França, Antonio Nóbrega, Naná Vasconcellos
    me apresentou a Zabé da Loca e a Totonho & os Cabras...

    se quiser ouvir essas maravilhas passe lá na casa dele
    clicando aqui

    No cafofo


    Não procedem as noticias de que Osama Bin Laden teria morrido, causa mortis tifo e tal.

    O pessoal daqui sabem todos que Osama veio para o Brasil, casou com uma negona chamada Jurema e está vivendo muito bem lá no seu cafofo.

    Fuque-fuque & Top-top: os escandalos da semana




    KÁCIO
    (Brasilia, DF)





    TACHO
    (Novo Hamburgo, RS)





    RICO
    (Manhuaçu, MG)


    sábado, setembro 23, 2006

    Passou do ponto


    As pessoas não estão atentando para a grave crise institucional advinda desse escândalo todo!!

    Tem um aspecto aí que precisa ser discutido pela Nação!!

    Como vão ficar agora os churrascos do Lula?????

    Jornalistas da antiga


    FHC clamava por um Carlos Lacerda

    agora deve estar clamando por um Woodward & Bernstein

    Valdebaran, a estela que explodiu


    Muito se tem veiculado na imprensa a respeito destes personagens escusos - Valdebran, Gedimar, Freud, Lorenzetti e tal - que surgiram agora na novela.
    Várias características nada abonadoras tem sido levantadas a respeito deles.
    Mas nada para mim é tão estarrecedor quanto o detalhe que me foi há pouco revelado
    a respeito deste Valdebran Carlos Padilha da Silva:

    ele tem um jardim em sua mansão
    que é decorado com aquelas estatuazinhas de gnomos!
    E mais: um gesso de cogumelo em formato de chalé!

    Isso é imperdoável!
    Cadeia nele!




    Mais um capítulo do seriado "A Família Vendein"

    Por falar em teorias, Mino Pedrosa lança no QuidNovi o raciocínio de que foram os Vedoins que entregaram os petistas que, mãos metidos em cumbucas, aguardavam num hotel para encaminhar a bufunfa suspeita - passando nome, endereço de quarto de hotel e até os valores a serem encontrados.
    Leiam lá.

    Rola por aí também a informação de que o dossier em questão não era assim tão furado...
    Que as fotinhas inocentes do Serra eram apenas cortina de fumaça
    e que há realmente um listão contendo muito mais nomes e provas de sanguessuguisse, espalhando a merda por vários partidos.

    O próprio Gedimar agora anda dizendo coisas neste sentido,
    e que a compra do dossier seria, no fundo, não para tentar incriminar Serra,
    mas para pegarem antes (e acobertarem) os indícios contundentes ali contidos contra luminares petistas.

    Minha teoria da conspiração é a mais bacana


    É evidente que isso nao pode ser uma simples trapalhada.
    Não existem manipuladores políticos incompetentes e desastrados assim.

    Na verdade tudo isso é uma manobra dos políticos envolvidos no escândalo dos sanguessugas.
    Com o atual escândalo, além de desviar as atenções de suas próprias falcatruas,
    desacreditaram mais ainda a família Vedoin (mais conhecida como Vende=in)
    e agora as acusações dos Vedoin contra eles carecerão de credibilidade.

    Eu dossier se voce derssier


    Esses negócios de dossier não dão certo
    desde os tempos da pasta rosa do ACM...

    sexta-feira, setembro 22, 2006



    MARIANO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Essa Copa não Acaba!


    Sim, os acontecimentos da Copa do Mundo se arrastam e isso não tem fim...

    Pelos vitoriosos, está aí o Materazzi levando cabeçadas profissionalmente.
    Pelo menos cabeçadas virtuais, em diversos anúncios, faturando em cima.
    Vários produtos vão de encontro a seu peito.
    Daqui a pouco estará lá o Materazzi estrelando filmes pornôes, levando cabeçada no céu da boca.

    Pelo lado dos derrotados, ficamos aí remoendo, obrigados a rememorar fatos,
    como agora que finalmente se revela o peso de Adriano.
    Ele está - e estava durante a Copa - com 100 quilos, oito mais do que deveria estar.
    Oito quilos que o plantaram parado na área fazendo nada.

    Mais um dado somando-se ao quadro de desfaçatez de nossos craques.
    Que deveriam estar se preparando fisicamente para o compromisso máximo em suas carreiras
    (para os quais regiamente pagos)
    ao invés de estarem se dedicando aos compromissos consumistas e das carnes.


    Seus problemas não acabaram!


    Nao podia mesmo dar certo...

    Para arrecadar grana entre os caixas-dois de diversos candidatos - grana que seria usada na compra de um dossier contra Serra - o pessoal do PT de São Paulo organizou algo que chamaram de...
    Operação Tabajara!

    Melhor fariam se tivessem chamado Seu Creysson pra coordenar isso, ele tá fazendo uma campanha muito boa para o candidato seu filho, o Creysson Jr.



    CHICO CARUSO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    O cenário visto da ilha...


    Eu tava achando estranho...
    Eleição no Brasil morna, sem interesse? No país onde presidentes renunciam, são derrubados, dão tiro no peito, morrem de infecção antes de assumir o cargo? No pais do Cacareco e do Macaco Tião?

    Agora retornamos ao normal brasileiro, escandalos, dossies, acusações de lado a lado, sujeiras nos bastidores, de repente temos assunto, o debate-chuchu apimentado com os pepinos e abacaxis...

    A reação inicial das pessoas sensatas foi a de considerar o caso compra-de-dossier-contra-Serra uma armação para prejudicar Lula na reta final das eleições. Sensatas e escaldadas de tantas contra-articulações nas sombras densas e fétidas da política brasileira.
    A sensatez é artigo que se esvai, assim como esperança (e, parece, inteligência.)

    Não há limites, não ha poço com fundo nem tunel com luz ou fim.
    Não é possível que haja pessoas tão burras, tacanhas, deslumbradas ou desescrupalizadas, que cometem sandices como essa?
    A cada merda que surge boiando
    (merda no sentido do conteudo mas tambem da forma, o de fazer merda, fazer de maneira mal feita)
    duvidamos da realidade
    mas os horizontes dos roteiristas que escrevem o nosso dia a dia são infinitos.

    Aliás, parabens aos nossos escritores, não só pelas tramas do roteiro como pela imaginação na hora de batizar os personagens: Gedimar, Aldebaran, , Freud, são os Francelinos e Delúbios da hora.

    Mais para trapalhada do que para armação, mais para comédia do que thriller político. Mas nenhum desses filmes vale o preço do ingresso que estamos pagando....

    Discute-se no cerne da crise a participação direta ou não de Lula na tramas.
    Independente disto, consolidam-se as impressões passadas pelo acúmulo dessas situações: estarrece a corja com a qual Lula se cercou.

    Mais: essas coisas vicejam devido a um clima que Lula permitiu prosperar e que deve até ter incentivado.

    Mas o poder, sob um microscópio, exibe seres esdruxulos, os energúmenos e os ladrazes que o cercam. Qualquer poder. A vertente sindicalista que se encastelou no palácio petista convive com os idealistas que venderam seus ideais e enquanto isso a caravana e o tempo passam....

    quarta-feira, setembro 20, 2006



    VERDE
    (São Paulo, SP)

    segunda-feira, setembro 18, 2006

    Domingo


    Voltei do aeroporto num onibus desses frescões
    num trajeto tortuoso, abri os olhos e estava em São Cristóvão,
    beirei favelas, complexos de alemão, fui por dentro ao invés de via aterros,
    cenas passando na janela por hora e meia e era domingo sem transito,
    imaginei o tempo passado ali num dia de trabalho engarraado.

    O Centro da cidade num domingo à noite era ruas transversais desertas.
    Não havia gente naqueles trechos que usualmente estão um compacto de pessoas,
    a gritaria dos seres correndo, o movimento agitado dos centristas,
    seres que habitam o coração economico do Rio e que agora desapareceram.
    Volatizados?
    O Centro do Rio num domingo à noite parece os filmes onde caiu uma bomba fantástica ou outra hecatombe imaginária e morreu todo mundo.
    Ficam a cidade deserta, os prédios monumentos ao vazio, as calçadas de silêncio.

    O efeito pos-apocaliptico é realçado pela quantidade de papeis e detritos jogados pelas ruas.
    Aqui e ali, esparsos, moradores de rua (saindo de que tocas onde se ocultaram durante o dia?) agachados em círculos de sombras,
    em suas camas de papelão,
    alguns acendem fogueiras de caixotes
    para se ajuntarem em torno, espectros em cobertores ralos e farrapos.

    No filme passando na janela do frescão são os poucos sobeviventes neste Centrão de domingo à noite.

    Qu' estranho. Gostaria de vagar por essas ruas de silêncio e sombras mas temeria ser estilhaçado por vagas de mutantes humanóides famintos, o rebotalho do apocalipse social que explode pelo centro de nossos tempos.

    Segui no onibus para a glória, vendo prostitutas e travestis com bundas e peitos de fora na balaustrada de pedro nava.

    quarta-feira, setembro 13, 2006




    JAGUAR
    (Rio de Janeiro, RJ)


    Palavras


    O que têm na cabeça - além de lucro- empresários que estabelecem R$ 70 de consumação mínima e permitem a entrada de menores em suas boates?

    O que têm na cabeça garotos e garotas de 16, 17, 18, 19 anos a gente sabe. Por isso mesmo é um crime induzi-los a consumir R$ 70 em álcool durante três, quatro horas de farra. A molecada faz valer uma relação "custo-malefício", consome cada centavo de sua cartela e ainda o que sobrar nas dos colegas. Misturam cerveja, vodca e energéticos.

    Qual a diferença entre comerciantes que levam jovens a abusar de drogas legais e traficantes? Os primeiros pagam impostos, poderão justificar -mas não dá para garantir. As duas categorias só obedecem à lei da oferta e da procura. Pais podem fazer sua parte com educação e evitando patrocinar riscos aos seus filhos, mas regulamentação e fiscalização dessas "bocas-de-álcool" para jovens seriam muito bem-vindas. Mas interessa?

    - Sérgio Costa
    "Consumação Máxima"





    onze de setembro de 2001


    a história por trás da foto
    AQUI

    AQUI

    terça-feira, setembro 12, 2006

    Vistos na semana



    Via IRIS:

    Pleine Soleil (René Clement, bas. Patricia Highsmith, França, 1960)
    Lilo & Stich (DeBlois & Sanders, est. Disney, EUA, 2002)
    Zelig (Woody Allen, EUA, 1983)
    Lady & the Tramp (Geronimi & Jackson, est. Disney, EUA, 1955)
    Silent Hill (Christophe Gans, rot. Roger Avary, Canada, 2006)
    Seus Problemas Acabaram! (José Lavigne, rot e com Casseta & Planeta, Brasil, 2006)
    The Call of Cthulhu (Andrew Leman, EUA, 2005)
    The ballad of Jack and Rose (Rebecca Miller, EUA, 2005)
    Grizzly Man (Wener Herzog, EUA, 2005)
    Brick (Rian Johnson, EUA, 2005)
    Casa de Areia (Andrucha Waddington, Brasil, 2005)



    Minha visão de Silent Hill nao é a de um espectador isento pois já estive nessa cidadezinha abandonada à beira de um lago e lá eu vivi por várias semanas percorrendo suas ruas cobertas de neblina e seus prédios recheados de seres tortuosos como em quadros de Francis Bacon com facões pesados querendo retalhar a mim como se fosse um bacon.
    O filme se inspira num game e mais do que isso, é fiel reconstituição não só da atmosfera do jogo como de minúcias como angulos de visão e a maneira como se movimentam personagens nos games atuais.


    O universo de Lovecraft é outro onde vivo e visito constantemente. Por anos joguei os RPGs de Cthulhu. Mas a recriação da turma de Leman para esse conto específico de Lovecraft vai fascinar também os interessados por filmes mudos. O filme é atual mas feito como se o fora na época em que os textos foram escritos, ou seja, é um filme mudo com atuações, efeitos e filmagens como naquele tempo.
    (Baixei a obra na internet, não chegará aqui pelas vIas tradicionais)

    Já Brick talvez chegue aqui eventualmente em DVD, não sei, mas é um mash-up cinematográfico do genero noir com filmes de adolescentes em ginásios americanos com filmes de delinquentes juvenis (com um lingo e mores próprios). Interessante.
    Em Jack and Rose Daniel Day Lewis (excelente) é o remanescente de uma comunidade-paz-e-amor que cria a filha numa ilha isolada longe do mundo e Rebecca conduz a trama com muita sensibilidade.


    Na semana em que o homem dos jacarés levou ferroada mortal de um bicho, finalmente vi o novo filme do Herzog sobre o homem dos ursos, o naturalista maluco (literalmente) que curte viver na natureza como se os bichos fossem seus amiguinhos, e os desdobramentos emocionantes que ali advém. Timothy Treadwell filmava-se a si próprio constantemente e Herzog faz ótimo uso desse material. Timothyé um Klaus Kinski natural para as considerações herzoguianos sobre natureza, homens, e suas naturezas.

    O filme dos Cassetas... ao contrário das opiniões gerais, gostei do primeiro filme. Este é infinitamente mais bem produzido mas o roteiro referente de anos 70 do outro é melhor. Quer dizer, as piadas individuais do outro, pois havia um grande problema de roteiro ao ter as situações mal costuradas. A maior diferença para mim do primeiro para o segundo é a direção de quem entende de comédia do Lavigne (acostumado também com o grupo). Este agora não só estica para o cinema piadas de televisão como faz uso da vertente mais chula e simplória do humor C&P (peidos, cocô, e trocadilhos com cu). Deve fazer sucesso.

    Em termos de cinema nacional, melhor foi passear pelas dunas de Casa de Areia. O restante na semana também foram coisas revistas.



    Vistos na semana anterior

    segunda-feira, setembro 11, 2006




    AMORIM
    (Rio de Janeiro, RJ)


    Palavras - e Imagens


    Que direito tenho eu de invadir a sua casa, imortalizar a sua dor, e nunca mais vê-lo?

    Que direito tenho eu de ficar longo tempo observando-o, e registrar o exato momento em que você rouba o que a sociedade nunca lhe ofereceu?

    Que direito tenho eu de ouvir seus gritos e sentir que naquele exato momento você acaba de perder um pedaço de sua alma, e ao mesmo tempo a palavra pai deixa de existir?

    Que direito tenho eu de fotografar a sua humilhação, ver seus olhos vermelhos, e saber que o ser maior desejo é ter uma carteira assinada, um emprego digno?

    Que direito tenho eu de olhar para você, capturar sua alma, e perceber que sua vida não melhorou nada desde quando chegou com sua força de trabalho, para construir o meu país?

    Que direito tenho eu de ficar feliz quando acabo de saber que ganhei mais um prêmio fotográfico?

    O meu direito, a minha dor, a dor de um fotojornalistasocial nunca vai parar nas páginas de jornal. A dor fica com ele, entre negativos, CDs, discos rígidos fica no seu olhar, fica na sua alma. Ele a carrega para sempre nas suas mais íntimas células de seu corpo.

    O fotojornalistasocial vai além de seu salário, vai além da pauta do dia a dia, vai além, vai sempre além, tentando mostrar o que as pessoas já estão cansadas de olhar e não querem enxergar mais.

    O prazer do fotojornalista social é dar voz, é questionar, é mostrar, é despertar, é acordar o sentimento de humanidade que existe dentro de cada um de nós. É saber que através de seus olhos outros olhos enxergaram outras formas de ver a sociedade.


    - Domingos Peixoto




    foto de Domingos Peixoto


    sábado, setembro 09, 2006


    Pela COCHLEA: Beatles & Madonna - Ray of Rigby



    KACIO (Brasilia, DF)

    HH e seus agás

    O histrionismo estridente monocórdio de Heloísa Helena
    (Lula agora é gangster)
    passa a impressão de que toda a sua campanha
    é vingança pessoal de mulher traída
    um ajuste de contas por ter sido expulsa do PT.

    A volta da tia velha


    FH se comportando cada vez mais como a mulher que não se conforma por ter sido abandonada.

    A tal "carta de sete de setembro" é a inauguração da campanha FHC-2010,
    mais uma tacada em ssua ânsia de conseguir um novo casamento com o poder
    (e com a popularidade).

    A Lagoa transbordou de dor


    O Globo vem esticando ao máximo o assunto dos jovens que morreram em acidente de carro na Lagoa (Rio)
    diariamente no alto de sua primeira página, em seção de cartas e matérias internas.
    Mas parece que o impacto chocante está funcionando como alerta para algumas pessoas.

    Carros e bebida são duas das desgraças da nossa sociedade moderna.
    (Claro, não as palavras - ou os objetos definidos por elas - em si mas o uso que se faz dos mesmos)

    Qual é o sentido de se adquiir automóveis desenhados para andar em trilhas de lama e pedras
    para caminhar pelas ruas asfaltadas (e engarrafadas) de cidades
    (e se de atribuir um status adicional a este fato?)

    Qual é o sentido de se produzir máquinas cada vez mais possantes
    e ter alardeadas em propagandas
    e embutidas em noções de poder individual
    o fato de se poder correr a 180, 200, 240 km por hora
    quando o limite legal de nossas vias são geralmente o de 80 ou menos
    quando a possibilidade real de trafegar em segurança por caminhos curvos
    onde o asfalto é deteriorado e buracos abundam
    é de menos da metade dessa potência potencializada por impulsos velocistas de sensações grandiloquentes?

    sexta-feira, setembro 08, 2006



    Esqueci de comentar como tinha achado legal o cartaz que Adao fez para o Salao de Piracicaba deste ano...
    como diz o Allan, finalmente um cartaz de salao de humor realmente engraçado...



    mais adao

    quinta-feira, setembro 07, 2006




    MACHADO


    Nesta epoca de tanta roubalheira
    conheça as
    MAIORES ROUBADAS DA HISTORIA

    Sacudindo os esqueletos


    Essa eu vi no DRAWN

    Depois da idéia de Michael Paulus de desenhar como seria a estrutura óssea de alguns personagens de animação
    (numa biologia onde, segundo ele mesmo exemplifica, as órbitas oculares ocupam metade do crânio, ou pés possam ter 60% do tamanho total de um corpo, etc)



    o artista coreano Hyungkoo Lee criou esculturas em tres dimensões do que seria os esqueletos dessas celebridades
    que conhecemos por fora (e nas duas dimensões do traço).



    (este aí, por exemplo, quem é?)


    Os estudos de Michael Paulus

    A exposição de Hyungkoo Lee


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER