This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, dezembro 19, 2014

    G1 Retrospectiva 2014 - Memes e Virais



    Memes 2014


    G1 Retrospectiva 2014 - Memes e Virais

    Talebanshees





    (Recife, PE) 

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    quinta-feira, dezembro 18, 2014

    Via Iris: Boyhood (Richard Linklater, EUA, 2014)

    Comissão da Verdade: “Por 34 anos eu não soube se meu marido estava vivo ou morto”


     “Os militares diziam que a tortura não passa nunca. Eles tinham razão.”

     

    “No dia em que fui presa, levaram três dos meus quatro filhos. Vlademir [8 anos], Virgílio [7 anos] e Isa [quatro meses] foram encaminhados ao Juizado de Menores. O Gregório [2 anos] se salvou porque estava com uma das avós. Quando cheguei na prisão o Virgílio já havia sumido.”

    "Foi depois desse mês no Dops, quando foi transferida para o presídio Tiradentes, que Ilda teve uma pista do paradeiro das crianças. “Aproveitei uma menina que estava sendo solta, entreguei para ela o endereço da minha família e pedi para ela ir lá e ver se eles estavam bem. Ela foi, tirou uma fotografia e conseguiu me entregar no presídio”, relembra. Antes de se reunirem à família de Ilda, Vlademir, Virgílio e Isa ficaram em uma casa do Juizado. Os mais velhos contam que eram levados pelos funcionários do local para visitas em residências ricas e oferecidos para adoção. À noite, deitavam embaixo do berço onde a irmã dormia e se amarravam a ele, para evitar que a levassem. Estariam preparados para lutar, se fosse o caso. Ensinados pelo pai a não darem informações sobre a família, causaram desespero quando a irmã do militante finalmente descobriu onde as crianças estavam e foi buscá-las. Os meninos disseram que não a conheciam, que não sabiam quem ela era. Só depois de serem convencidos de que não causariam mal a ninguém, revelaram a verdade e concordaram em ir embora."


    mais na reportagem de Talita Bedinelli > 
    Comissão da Verdade: “Por 34 anos eu não soube se meu marido estava vivo ou morto” | Brasil | EL PAÍS Brasil Móvel:

    How Boyhood’s Saddest Moment Came Together



     


    "So much of this movie was personal, and I had this image in my head for all these years of what my mom looked like when I said good-bye and went to college. She was just sitting there at a table alone, smoking a cigarette and uncharacteristically quiet. I could tell that she was very emotional, but she didn't say that much. I'd had that image in my head during the 11 years of making this movie, but as we got closer to shooting it, I realized that I needed to flesh it out more with words. People say to me, "Did you have this scripted in advance?" and I say, "No, why would I do that?" We needed to live those 11 years first and experience them, not only in our lives, but let the characters live them, too."
    read more by Richard Linklater

    How Boyhood’s Saddest Moment Came Together -- Vulture

    pela cochlea: The Hollies - Bus Stop (Top Of The Pops - June 1966)




    every morning i would see her waiting at the stop
    sometimes she'd shop and she would show me what she bought

    Fidel adverte Obama


    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Mafalda faz 50 anos e ganha exposição sobre seu universo e suas ideias

     


    "Os visitantes têm ainda a oportunidade de conhecer quais eram os brinquedos da geração de Mafalda. Alguns deles estão expostos numa vitrine e outros acomodados numa caixa ao alcance de todos.

    O apartamento da família de Mafalda nunca foi mostrado em sua totalidade por Quino, e os organizadores, com medo de errar algum detalhe, decidiram criar uma instalação e reproduzir a sala de um apartamento padrão, que poderia ser da família da garota, ou do vizinho, como preferiram chamar. Entramos no ambiente e nos vemos na história, rodeados por objetos e móveis. Há, ali, a mesa de jantar, a poltrona, a vitrola que tocava Beatles. Tudo real, mas sem ignorar o traço de Quino. A janela da sala, o vaso de planta e o contorno da TV são desenhados nas paredes.

    Durante a visita, é possível conhecer um pouco da conturbada época em que as histórias foram escritas, a opinião da personagem sobre o universo dos adultos – tão contraditório –, seu ódio pela sopa e sua concepção de mundo. Literalmente. Numa das salas, vemos vários globos como apresentados pela garota nas tirinhas espalhadas pela parede: o mundo enfraquecido, enlouquecido, suicida, sujo, chinês, de cabeça para baixo, com creme de beleza, apagado, doente."


    mais na reportagem de Maria Fernanda Rodrigues >

    Mafalda faz 50 anos e ganha exposição sobre seu universo e suas ideias em São Paulo - Cultura - Estadão

     

    Sony, Theaters Pull North-Korean Comedy 'The Interview' Release Due to Terrorist Threats: Shocking, Unprecedented, Pointless

     

     Though major theater chains decided not to screen the controversial comedy in light of terror threats, Seth Rogen and James Franco's film will probably live a long life online.

     
     

    "Still, many are pointing out the scary precedent of Sony bowing to unspecified threats, especially when the Department of Homeland Security said the threats were not credible. Say someone disagrees with the premise of an upcoming film—one that deals with a hot-button issue like abortion or race, for example. If a terror threat gets called in, would theaters be compelled to make the same decision they made here? Though the Sony hackers have displayed their might in a sense—by ripping hundreds of terrabytes of information from its private servers to publicly embarrass the company—they haven’t demonstrated the capability to make good on the more horrifying threat they made Tuesday.

    The Internet has enabled the hackers’ power, but it has also neutered them: The Interview will almost certainly be seen, whether in theaters or not
    ."

    read article by David Sims
    Sony, Theaters Pull North-Korean Comedy 'The Interview' Release Due to Terrorist Threats: Shocking, Unprecedented, Pointless - The Atlantic:

    Talibarbaros




    (Curitiba, PR)

    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, dezembro 17, 2014

    Livro recupera frases e momentos marcantes de Aracy de Almeida -

     Arquivo Estadão

    "As diversas frases selecionadas por Logullo revelam como Aracy foi uma mulher moderna, à frente de seu tempo. “Incorporou a fala das ruas como dialeto pessoal e intransferível, mantendo o discurso que, até sua morte em 1988, seria único. Sem tradução. Destoava dos padrões: palavrões, gírias, figuras de linguagem, apelidos, chacotas, ironias”, analisa o autor.

    Essa peculiar dicção surpreendia ao também revelar a mulher culta, que morava em uma casa, no Encantado, logo transformada em lugar mítico da MPB por conta de sua decoração: as paredes eram ornadas com quadros dos amigos Aldemir Martins e Di Cavalcanti que, aliás, fez a capa do LP Aracy de Almeida: Sambas de Noel Rosa, de 1954. Sua pinacoteca particular contava ainda com obras de Antonio Bandeira, Heitor dos Prazeres, Clovis Graciliano, Djanira e Luiz Canabrava. Gostava também de criar cachorros (foram vários) e de ouvir ópera (“adoro aquela gritaria”). Citava trechos bíblicos e recitava versos simbolistas."


    mais no artigo de Ubiratan Brasil > 
    Livro recupera frases e momentos marcantes de Aracy de Almeida - Cultura - Estadão

    Sitting in radioactive dirt was a thing in the 1950s



     "No wonder so many comic book superheroes got their superpowers from radioactivity. In the 1950s. some people thought uranium dirt was good medicine. Uranium dirt houses in Texas would charge sick people $2 to sit or lay down in the stuff. They also sold uranium dirt to go. 

    This 1955 Life magazine article has some great dirt house photos, including signs for the "uranitoriums""

    Sitting in radioactive dirt was a thing in the 1950s - Boing Boing

    "Uranium Sand Baths" at Corydon



    pela cochlea: I Got It Bad And That Ain't Good - Louis Armstrong & Duke Ellington

    Bolsonaro retira o que disse






    MIGUEL
    (Recife - PE) 

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Como surgiu a personagem Mafalda e uma análise da obra do argentino Quino

    Mafalda foi criada para uma campanha publicitária, ganhou vida e encantou leitores com suas críticas ácidas e seu inconformismo


     Eloy Afonso/Reuters

    "Como o filósofo beagle Snoopy, da tira de Charles Schulz, a originalidade da tira latino-americana de Quino estava no fato de uma menina ter a visão crítica do mundo como um adulto letrado, mas sem os vícios desse. Essa surpresa seduzia o leitor e dava o tom de humor e reflexão da obra. Mafalda se transformou no símbolo da crítica política da América Latina."

    mais no artigo de Álvaro de Moya
    Como surgiu a personagem Mafalda e uma análise da obra do argentino Quino - Cultura - Estadão

    Veríssimo: Tempos estranhos


     "Tempos estranhos, tempos estranhos. Enquanto a direita se delicia com o espetáculo de capitalistas sendo presos, a esquerda realiza um dos sonhos da direita, o de desmoralizar para melhor desnacionalizar a Petrobrás. Um lado assumiu o papel do outro, é home com home e mulhé com mulhé e não se entende mais nada."

    mais na coluna de Luis Fernando Veríssimo

    Tempos estranhos - Cultura - Estadão

    Talebarbaros





    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Anúncio dos clubes militares contra CNV reproduz farsa sobre mortes em 1969


    blog - anúncio clubes militares
    "Até a serenidade mais curtida baqueia com a cantilena alegadamente jornalística que prescreve como boa prática de reportagem “equilibrar'' os “lados'' nas controvérsias sobre a política de extermínio consagrada pela ditadura parida em 1964.

    Pois é assim que deve ser considerada a nota do Clube Militar lançada ontem (pode ser lida aqui). Esta instituição defende o legado do regime em que funcionários públicos estupravam, torturavam, matavam e ocultavam corpos de jovens brasileiras sob custódia do Estado. É essa a trincheira que representa.

    O que mais chama a atenção no anúncio é a reprodução de uma farsa largamente desmoralizada nas últimas décadas. A de que a policial Estela Borges Morato foi assassinada por “terroristas'' na operação em que foi morto o guerrilheiro Carlos Marighella (1911-1969).

    Estela Borges Morato tinha meros 22 anos de idade e 29 dias de polícia. Na confusão em que seus pares dispararam em desordem, ela acabou baleada mortalmente e um delegado foi ferido.

    A jovem policial foi morta por um policial, ao contrário da mentira que os veteranos militares voltam a martelar sem escrúpulos no anúncio publicado hoje.

    P.S. 1: os signatários do anúncio também ousaram incluir como vítima da guerrilha o alemão Friedrich Adolf Rohmann. Este protético estava de carro na noite da morte de Marighella. Não acatou a ordem policial de parar, na alameda Casa Branca, e foi morto a bala pelos agentes da repressão, como os próprios policiais já reconheceram."


    mais no texto do Blog do Mário Magalhães

    Anúncio dos clubes militares contra CNV reproduz farsa sobre mortes em 1969 - Notícias - UOL Notícias

    terça-feira, dezembro 16, 2014

    pela cochlea: Holly Cole - Tango 'til They're Sore (Tom Waits)

    Snail named after The Clash singer Joe Strummer - Boing Boing





    “Because they look like punk rockers in the 70s and 80s and they have purple blood and live in such an extreme environment, we decided to name one new species after a punk rock icon,” said Shannon Johnson, a researcher at the Monterey Bay Aquarium Research Institute.  

    read more
    Snail named after The Clash singer Joe Strummer - Boing Boing

    Graça pouca é bobagem


    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    segunda-feira, dezembro 15, 2014

    Antonio Prata - Dar cabo





    Os anos de chumbo não são águas passadas: continuam a mover nossos moinhos de moer gente. 


    " "Ninguém ali era santo", "A luta armada não queria restituir a democracia, mas instalar uma ditadura de esquerda", dizem os que acham compreensível deixar um ser humano pendurado a noite inteira de cabeça para baixo, nu.

    Não vamos entrar no mérito de que muitos dos mortos e torturados sequer estavam na luta armada. Não vamos entrar no mérito de que um golpe militar tende a radicalizar um pouco a postura da oposição. Apenas aceitemos, hipoteticamente, que todos os torturados e mortos quisessem, de fato, instituir uma ditadura de esquerda. Mais ainda: aceitemos, hipoteticamente, que eles quisessem matar todas as criancinhas brasileiras e comê-las com farinha. Ainda assim, o Estado que os torturasse ou os matasse estaria cometendo um crime.

    "Revanchismo" é o termo que vem sendo usado contra os que desejam ver punidas as violações dos direitos humanos durante a ditadura. Ora, se você é assaltado e quer ver o bandido na cadeia, está sendo "revanchista"? Se você tem um pai, uma filha ou um irmão morto e quer ver os assassinos na cadeia, está sendo "revanchista"?"


    leia mais na coluna de Antonio Prata
    Dar cabo - 14/12/2014 - Antonio Prata - Colunistas - Folha de S.Paulo

    domingo, dezembro 14, 2014

    Via IRIS: KRUGOVI (Srdan Golubovic, Serbia, 2013)

    Eliane Brum: Aos que defendem a volta da ditadura


    Olha, nao tenho saco, paciência, a pachorra de ouvir/ler, a cada noticia sobre desmandos da ditadura civil-militar, a reação automática "ninguem fala do outro lado", tem que denunciar os crimes da subversão, ou até mesmo... os militares estavam certos, era uma guerra e guerra é guerra.

    Sim. Investigar, denunciar, rememorar tudo. De todo lado.
    Mas uma coisa não invalida a outra.
    Uma coisa não justifica a outra.

    Então tá. Comparam uma política deliberada de Estado surtado em Terror com ações isoladas de grupelhos iludidos.
    E eu gostaria então que me apresentassem um caso - UM caso que seja - em que as facções armadas ou os opositores ao regime de exceção tivessem realizado ações sádicos e cruéis torturando CRIANÇAS,
    como descrito neste excelente artigo por Eliane Brum .

    Depois me digam que os lados são equivalentes. (Ou melhor, equicovardes).

    Ps - e leiam o artigo até o fim. A historia de Grenaldo é muito emocionante


    Eliane Brum: Aos que defendem a volta da ditadura | Opinião | EL PAÍS Brasil

    Militares ouriçados




    (São Paulo, SP)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Flavia de Oliveira: Violência em três atos -


    Flávia Oliveira Foto: O Globo  Um deputado, um cartaz na internet e um ‘serial killer’ lembraram que é permitido insultar, ameaçar e executar mulheres no Brasil

    Vez por outra, aqui e acolá, vêm a público uma pesquisa, um relatório, uma data a denunciar o endêmico ambiente de tolerância à violência de gênero no Brasil. Na semana passada, três episódios foram mais reveladores do desolador cenário que páginas e páginas de produção acadêmica, registros e mais registros de ocorrências policiais. Atos isolados, acomodaram no mesmo cesto de preconceito e injustiça um deputado federal, uma fotomontagem de gosto deplorável numa rede social e um autodeclarado serial killer. Um a um, eles lembraram ao país que é permitido ameaçar, ofender e executar mulheres.


    leia a coluna de FLAVIA DE OLIVEIRA

    Violência em três atos - Jornal O Globo

    pela cochlea: Fatoumata Diawara - Bissa


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER