This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, outubro 25, 2014

    A pior seca






    (Recife, PE)
    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges 

    Marcadores: ,

    Os privilégios das elites políticas e a ausência de mecanismos de controle



    "O que impressiona nas elites políticas são seus privilégios e a ausência de mecanismos de controle sobre o que fazem ou deixam de fazer. Uma coisa está evidentemente ligada à outra", constata Daniel Aarão Reis, historiador e professor da UFF (Universidade Federal Fluminense), em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, 22-10-2014, sob o título "O poder dos melhores".

    Eis o artigo.
    Os privilégios das elites políticas e a ausência de mecanismos de controle

    sexta-feira, outubro 24, 2014

    Podia estar matando, roubando

     "Todo dia alguém reclama que não se fala de outra coisa. Pois é. Eu podia estar matando, podia estar roubando, mas estou aqui e nas redes sociais falando de eleições. Não vejo outro assunto que seja mais oportuno e importante neste momento."

    "As redes sociais nem são uma grande novidade, mas pela primeira vez o assunto tomou conta da timeline. É um tremendo avanço. Quanto mais a gente fala, mais a gente se informa. Quanto mais a gente discute, mais ouvimos o que o outro fala. Talvez não. Mas, só de o assunto mais importante do momento ser o assunto mais falado do momento, percebe-se que estamos amadurecendo ao menos um tiquinho, mesmo aos trancos e barrancos."

    leiamais na coluna de Mariliz Pereira Jorge > 
    Podia estar matando, roubando - 22/10/2014 - Mariliz Pereira Jorge - Colunistas - Folha de S.Paulo

    Eleição arraigada





    (Vitoria, ES)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Junho de 2013 e o processo eleitoral



    "Havia muita expectativa sobre qual seria o impacto dos protestos de junho de 2013 no processo eleitoral. A mais razoável era a de que as demandas pela redução das tarifas de transporte e por melhores serviços públicos, combinadas com uma crítica da representação, levassem a votos em candidaturas progressistas desvinculadas dos partidos estabelecidos. Mas não foi o que ocorreu.

    Se compararmos com processos similares em outros países, a experiência brasileira não destoa.

    Apesar disso, parece-me que as candidaturas deveriam ter prestado mais atenção às demandas dos manifestantes, já que um terremoto social como o de junho de 2013 não ocorre por acaso. Embora tenha sido jogada muita fumaça sobre as insatisfações, elas foram expressas de maneira mais ou menos clara."

    mais no artigo de Pablo Ortellado > 
    Junho de 2013 e o processo eleitoral:

    Charge pesquisada




    (Joinville, SC)
    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, outubro 22, 2014

    Idiot foodies pranked into lovin’ McDonald’s


     

    Two Dutch pranksters from Life Hunters TV decided to hit up the annual culinary food convention in Houten to see if they could deceive foodies and “high-end food experts” with their supposed restaurant’s new “organic” alternatives to fast food. All these two guys did was go to a local McDonald’s to buy some artery cloggin’ fixins, chopped up the Mickey D’s into neat little squares and then stuck some toothpicks into the food. That’s all.
    So were the foodies impressed with this duo’s new line of organic fast food? You betcha! One “expert” remarked:


    Idiot foodies pranked into lovin’ McDonald’s | Dangerous Minds

    Pink Floyd founder Syd Barrett’s first psychedelic trip, captured on film


     syd barrett's first trip



    " It was a good time for name-dropping: how could I forget the time at Nigels when I came across Allen Ginsberg asleep on a divan with a tiny white kitten on his bare chest? And wasn’t that Mick Jagger visible through the fumes? Look, there’s Nigel’s postcard from William Burroughs, who looks forward to meeting him when next he visits London! The other material is of the band outside EMI after their contract signing. It’s raw, unedited footage and stunning even so. It is silent but many people have subsequently put music to it on their youtube an google postings. Good luck to them."

    watch it here
    Pink Floyd founder Syd Barrett’s first psychedelic trip, captured on film | Dangerous Minds:

    Lucas Santtana - Frequente



    The amp is turning your body now
    In your brain, dance
    In your brain, dance
    You come to turn like a vamp
    To take a chance
    Vou frequentar porque quero comunicar
    Vou frequentar porque quero comunicar
    Na rapidez do nosso convivio

    Campanha cai na rede




    JULIO

    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    É inaceitável a crueldade com que tratamos as brasileiras que interrompem a gravidez


     Link permanente da imagem incorporada
     
    "Mas se Jandira e Elizângela estão mortas, é preciso responsabilizar também a sanha de grupos políticos e religiosos que se dedicam a impedir que nossa legislação avance no sentido de permitir legalmente o aborto e oferecer assistência médica e psicológica a quem queira interromper a gravidez indesejada, como fazem países mais civilizados e desenvolvidos. Esses grupos arvoram-se em advogados da vida, mas na prática acabam por promover uma espécie de genocídio. É um descalabro que num estado laico em pleno século XXI nos pautemos por convicções religiosas e impeçamos que milhões de mulheres tenham direito a um serviço de saúde pública eficiente, moderno e democrático. Por causa da abnegação beligerante e obtusa de padres, pastores, pregadores, políticos, fundamentalistas, reacionários e conservadores em geral, eternizamos uma situação horrenda e extremamente cruel com nossas mulheres, principalmente as mais pobres. Está dando praia hoje? Desculpe."
    mais na coluna de Tony Bellotto > 

    Jornal Online Do Povo: É inaceitável a crueldade com que tratamos as brasileiras que interrompem a gravidez

    A poeira das manifestações -


     "AGORA JÁ sabemos o final da história. O filme iniciado em 6 de junho de 2013 terminou no dia 5 de outubro, com a eleição do novo Congresso. Tudo começou quando nosso herói, o jovem idealista cheio de boas intenções, foi para a rua enfrentar o velho político responsável "por tudo que aí está". O público esperava ansioso por um final feliz, com a derrota do vilão. Deu tudo errado."

    A bancada de deputados conservadores aumentou muito: segundo cálculos do Diap, desde o fim da ditadura não se via Congresso tão reacionário.

    ".Enquanto os libertários "ameaçavam" o poder com o voto nulo, uma massa silenciosa aguardava sua vez de entrar em cena –para votar no policial que reprimia os baderneiros, no pastor que ofendia os homossexuais, no ruralista que atacava os comunistas. Nossos reacionários não fazem poeira: fazem política. Eles sabem que os manifestantes passam, mas os deputados ficam."

     leia o artigo de @Mauricio Puls
     Opinião: A poeira das manifestações - 21/10/2014 - Poder - Folha de S.Paulo:

    Você vai votar em....




    (Rio de Janeiro, RJ)
     
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charge

    Marcadores: ,

    Xico Sá escreve à ombudsman

    vera guimarães martins"O jornalista e escritor Xico Sá enviou mensagem autorizando a publicação da coluna que acabou motivando seu pedido de demissão da Folha. O colunista conta que estava em viagem na Bahia, razão pela qual não se manifestou antes, e aproveita para esclarecer alguns pontos de vista divulgados em mensagens nas redes sociais.

    Confira primeiro a mensagem e depois o texto original, na íntegra.
    "

    Xico Sá escreve à ombudsman - 20/10/2014 - Vera Guimarães Martins - Colunistas - Folha de S.Paulo

    terça-feira, outubro 21, 2014

    pela cochlea: PJ Proby & Led Zeppelin - Mery Hopkins Never Had Days Like These (1968)

    Charge Armínia



    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Eleições, Tio Artur e a geladeira

     The New York Times International Weekly 

    "Nós, brasileiros, sofremos de uma curiosa disfunção cognitiva, que incide sobre a população com a mesma frequência que a intolerância à lactose, entre os japoneses, ou a inclinação para os trocadilhos, entre os ingleses. Falo da nossa capacidade de nos indignar com a corrupção alheia ao mesmo tempo em que ignoramos completamente os próprios desvios. Conforme o segundo turno das eleições presidenciais se aproxima, dia 26, o mal se alastra como uma epidemia.

    Eu gostaria de acreditar que tais condutas são coisa de gente mais velha, que os avanços do país nas últimas décadas tornaram mais ética a nossa postura, mas isso não parece ter acontecido. Uma amiga minha, advogada de trinta e poucos anos, criou no computador um documento falso de cabeleireira para ter desconto numa loja de xampus. Ela é sócia de um escritório de direito tributário e com o que ganha em um ano poderia, provavelmente, comprar xampus para as futuras três gerações de sua família. Um psicanalista com quem me consultei, anos atrás, cobrava mais barato caso eu pagasse as sessões em dinheiro vivo, permitindo-lhe burlar a Receita Federal. Quando você pede um recibo para um taxista, no Rio de Janeiro, costuma ouvir como resposta: “Que valor quer que eu ponha?”. O raciocínio do motorista é que, como uma empresa te reembolsará aquele valor, você pode supervalorizar a corrida e roubar uns R$ 10 ou R$ 20 do seu empregador. Em troca do “favor”, claro, ele espera uma pequena porcentagem do desvio. As possibilidades de corrupção estão até nas situações mais prosaicas. Uma ida ao cinema, por exemplo. Todo cidadão brasileiro acredita que é seu direito inalienável furar a fila, caso encontre um amigo melhor posicionado. Você chega ao cinema, garante o lugar no fim da fila e diz ao seu par: “Peraí que eu vou ver se eu conheço alguém mais lá na frente”. No Facebook e no Twitter, contudo, a culpa por todos os nossos males é do PT, do PSDB ou dos políticos, em geral."

    mais na coluna de Antonio Prata

    The New York Times International Weekly

    Empreiteiras e tais


    Odebrecht, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez, OAS, Galvão Engenharia, Queiroz Galvão, Mendes Junior, UTc Engenharia.... sempre os mesmos nomes. Novas denúncias de corrupção aparecem, estão estes nomes envolvidos. Caixas suspeitas, as construtoras construíram. 

    Cai-se de pau nos partidos, nos políticos, nas propinas aceitas... e as propinas dadas? E os propinadores? Nessa ralação de delações espremidas, premidas, premiadas... olha eles aí de novo. Os velhos donos. 

    Alguma coisa vai acontecer com essas empresas? Sim.
    Mais obras faraônicas, mais licitações manjadas, mais botins no bolso. 
    E quem está por dentro sempre leva um por fora.

    pela cochlea: Folk Alley Sessions: The Milk Carton Kids - "Honey, Honey"



    Momma won't you take, take another turn?
    Momma when you gonna learn?
    Trouble comes to everyone who dares to be a muse
    Momma won't you, momma please, spare your momma's blues?

    O empate e o empata



    (Joinville, SC)
    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    A falácia da corrupção


     

     "Geralmente, os escândalos de corrupção estão relacionados a superfaturamento de obras e serviços contratados pelo Estado. Quando "estouram", imediatamente aparecem os "políticos corruptos" e o destino do dinheiro desviado por estes, mas quase nunca isso vem acompanhado de preocupação semelhante em mostrar o conjunto de atores, instituições e processos envolvidos no negócio.

    Com tantos órgãos fiscalizadores e leis que constroem um enorme emaranhado institucional para impedir que a contratação de obras e serviços pelo Estado seja passível de corrupção e que, ao mesmo tempo, garantem a livre competição entre os fornecedores, por que será que a corrupção persiste? Para responder a essa questão, é preciso abordar assuntos sobre o quais não se fala."


    mais no Blog da Raquel Rolnik
    A falácia da corrupção | blog da Raquel Rolnik

    Aécio perde batalha da verdade -

    "A frase atribuída ao nazista Joseph Goebbels —uma mentira repetida mil vezes se transforma em verdade— tem sido a resposta preferida do candidato Aécio Neves e sua equipe diante de críticas. O problema é quando a verdade, repetida mil vezes, continua sendo verdade, sem contraponto ou contraditório capaz de desmenti-la."
    leia o artigo de RICARDO MELO:  

    Aécio perde batalha da verdade - 20/10/2014 - Ricardo Melo - Colunistas - Folha de S.Paulo

    Cultura?



    JAGUAR
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Marcadores: ,

    segunda-feira, outubro 20, 2014

    America's Fears of Immigration, Terrorism, and Ebola Are Combining Into a Supercluster of Anxiety



    The World
    "More explicit was Rep. Mike Kelly of Pennsylvania who suggested that U.S. citizens who travel abroad to join jihadist groups, could intentionally infect themselves with Ebola. “Think about the job they could do, the harm they could inflict on the American people by bring this deadly disease into our cities, into schools, into our towns, and into our homes,” he said.

    But it took Rep. Joe Wilson of South Carolina to really bring things full circle by suggesting that closing the border to keep out Ebola-infected Hamas fighters: “Part of their creed would be to bring persons who have Ebola into our country. It would promote their creed. And all this could be avoided by sealing the border, thoroughly. C’mon, this is the 21st century.”

    read the article by Joshua Keating > 

    America's Fears of Immigration, Terrorism, and Ebola Are Combining Into a Supercluster of Anxiety:

    Mudanças





    (São Paulo - SP)

     quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Manhatã - Caetano Veloso & David Byrne

    Uma canoa canoa
    Varando a manhã de norte a sul
    Deusa da lenda na proa
    Levanta uma tocha na mão
    Todos os homens do mundo
    Voltaram seus olhos naquela direção
    Sente-se o gosto do vento
    Cantando nos vidros nome doce da cunhã:

    Manhattan, Manhattan 



    Manhatã by Caetano Veloso And David Byrne on Grooveshark

    Todos soltos, todos soltos, até hoje - Elio Gaspari -





    "Nos debates medíocres da TV Bandeirantes e do SBT, em que Dilma Rousseff parecia disputar a Presidência com Fernando Henrique Cardoso e Aécio Neves parecia lutar por um novo mandato em Minas Gerais, houve um momento estimulante. Foram as saraivadas de cinco "todos soltos" desferida pela doutora.

    Discutia-se a corrupção do aparelho petista e ela arrolou cinco escândalos tucanos: "Caso Sivam", "Pasta Rosa", "Compra de votos para a reeleição de FHC", "Mensalão tucano mineiro" e "Compra de trens em São Paulo". A cada um, ela perguntava onde estavam os responsáveis e respondia: "Todos soltos". Faltou dizer: todos soltos, até hoje."


    mais na coluna de Elio Gaspari >
    Todos soltos, todos soltos, até hoje - 19/10/2014 - Elio Gaspari - Colunistas - Folha de S.Paulo

    Ilustração: CAVALCANTE 

    Nova brincadeira de criança







    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Museu de Londres cria exposição de 'objetos desobedientes'


     

    "Os gigantescos cubos metálicos infláveis jogados contra a polícia em Berlim, em 2012, no Dia do Trabalho, aparecem pendurados no teto do salão, próximos do flone, uma espécie de mini-drone para telefones usado por manifestantes para filmar a partir de um celular os desdobramentos das manifestações e as ações da polícia. Em Roma, obras literárias importantes foram transformadas em imensos livros usados como escudos pelos estudantes que se manifestavam pedindo recursos para educação e cultura.

    Os aparatos podem ser simples, mas existe uma espécie de ciência por trás do material usado nos protestos que há décadas mobilizam milhões de revoltados por todo o Planeta em sinal de desobediência ao status quo, seja ele qual for. O design — e a arte — inerentes aos chamados “objetos desobedientes” — que marcaram tantas cenas históricas na luta por direitos e liberdades nos últimos 30 anos — ganharam uma sala exclusiva no Victoria & Albert (V&A), em Londres, até o dia 1º de fevereiro. Esta é a primeira vez que um museu reúne peças tiradas literalmente das ruas."

    mais na matéria de Vivian Oswald > 

    Museu de Londres cria exposição de 'objetos desobedientes' - Jornal O Globo

    Charge com margem de erro



    (Joinville, SC)
    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    PELA COCHLEA: Βert Jansch Birthday Blues (1969)

    domingo, outubro 19, 2014

    O bingo da Folha




    Calor surreal




     
    (Campinas, SP)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    PALAVRAS: José Mujica


    Nos restam muitos sacrifícios inúteis daqui para diante, muitos remendos de consciência sem enfrentar as causas. Hoje, o mundo é incapaz de criar regras planetárias para a globalização e isso é pela enfraquecimento da alta política, isso que se ocupa de todo. Por último, vamos assistir ao refúgio de acordos mais ou menos "reclamáveis", que vão plantear um comércio interno livre, mas que, no fundo, terminarão construindo parapeitos protecionistas, supranacionais em algumas regiões do planeta. A sua vez, crescerão ramos industriais importantes e serviços, todos dedicados a salvar e a melhorar o meio ambiente. Assim vamos nos consolar por um tempo, estaremos entretidos e, naturalmente, continuará a parecer que a acumulação é boa, para a alegria do sistema financeiro.

    - José Mujica

    Como se fazem pesquisas





    (Vila Velha, ES)

     
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Campanha presidencial: Cabeado para dar errado


    " Hoje, as normas esdrúxulas de campanha são quase um incentivo para os políticos se atacarem. Nada mais. Os programas de TV e de rádio e os debates entre os candidatos são todos cabeados para dar errado. Parecem aquele imóvel antigo cuja fiação não tem mais jeito: todos os cabos precisam ser trocados e realinhados para evitar um curto-circuito.

    Os programas de rádio e de TV são uma inutilidade completa quando se trata de permitir que os candidatos apresentem, de maneira alentada e inteligente, alguma proposta real sobre como governar o país. No caso dos que concorrem a deputado, a coisa piora –o eleitor assiste a um desfile de personagens que parecem saídos de um trem fantasma. Só gritam seus nomes na tela.

    Os debates poderiam oferecer um pouco de oxigênio, mas o engessamento imposto pelos candidatos impede que isso ocorra. Por que duas pessoas que pretendem ocupar a cadeira de presidente da República são incapazes de se sentarem por uma hora para conversar, sem que cada pergunta tenha de durar um minuto? Resposta: porque os marqueteiros treinam os políticos para falar nesse tempo bem definido. Se a conversa for livre, eles ficam perdidos. "


    leia mais na coluna de @Fernando Rodrigues > 

    Cabeado para dar errado - 18/10/2014 - Fernando Rodrigues - Colunistas - Folha de S.Paulo

    pela cochlea|: David Bowie - Sue (or in a season of crime)




    Sue, I've pushed you down beneath the weeds
    Endless fate in hopeless deeds
    I kissed your face
    I touched your face

    Sue, goodbye

    Sue, I found your note
    That you wrote last night
    It can't be right
    You went with him
    Sue, I never dreamed
    I'm such a fool
    Right from the start
    You went with that clown


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER