This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    quinta-feira, maio 31, 2012

    Decisão de não processsar o coronel Ustra foi "ingenuidade cruel"

    Segundo as procuradoras, “a exigência de prova cabal de vida de Aluízio é que desafia as regras de experiência e de bom senso, pois, em se tratando de um desaparecido político, essa prova de vida é impossível”.

    leia materia:
    MP pede à Justiça que reconsidere processo contra Brilhante Ustra - O Globo

    Belo Monte: números omitem problemas diários


     


    Números são repetidos à exaustão para ressaltar a grandiosidade da usina hidrelétrica de Belo Monte. Números dão conta de mensurar o dinheiro necessário para o empreendimento - R$ 25,8 bilhões -, aquilo que a engenharia é capaz de fazer - como abrir 260 km de estradas em plena floresta amazônica - e o que as turbinas irão produzir - 11,2 mil MW -, mas não conseguem dimensionar sentimento humano. "Eles (empresa) contratam e demitem como se a gente fosse objeto", resumiu um operário.



    reportagem completa de Joelmir Tavares

    Pela COCHLEA: Brian Eno, Jon Hopkins & Leo Abrahams - Emerald And Lime

    'No Church In the Wild' transforms confrontation between protesters and police into a flaming videoclip

    The video opens with a young man throwing a molotov cocktail at police. An urban battle ensues, with police viciously beating protestors. Eventually, the crowd sets a police car on fire and drives it through some officers. Then lasers appear!

    'No Church In the Wild' Video: Kanye And Jay-Z Release Visuals For 'Watch The Throne' Track (VIDEO)

    Garoto sírio de 11 anos relata como sobreviveu ao massacre de Hula


    Ali el-Sayed se fingiu de morto molhando-se com o sangue do irmão. Garoto é um dos poucos sobreviventes de ataque que matou 108.



    G1 - Garoto sírio de 11 anos relata como sobreviveu ao massacre de Hula - notícias em Revolta Árabe:

    Tava o Lula, o Gilmar Mendes e o Nelson Jobim num elevador...





     QUINHO 
    (Belo Horizonte, MG)


     

    Marcadores: ,

    Safatle faz a conta dos mortos


    Não é difícil perceber o esforço do jornalista em induzir a indignação a respeito de tais ações contra "vítimas particularmente vulneráveis", como sentinelas "parados à frente dos quartéis".

    Em uma reportagem como essa, seria importante lembrar que os membros da luta armada que se envolveram em tais mortes foram julgados, condenados e punidos. Eles nunca foram objeto de anistia.

    Quando a Comissão da Verdade foi instalada, era de esperar lermos reportagens sobre as empresas que financiaram aparatos de tortura e crimes contra a humanidade, os centros de assassinatos ligados às Forças Armadas, entrevistas com os jovens que organizam atualmente atos de repúdio contra torturadores, crianças que foram sequestradas de pais guerrilheiros assassinados.

    No entanto há uma certa propensão para darmos voz a torturadores que se autovangloriam como "defensores da pátria contra a ameaça comunista" e "fatos" que comprovam a teoria dos dois demônios, onde os crimes da ditadura se anulam quando comparados aos crimes da luta armada.

    coluna completa aqui

    Sem Castigo?


    Demostenes na CPI citou Ismael Silva mas tava mais para Dolores Duran:
    se eu soubesse
    naquele dia o que sei agora
    eu não seria este ser que chora


    quarta-feira, maio 30, 2012

    Saudades do tempo em que Demóstenes era gago



    (Rio de Janeiro, RJ)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Hoje tem encontro de superherois

    (São Paulo, SP)

    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges


    Marcadores: ,

    Doc Watson, Country Guitar Wizard, Dies at 89 - NYTimes.com


    His mountain music came as a revelation to the folk audience, as did his virtuoso guitar playing. Unlike most country and bluegrass musicians, who thought of the guitar as a secondary instrument for providing rhythmic backup, Mr. Watson executed the kind of flashy, rapid-fire melodies normally played by a fiddle or a banjo. His style influenced a generation of young musicians learning to play the guitar as folk music achieved national popularity.

    Doc Watson, Country Guitar Wizard, Dies at 89 - NYTimes.com

    terça-feira, maio 29, 2012

    Vidas Secas




    clique na imagem para ve-la em tamanho maior
    para ver outras imagens clique em marcadores:imagens

    Marcadores:

    domingo, maio 27, 2012

    Pela COCHLEA: Nine out of ten Caetano Veloso

    75 years of Picasso's Guernica: An Inconvenient Masterpiece



    This year marked the seventieth fifth anniversary of both the bombing of the Basque town of Guernica and the creation of Pablo Picasso's mural depicting the horrors of the unprecedented aerial bombardment against a defenseless civil population of around five thousand. In those years, Guernica has become a universal and powerful symbol warning humanity against the suffering and devastation of war.

    Picasso's mural is now also inescapably linked to the US-led war in Iraq. In February 2003, Colin Powel spoke about going to war in Iraq at the United Nations Security Council. There was a press conference scheduled afterwards. A tapestry reproduction of Guernica located outside the entrance of the Council Room was covered with a blue curtain. UN officials claimed the mural was a distracting background for the TV cameras covering the press conference. Its unappealing ménage of mutilated bodies and distorted faces proved to be too strong for articulating to the world why the US was going to war in Iraq. Guernica became an inconvenient masterpiece.

    read article:
    Alejandro Escalona: 75 years of Picasso's Guernica: An Inconvenient Masterpiece

    sábado, maio 26, 2012

    Charge Transparente


    (Rio de Janeiro, RJ)
     
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges
     

    Marcadores: ,

    Direitos humanos são os 'pés de barro' do Brasil potência


    JUANA KWEITEL
    LUCIA NADER

    A política de encarceramento massivo e as mazelas do sistema carcerário serão temas abordados. Mais de 500 mil pessoas estão detidas no Brasil, muitas delas em condições desumanas, quase medievais, em locais onde a prática da tortura e os maus-tratos são ainda sistemáticos.Mais de 36% da população carcerária é de presos provisórios - alguns por mais de seis meses sem contato inicial com defensor público ou juiz.

    Espera-se que violações fora das prisões também sejam alvo de questionamentos, entre elas o impacto das obras da Copa e da Olimpíada nos direitos das comunidades mais vulneráveis. Não são raros os casos envolvendo despejos forçados, muitas vezes com violência e sem direito a compensação.

     leia artigo aqui: 
    Conectas na mídia :: Folha de S. Paulo » Conectas - Direitos Humanos:

    Charge Vetada



    (São Paulo, SP)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges
     

    Marcadores: ,

    Negros só ganham mais em 4% das 438 ocupações do Censo 2010; mulheres, em 11%




    reportagem completa:
    Estudo do Censo 2010 aponta desigualdade em trabalhos iguais - O Globo

    quinta-feira, maio 24, 2012

    Pela COCHLEA: Needle of Death, Bert Jansch



    One grain of pure white snow
    Dissolved in blood spread quickly to your brain
    In peace your mind withdraws
    Your death so near your soul can't feel no pain

    A foto mais querida da Casa Branca



    Todo fotógrafo sabe quando tem uma foto única. Mas o repórter fotográfico oficial da Casa Branca, Pete Souza, não imaginava que a imagem do pequeno Jacob Philadelphia, de cinco anos, tocando a cabeça do presidente Barack Obama fosse cair nas graças dos funcionários e seguiria por tanto tempo nas paredes dos aposentos da Ala Oeste — uma tradição de décadas, em que fotografias do presidente no trabalho ou em momentos de diversão, ficam penduradas nas paredes. A cada nova imagem, a antiga foto deixa o local de destaque para dar lugar à próxima. Três anos depois de ser feita, no entanto, a foto de Pete Souza ainda está lá.

    leia a historia da foto:
    A foto mais querida da Casa Branca - O Globo:

    Cachoeira mostrou-se bem educado

    (São Paulo, SP)
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Buy a Brick from Osama bin Laden’s House for a Nickel




    Shakeel Ahmed’s brief from the Pakistani government was to strip the infamous property of its fittings such as pipes, curtains and beams. But he’s also selling two baths, two olive trees, cooking oil, window blinds and a homemade TV aerial. Once the compound had been bulldozed, what remained were the best part of 180,000 bricks (the demolished site is currently a makeshift cricket pitch for children).

    Ahmed bought the remaining rubble for roughly $5,300 at auction (it’s believed that nervous local businessmen declined to bid).

    Word soon got around about his unique haul, and Pakistanis began flocking to Abbottabad to purchase a piece of history. The price? Less than five cents each.


    read more
    Buy a Brick from Osama bin Laden’s House for a Nickel | NewsFeed | TIME.com

    Veta, Dilma ?


    J. BOSCO
    (Belém, PA)




    (Belo Horizonte, MG)
     
     
     
     
     J. BOSCO
    (Belém, PA)


     clique nas charges para ve-las maiores
    para ver outras charges clique em
    "marcadores: charges" 

    Marcadores: , ,

    CONTEÚDO LIVRE: Maconha rende US$ 22 mi ao ano a farmácia




    Fernanda Ezabella/Folhapress

    DeAngelo, ativista da planta desde os 16 anos, é também membro-fundador do Americans for Safe Acess, maior grupo nos EUA de defesa do uso terapêutico e científico da maconha.

    No final de 2011, estrelou um reality show da Discovery, a ser exibido neste ano no Brasil, no qual mostra o dia a dia na loja e seus pacientes, desde sua mãe que sofre com artrite e até um pai conservador que busca ajuda para seu filho epilético de quatro anos.

    Na Califórnia, assim como em outros 15 Estados, o uso da droga é legalizado com recomendação médica, facilmente obtida em consultórios especializados, após o pagamento de taxas de até US$ 110 e uma breve entrevista. Além do governo federal ainda considerar a droga ilegal, as leis estaduais são tão confusas e variadas que praticamente todos os plantadores e vendedores operam num limbo jurídico perigoso, à espera de uma batida policial a qualquer momento.


    leia mais
    CONTEÚDO LIVRE: Maconha rende US$ 22 mi ao ano a farmácia:

    Pela COCHLEA: William Bell - I'll Show You (1965)

    quarta-feira, maio 23, 2012

    Flavorwire » Hugh Laurie’s 20 Funniest House-isms




    After eight years as your favorite cranky-but-brilliant TV doctor, tonight Dr. Gregory House will bring his signature snark to the small screen for the last time tonight in the medical drama’s two-part series finale. Will Hugh Laurie deliver such classic House mantras as “everybody lies” or “we’re missing something”? Will we get one final taste of his character’s extreme fondness for metaphors? As House memorably quipped in the pilot, “Treating illness is why we became doctors. Treating patients is actually what makes most doctors miserable.” In homage to his character’s unique way with words over the course of the past eight seasons, we’ve rounded up a selection of our favorite darkly funny House-isms after the jump.

    Flavorwire » Hugh Laurie’s 20 Funniest House-isms: 3

    Suspensão de site gera indignação no meio acadêmico



    Autores e pesquisadores defendem o site Livros de Humanas, ameaçado judicialmente por promover o compartilhamento digital de livros raros

    O site, no entanto, sempre funcionou sem nenhum interesse comercial. Promovia “vaquinhas” entre os usuários para comprar livros e digitalizá-los. Na prática, trata-se de um sistema de trocas que sempre aconteceu: diversas pessoas se mobilizam para comprar um livro e repassá-lo uns para os outros. A internet apenas deu à prática um alcance global. Além do mais, o site só digitalizava obras esgotadas e de difícil acesso.

     O antropólogo Eduardo Viveiros de Castro defendeu a cultura de compartilhamento de livros, afirmando em seu Twitter que “Sites que permitem a leitura gratuita de livros de difícil acesso, esgotados ou absurdamente caros, são fundamentais para a difusão do saber. O que a internet perturba é o CONTROLE, pela editora, da relação entre autor e leitor. Ninguém perde economicamente. A questão é política. Exceto é claro no obscuríssimo mercado de livros didáticos, onde a instrumentalização do saber e a concentração de poder são a regra”.

      leia mais: 

    http://opiniaoenoticia.com.br/opiniao/suspensao-de-site-gera-indignacao-no-meio-academico/

    Flamengo começa a contar pontos


    (Vitoria, ES)
     
       clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges
     

    Marcadores: ,

    Tres Mulheres, Tres Janelas




    veja em 
    Alberto Renault

    RUBEM FONSECA: É possível existir alguem que nao goste de árvore?

     Sei que existe quem diga que é uma coisa idiota fazer esse estardalhaço por causa de uma árvore. É devido a esse tipo de pensamento que uma, duas, três, milhões de árvores são incessantemente destruídas em nosso país. E isso me preocupa, quer seja um milhão de árvores, quer seja apenas uma. Sou um dendrólatra incorrigível.

    leia a cronica completa:
    CONTEÚDO LIVRE: Desventuras de um dendrólatra - RUBEM FONSECA

    Marvelous! Gay Wedding For X-Man



    The Marvel comic book superhero will marry his longtime partner in a new issue of 'Astonishing X-Men' comics.

    read here: 
    Marvelous! Gay Wedding For X-Man | NewsFeed | TIME.com

    terça-feira, maio 22, 2012

    Iemen talidade





    (Rio de Janeiro, RJ)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    20 Best TV Series Finales Ever

     ''House'' signs off tonight; let's see if its last episode meets the standard of these all-time finest TV farewells, from ''Friends'' and ''The Shield'' to ''Mary Tyler Moore'' and...

    20 Best TV Series Finales Ever EW.com:

    Eugene Polley, Inventor Of TV Remote, Dies At 96

    Eugene Polley, Inventor Of TV Remote, Dies At 96: Couch potatoes everywhere have Polley to thank for hours of feet-up, channel surfing. His invention began as a luxury, but has become a necessity in an era of hundreds of TV channels and home theaters. Just ask anyone who's lost a remote.

    Pela COCHLEA: Peter and the Wolf-Supermellofied



    this could be the beginning of a whole new kinda way of seein the world
    bird on the river and hounddog calling out from a neighborhood field
    in the light you see how easily we could live out here if we wanted to

    Avengers are the Traveling Wilburys of cinema






     by  

    If you are not a Marvel fan, on the other hand, then watching “The Avengers” will feel like being mugged by a gang of rowdy sociopaths with high muscle tone. Absolutely no quarter is given to the ill-informed; the first scene is set in an undesignated patch of outer space, where some masked moaner yaks on in a rich and threatening baritone. I couldn’t understand a word until he asked, “The humans—what can they do but burn?” If he is referring to our cooking skills, this is grossly unfair, for we can also poach, broil, gently simmer, and steam en papillote.

    And it always is the world. One of the failings of Marvel—as of other franchises, like the “Superman” series—is the vulgarity that comes of thinking big. As a rule, be wary of any guy who dwells upon the fate of mankind, unless he can prove that he was born in Bethlehem. Superheroes who claim to be on the side of the entire planet are no more to be trusted than the baddies who seek to trash it, nor is the aesthetic timbre of the movies in which they both appear.

     read more here:
    “The Avengers,” “Headhunters” Reviews : The New Yorker:

    segunda-feira, maio 21, 2012

    Lula entra para o Facebook



    (Belo Horizonte, MG)
      
     clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Por que a mera divulgação da comissão da verdade incomoda tanto ?

    A psicanalista Maria Rita Kehl, 60, recebeu ontem a Folha em seu consultório para uma conversa sobre a Comissão da Verdade, da qual fará parte.

    "Certamente altas patentes militares sabem que essa comissão não tem caráter punitivo. Então por que a mera divulgação os incomoda tanto? Há hipóteses. A otimista seria a de que têm vergonha do que fizeram. Mas a pessimista, ou realista, é: existe um gozo na teoria psicanalítica, que é o gozo proibido. Tão sem freios que no limite é mortífero", disse.

    "A pessoa que está diante do corpo inofensivo dispondo dele a seu bel-prazer, está gozando. Então me parece que o grande vexame, e não a culpa ou o medo, é o sentimento que pode predominar entre aqueles que terão seus nomes citados eventualmente. Como se fossem devassados no seu sentimento mais íntimo".

    Para ela, o discurso de que muitos agentes da ditadura se consideravam a serviço do Brasil não cola. "Isso já é uma construção secundária, que te permite dormir em paz."


    artigo completo: 
    Integrante da Comissão da Verdade associa tortura a 'gozo proibido'

    Pela COCHLEA: Ouvindo CHUCK BROWN : It don't mean a thing if you aint got that go-go swing

    Facebook na bolsa





    (São Paulo, SP)

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Palavras: CALAZANS


    Calazans escreve de futebol mas poderia estar descrevendo o nosso mundo

    Chegamos a um ponto que nem eu esperava: gente adorando que Neymar tenha apanhado bastante, no jogo com o Velez ou em qualquer outro, para que ele, Neymar, "aprenda o que é futebol". Ou melhor, aprenda o que essa gente "pensa" o que é o futebol.

    Chego também à conclusão de que o futebol de que ela gosta é com bastante pancada, bastante falta, em quem sabe jogar e quer jogar quando entra no campo. Até mesmo de forma inconsciente, o que não surpreende, essa turma (presente inclusive na mídia, acreditem ou não) prefere os brucutus, os cabeças de área, os chamados homens de contenção, ao craque, ao talento, à criação, à beleza.

    Tanto prefere que procura dar a esses pernas de pau todas as facilidades e prerrogativas para parar as jogadas de Neymar e de outros que ousam entrar em campo para driblar, prender a bola, ficar com ela, pensar a jogada, executá-la. Não estranha que seja uma parte tosca e inculta da torcida e da própria mídia, uma parte sem nenhum refinamento para apreciar o que o futebol tem de melhor e mais bonito, e que até por isso se manifesta através da linguagem pobre dos chavões e lugares-comuns, como "chegar junto", "chegar atrasado", "jogo de contato" e outras expressões chinfrins que tentam justificar o antijogo. Pessoas que se identificam mais com o antijogo do que com o jogo. Enfim, chegamos lá. Como sugeriu José Saramago, a sociedade parece ter atingido o último estágio antes do grunhido. 

    - Fernando Calazans 

    Marcadores:

    domingo, maio 20, 2012

    Falando de cadeira


    Esse ex-tenente-coronel Lopes Lima... afirmando que os militares não praticavam tortura... que a cadeira de dragão era apenas para imobilizar os prisioneiros... muita caradepau, né não?
    Cara de pau, de arara.

    sábado, maio 19, 2012

    Pela COCHLEA: Otis Redding & Booker T and MG's - Try A Little Tenderness (Monterey '67)

    Marilyn Monroe Sings 'Happy Birthday' to JFK, May 19, 1962: A Photographer Remembers



    A half-century ago, on a spring night in New York City, 35-year-old Marilyn Monroe — literally sewn into a sparkling, jaw-droppingly tight dress — stood in a spotlight on a dark stage. She took a breath, began to sing — and 15,000 men and women who filled the old Madison Square Garden that night knew, simply knew, that they were seeing and hearing something that they would never, ever forget.

    see the gallery:
    Marilyn Monroe Sings 'Happy Birthday' to JFK, May 19, 1962: A Photographer Remembers - LIFE:

    photo by BILL RAY

    sexta-feira, maio 18, 2012

    Dez perguntas para a Comissão da Verdade »

    Dez perguntas para a Comissão da Verdade »  leia aqui

    Vinte e sete anos após o fim da ditadura, grupo poderá desvendar segredos como o destino dos desaparecidos.

    Lula no Facebook




    (Joinville, SC)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges
     

    Marcadores: ,

    Flavio Colin inspira nova fonte tipográfica

    O aço que engole a floresta


    Carvão de mata nativa é usado para produzir ferro-gusa que alimenta grandes siderúrgicas



     Cleide Carvalho, O Globo



    Fabricantes de aço e ferro-gusa instalados no entorno do polo de Carajás, na divisa do Pará com Maranhão, ainda usam em seus fornos carvão de mata nativa, parte dela extraída ilegalmente de terras protegidas

    Para cada tonelada de ferro-gusa são necessários 875 quilos de carvão vegetal. No caso de mata nativa, essa quantia corresponde a pelo menos 600 metros quadrados de mata. Para piorar, os fornos primitivos em regiões de floresta são ineficientes, com perdas entre 40% e 50% do poder calorífico,

    Na cadeia de produção do ferro-gusa são comuns também denúncias de trabalho escravo.

    leia reportagem: 
    O aço que engole a floresta - O Globo

    Pela COCHLEA: Lirinha cantando Sidarta (Jorge du Peixe & Paes de Lira)

    Paulo Ramos escreve sobre Caloi, o desenhista argentino



    s militares queriam criar uma boa impressão aos outros países. Uma das iniciativas foi uma peça publicitária, que pedia aos torcedores não jogarem papéis no gramado.
                                                           O senão da campanha é que jogar "papelitos" no campo era uma tradição entre os torcedores do país.
    Um estranhamento inicial já havia sido feito por Caloi em sua tira. Clemente se perguntava como é que os argentinos ficariam sem jogar papeizinhos no gramado dos estádios?
    A resposta foi canalizada justamente no telão que trazia o personagem. Durante os jogos, o personagem aparecia correndo e aparecia a frase "tiren papelitos, muchachos".
    Dito e feito. Na final da Copa, quando a Argentina se tornou campeã ao vencer a Holanda, o gramado parecia ser formado por papéis, tamanho o volume arremessado ali.


    leia o artigo aqui:
    BLOG DOS QUADRINHOS - UOL Blog

    quinta-feira, maio 17, 2012

    Os obstáculos da Comissão da Verdade são como uma cortina de ferro verde-oliva


     Para autores de crimes de morte com esquartejamento, assassinatos de empalados, e por enforcamento, por excesso de pancadas e choques, por amputações, pelas torturas mais horrendas. São monstros de desumanidade. Nisso equivalentes aos que enojaram o mundo por fazerem as mesmas coisas nos campos de concentração nazistas e com prisioneiros, civis mesmo, nas zonas da guerra.

    Não há por que contar-se com repentinos acessos de coragem dos coronéis Ustras e dos policiais que com eles agiram, para regurgitarem as verdades dos seus feitos, só porque postos diante da comissão. Arquivos vão ser descobertos e estripados, é provável que outros sejam entregues, mas não será fácil obter colaborações para as respostas mais negadas até aqui.

    coluna completa : 
    Janio de Freitas - Nossa cortina de ferro

    Palavras: Dilma Rousseff



    Se existem filhos sem pais, se existem pais sem túmulos, se existem túmulos sem corpos, nunca, nunca mesmo, pode existir uma História sem voz. E quem dá voz à História são os homens e as mulheres livres que não tem medo de escrevê-la.

    - Dilma Rouseff

    quarta-feira, maio 16, 2012

    New Book Claims Zodiac Killer is Alive and Still Living in Solano County


     

    He was one of the great — if that’s the word for it — serial killers in modern American history. Over several months in 1968 and 1969, the Zodiac Killer stabbed or shot five people in the Bay Area, then taunted authorities in some two dozen cryptic messages sent to the San Francisco Chronicle and other publications until 1974. Now,  more than 40 years later, a former California Highway Patrol officer says he knows who the murderer was — and that he’s still alive.

    New Book Claims Zodiac Killer is Alive and Still Living in Solano County | NewsFeed | TIME.com

    Charge Verdadeira




    (São Paulo, SP)

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    O velho ditado – a pressa é inimiga da perfeição – foi virado do avesso. Agora nada é perfeito se não for instantâneo.

    Rosiska Darcy 

    A aceleração, que até aqui foi vivida como fator de progresso, atinge um momento em que pode se tornar fator de retrocesso. A cultura do imediato, do eterno presente, da volatilidade e da fugacidade, não favorece a compreensão de problemas que se estendem no longo prazo, a exemplo da crise ecológica, talvez o maior desafio colocado à inteligência humana. Que mentes viciadas na satisfação instantânea, no estilo zapping, serão capazes de reconhecer e equacionar um problema que se enuncia em décadas e cuja solução exige, hoje, renúncias em nome do amanhã? É mais fácil olhar para o umbigo do que para o horizonte.

    Viciado na aceleração, o psiquismo, por adaptação, se transforma e, na urgência do instantâneo, vai perdendo a capacidade de reflexão. Daí ser mal percebida a revolução cultural que está moldando as dimensões essenciais da vida como trabalho e as relações de amor e de amizade. Esses sentimentos, que amadureciam no tempo da convivência, encolheram em relações virtuais, efêmeras e indolores.

     leia artigo complexo:
    Rosiska Darcy - Blog

    Norah Jones - Miriam



    Oh Miriam, that's such a pretty name
    And I'll keep saying it until you die
    Miriam, you know you done me wrong
    I'm gonna smile when you say goodbye
    Miriam, you know you done me wrong
    I'm gonna smile when I take your life

    terça-feira, maio 15, 2012

    Cachoeira continua alagando tudo



    (Belo Horizonte, MG)
     
     
     
     
    (Rio de Janeiro, RJ)
     
     
     

    (Belo Horizonte, MG)
     
     
     
     

    (Rio de Janeiro, RJ)
     
     
     
    clique nas charges para ve-las maiores
    para ver outras charges clique em
    "marcadores: charges" 
     

    Marcadores: , ,

    Deu no New York Times: Conflitos atrasam obras de construção no Brasil




    Homens com fardas camufladas ainda patrulham o enorme canteiro de obras, refletindo um dilema para os governantes brasileiros. Num momento em que eles agem para explorar uma das últimas grandes reservas mundiais de energia hidrelétrica, a Bacia Amazônica, greves e rebeliões nos maiores projetos provocam atrasos e estouros orçamentários.



    leia a materia completa de Simon Romero: 
    Conflitos atrasam obras de construção no Brasil - New York Times

    Eike compra 50% do Rock in Rio





    (Campinas, SP)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Mundo trava guerra pelo controle da web - O Globo






    Na guerra por controlar essa massa de gente conectada e as informações que trafegam no ambiente on-line, de um lado, estão os governos e a indústria tradicional, que almejam o retorno ao status quo e desejam preservar seus direitos e a soberania das nações. Do outro lado, estão empresas de internet, parte da sociedade civil, entidades como a Electronic Frontier Foundation, e os hacktivistas, que pregam a liberdade na internet.


    materia completa aqui: 
    Mundo trava guerra pelo controle da web - O Globo

    segunda-feira, maio 14, 2012

    Pela COCHLEA: Malia - Wild Is The Wind

    Stop Worrying: There’s No Political Downside To Backing Gay Marriage | The New Republic

    Will Obama’s Wednesday embrace of same-sex marriage equality hurt him in November? The short answer is: possible, but not likely.

     So don’t believe the hype. Obama’s pronouncement is not a game-changer for his opponent and might even, at the margin, help Obama rather than hurt him. And here’s what’s most important: It was just the right thing to do and history will judge him—and his opponent—on that basis.

    read full article here
    Ruy Teixeira: Stop Worrying: There’s No Political Downside To Backing Gay Marriage | The New Republic:

    Poll: The Cost of the Gay Marriage Evolution



    And so independents, already warm to Mitt Romney, are twice as likely to reject the Obama evolution as they are likely to embrace it.

    see results:
    Poll: The Cost of the Gay Marriage Evolution

    Vi: Maelstrom (Denis Villeneuve, Canada, 2000)



    Depois dos ótimos Incendies e Polytechnique, voltamos para o primeiro filme de Villeneuve.
    Ainda bem que se aprimorou com o tempo, pois este fica abaixo.

    Tem uma história boa para contar  - uma mulher atingida por um redemoinho de emoções que vai dissolvendo sua vida - mas prefere rechea´la de desvios surreais, sem atingir em troca um clima.

    Safatle: nada nos fará perdoar aqueles que nem sequer tiveram a dignidade de pedir perdão



    Os torturadores acreditaram poder dormir em paz, sem o risco de acordar com os gritos indignados da execração pública e da vergonha. Eles criaram um "vocabulário da desmobilização", que sempre era pronunciado quando exigências de justiça voltavam a se fazer ouvir.

    "Revanchismo", "luta contra a ameaça comunista", "guerra contra terroristas" foram palavras repetidas por 30 anos na esperança de que a geração pós-ditadura matasse mais uma vez aqueles que morreram lutando contra o totalitarismo. Matasse com as mãos pesadas do esquecimento.
     
    Esses jovens que apontam o dedo para os agentes da ditadura, dizendo seus nomes nas ruas, honram o país por mostrar de onde vem a verdadeira justiça. Ela não vem de um Executivo tíbio, de um Judiciário cínico e de um Legislativo com cheiro de mercado persa. Ela vem dos que dizem que nada nos fará perdoar aqueles que nem sequer tiveram a dignidade de pedir perdão.
     
     Vladimir Safatle
     


    Mãe de político ganha os piores presentes




    (Curitiba, PR)
     
    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    Mad Men não viajou em relação aos Rolling Stones


    No Mad Men dessa semana (aqui no Brasil) Don Draper vai a um camarim contratar os Rolling Stones para fazerem um anuncio de feijão enlatado.

    Li comentários dizendo ser isto um absurdo, muito fora da real, que os Stones da época não se venderiam por um comercial, etc.

    Como não? Vejam o anúncio abaixo: 
     
    Quem acabou posando com uma lata de feijão Heinz nas mãos foi Roger Daltrey, do The Who. Mas era um anti-comercial, paródia da propaganda para a capa do disco The Who Sell Out.
     

    Ruralistas querem redefinir trabalho escravo

     Menos de 24 horas após impedirem a votação em segundo turno no plenário da Câmara da proposta de emenda à Constituição que expropria terra de quem explora mão de obra escrava, os ruralistas já apresentaram, ontem, projeto que conceitua o que é trabalho escravo. Mas o texto, do deputado Moreira Mendes (PSD-RO), um dos líderes ruralistas, minimiza os abusos e reduz as situações análogas às de escravos.

    mais aqui
    Notícias > Ruralistas querem redefinir trabalho escravo

    Podes crer, amizade


    Gente, esse Cachoeira tem tantos amigos! Apenas amigos. Ele deve ser um sujeito muito legal...

    ..

    domingo, maio 13, 2012

    Charges Maternais


    ANGELI
    (São Paulo, SP)




    (Belo Horizonte, MG)





    (Rio de Janeiro, RJ)





    (Jau, SP)

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: , , , ,

    Pela COCHLEA: John Lennon - Mother

    The King of the Wild Things Is Dead. Long Live the King. Maurice Sendak (1928-2012) | The Comics Journal



    Maurice Sendak, creator of Where the Wild Things Are, is dead at 83. He knew that would be the first line of his obituary, he told me once, in a tone that conveyed more resignation than pride. He was an artist, first: That his work spoke to children was important to him, but he disliked being limited to the realm of childhood alone. That’s why, earlier this year, he told Stephen Colbert: “I don’t write for children. … I write, and somebody says ‘That’s for children.’” Sendak’s work speaks to us all, and his work extends beyond children’s picture books. He’s designed sets for opera and dance productions, illustrated Herman Melville’s Pierre, created album covers, posters and dust jackets for adult books. His inspirations span both genres and age categories: Melville, Mozart, Winsor McCay, William Blake, Walt Disney, Maxfield Parrish, Jacob and Wilhelm Grimm, Stan Laurel and Oliver Hardy.

    The book that leads all obituary notices — Where the Wild Things Are (1963) — remains a revolutionary work. As protagonist Max moves toward and then more deeply into the land of the wild things, the pictures command more and more space. When the “wild rumpus” begins, Sendak — for the first time in children’s picture books — provides three two-page spreads without words. Max has left the world of language, and can communicate only through his wordless, wild cavorting. Beyond its formal innovations, the book is unusual in its respect for the natural ferocity of children. Max hangs his teddy bear by the neck, terrorizes the dog, and shouts at his mother. Yet, when he returns home from the land of the wild things, he faces no punishment. He finds “his supper waiting for him and it was still hot.”[i]

    BY Philip Nell

    READ WHOLE ARTICLE:
    The King of the Wild Things Is Dead. Long Live the King. Maurice Sendak (1928-2012) | The Comics 
     Journal

    sábado, maio 12, 2012

    Laertevisão


     
    (São Paulo, SP)
     
     
     

    Marcadores: ,

    Suzanne Collins: Hunger Games author who found rich pickings in dystopia | Books | The Guardian


    She's the top-selling Kindle author and the film of her book has made £300m worldwide – yet Collins remains an enigma

     

    It's Occupy meets Big Brother meets a bit of magic.

    "I don't write about adolescents. I write about war for adolescents."

     whole article: 
    Suzanne Collins: Hunger Games author who found rich pickings in dystopia | Books | The Guardian


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER