This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, julho 08, 2016

    As muitas faces de Eduardo Cunha





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Senator Bobby - Wild Thing (1966)

    Violência Policial: ONG aponta extorsão de traficantes e cultura do extermínio na polícia do Rio




    "Danilo* formou-se policial na última década e começou a trabalhar em um batalhão de uma área da região metropolitana do Rio de Janeiro com altos índices de criminalidade. Ele conta que matar suspeitos de serem membros de facções criminosas era uma rotina entre os colegas: “Matar bandido é o que era exigido como bom resultado por meus superiores”.

    O policial Danilo também disse na entrevista que o objetivo de algumas operações das quais participou era matar supostos traficantes de drogas porque os oficiais acreditavam que essas ações eram necessárias para combater o crime. Em outros casos, no entanto, policiais executavam pessoas para manter suas atividades corruptas. Nesse sentido, Danilo disse à ONG que alguns policiais sequestravam traficantes, recebiam o resgate e depois os executavam, e outros executavam pessoas para serem conhecidos como “assassinos” entre os traficantes, podendo assim extorquir mais dinheiro deles. Ele disse que seu batalhão recebia toda semana cerca de 120.000 reais de traficantes de drogas “para não entrarmos nas favelas, ou para avisarmos antes de entrar”. Esse acordo é tão comum no Rio de Janeiro, disse, que tem até nome: “o arrego”.

    As conclusões do estudo não só apontam uma cultura de extermínio de alguns policiais militares mas também o descaso por parte da Polícia Civil para investigar os crimes – em 52 dos 64 casos examinados não havia registro algum de que peritos analisaram a cena do crime.

    As críticas também contemplam a inércia do Ministério Público Estadual na hora de fiscalizar as investigações e processar os policiais. O MP disse à Human Rights Watch que apresentou denúncia em apenas quatro – ou 0,1 por cento – dos 3.441 casos de homicídios cometidos pela polícia que foram registrados entre 2010 e 2015. Nos 64 casos investigados, os promotores de Justiça sequer apresentaram denúncias em 36 deles, “apesar de evidências críveis de que a polícia havia acobertado um caso de uso ilegal da força”, denuncia o relatório. Apenas oito casos foram julgados e só quatro resultaram na condenação dos policiais envolvidos."

    mais na reportagem de Maria Martín
     

    Violência Policial: ONG aponta extorsão de traficantes e cultura do extermínio na polícia do Rio | Brasil | EL PAÍS Brasil

    Cláudia Cruz também quis chorar, mas não conseguiu




    A interpretação de Eduardo Cunha durante a renúncia despertou o interesse de alguns diretores que agora em vez de ‘a frente da câmara’ querem Cunha ‘na frente da câmera’.

    Cláudia Cruz também quis chorar, mas não conseguiu

    Brasília alagada

    Marcadores: ,

    Lágrimas de...


    LEANDRO FRANCO

    IMAGENS







    MARIO DE BARI

    pela cochlea: Ballake Sissoko & Vincent Segal - Chamber Music

    Lágrimas de lama





    (Santo André, SP)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Ato falho: Cunha diz que chorou porque estava muito trust





    "Após ter chorado durante a renúncia da presidência da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha teria confessado a amigos que chorou porque estava muito “trust”. O ato falho teria ocorrido na despedida da presidência que aconteceu em uma pizzaria em Brasília. A confusão foi recebida com uma grande gargalhada de todos os presentes."

    leia mais

    Ato falho: Cunha diz que chorou porque estava muito trust:

    Cry baby





    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    quinta-feira, julho 07, 2016

    Choro de Cunha durante renúncia pode dar o primeiro Oscar ao Brasil




    “SE ganhar é provável que derreta a estátua”, disse um amigo próximo.

    leia mais: 
    Choro de Cunha durante renúncia pode dar o primeiro Oscar ao Brasil:

    Em busca do GIF perfeito para o choro de Eduardo Cunha





    Tão agitada como Brasília nesta quinta estão as redes sociais com a renúncia de Eduardo Cunha da  presidência da Câmara. Uma das competições mais acirradas é a de quem postará o GIF perfeito e definitivo para representar o momento em que o deputado chorou.

    veja a galeria
    Renúncia Eduardo Cunha: Em busca do GIF perfeito para o choro de Eduardo Cunha | Brasil | EL PAÍS Brasil:

    Crocodilo



    (Recife, PE) 
    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Abayomy Afrobeat Orquestra - Abra Sua Cabeça

    vou cantar
    pra minha cabeça
    antes que eu esqueça
    de você meu bem

    Coveiros





    (Porto Alegre, RS)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Vi iris: LAMB (Ross Partridge, EUA, 2015)



    O nome do filme já diz do ser a ser sacrificado, do bichinho indefeso rondado por um lobo mau, senhor pervertido a atacar garotinha... ou não? Algo mais intenso, mais desesperado,mais dolorido, mais belo. Nesse fio da navalha caminha a historia. Quais as intenções do lobo? Aonde isto vai chwgar? Como sente a menina? Sair do esquálido urbano para a amplidão rural é uma revelação que vale? O que fica depois? Um filme excelente. com boas atuações.

    The Faith Militant were religious populists, yes — and also brutal thugs whose punishments were unjust



     Cheering the High Sparrow's death: Why the end of this "Game of Thrones" villain was so satisfyingEnlarge

    "The law” that concerned the High Sparrow was not the law of the State but religious doctrine in a kingdom that almost seemed pluralistic by default, with its key players too concerned with vying for power in this life to care about the next. Equal application of an inherently discriminatory law that derives its moral authority entirely from religious text, without regard for the spiritual beliefs of those to whom it is applied, is not a liberal value. (One is reminded of a rueful Anatole France on the “majestic equality of the laws, which forbid rich and poor alike to sleep under bridges, to beg in the streets, and to steal their bread.”) The High Sparrow’s dispiriting tendency to demand religious conformity with might was perhaps his most loathsome quality. His martyrdom might have been acceptable, heroic, even, if he hadn’t consigned Margaery and the citizens she exhibited clear concern for to the same fate, either by stupidity or by actual indifference to their lives. Forced martyrdom isn’t martyrdom at all. It’s murder."
    read more


    Cheering the High Sparrow’s death: Why the end of this “Game of Thrones” villain was so satisfying - Salon.com

    quarta-feira, julho 06, 2016

    Game of Thrones’ High Sparrow didn’t rape, murder, or pillage — why did viewers hate him anyway? - Vox


     

    "On the show and the books, [the High Sparrow] is an apparently sincere man of the people, one of the few commoners to play a political role in Westeros," he wrote. "He champions equality before law, redistribution of wealth—ideas far closer to liberal values than anything his antagonists support. It is impossible, based on the text, to imagine a Westeros ruled by the Faith Militant would be worse off than the Westeros we see."

    "My point," he concluded, "is just that it says something interesting about the story itself and (especially) our pop culture mavens that so many people identified with the privileged warmongering aristocrats in their struggle to crush the story’s lone popular uprising."


    read analysis by Emmett Rensin​

    Game of Thrones’ High Sparrow didn’t rape, murder, or pillage — why did viewers hate him anyway? - Vox: "

    Bolsonao se joga nos braços do publico mas cai de cara no chão


    "A fama subiu à cabeça de Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Se sentindo um astro do rock, ele resolveu pular de cima do carro de som em cima da galera, durante um comício no Rio. Acontece que ninguém segurou o deputado, que caiu de cara no chão."

    leia mais 

    nfde.xyz |

    pela cochlea: The Piccadilly Players - Sunny Skies - 1928.

    Jabba the Mendes





    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Márcio Vito é Ricky Goodwin


    Márcio Vito é Ricky Goodwin

    JÂNIO -. Eu vivia num ambiente de marcado constrangimento. Passei a escrever e ultimamente a pintar. Dia 15 de junho lanço o meu Dicionário Conciso da Língua Portuguesa.

    JÂNIO APANHA ALGUNS VOLUMES DE LIVROS QUE ESTÃO NA MESA E PASSA PARA TODOS FOLHEAREM

    Jaguar - (AVALIANDO SEU CONTEÚDO PELO PESO) É um dicionário bem grosso.

    Ricky – E olha que esse é o Conciso, hein!

    JÂNIO - Costumo dizer que tem duas finalidades: uma interna, para quem quer estudar, outra externa, para quem o leve na cabeça.

    Ricky - Vou passar a andar armado com um dicionário.




    As Grandes Entrevistas do Pasquim
    Episódio Quatro: Jânio Quadros
    Segunda às 20:00 horas
    Terça às 16:30; Domingo às 11 horas
    Canal Brasil

    Alessandra Colasanti é Iza Freaza


    Alessandra Colasanti é Iza Freaza

    Iza - O senhor era um imperialista! Queria anexar as Guianas! E depois anexaria o Uruguai. a Bolívia, o Peru...?




     As Grandes Entrevistas do Pasquim
    Episódio Quatro: Jânio Quadros
    Segunda às 20:00 horas
    Terça às 16:30; Domingo às 11 horas
    Canal Brasil

    (foto ricky goodwin)

    Temer avalia nomeação de militar para a Funai e eleva tensão com indígenas


     


    "O General Peternelli representa também os interesses da bancada evangélica que, junto à bancada ruralista, tem se mostrado contrária aos direitos dos povos indígenas e favorável à PEC 215", dizia um trecho da carta. A PEC 215 é uma Proposta de Emenda à Constituição que tira da Funai a prerrogativa de pedir ao Executivo a demarcação de terras. Pelo texto, a decisão passaria a ser do Congresso."

    leia mais
     
    General Peternelli na Funai: Temer avalia nomeação de militar para a Funai e eleva tensão com indígenas | Brasil | EL PAÍS Brasil

    A maconha é uma nova commodity


     grow


    "Vejam o caso do Canadá, um país enorme como o nosso, que é o quarto mercado mundial em orgânicos. Em março, o país fechou um acordo de equivalência com a União Europeia que tornará possível a exportação dos produtos orgânicos canadenses. No Brasil, um acordo semelhante está parado desde 2007 e não existem nem sequer números oficiais sobre a produção e a comercialização de orgânicos. Este é um número que tem muito mais a ver com os tempos em que vivemos: 59% dos canadenses estão conscientes de que plantar orgânicos é melhor para o meio ambiente. Isso se chama visão de futuro.

    Outra clara commodity do mundo em que vivemos é a maconha. De acordo com um estudo recente elaborado por técnicos da Câmara Federal a pedido do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), a legalização da maconha poderia render ao Brasil cerca de 6 bilhões de reais apenas em impostos -um cálculo feito por baixo, levando em consideração que apenas 2,7 milhões de brasileiros fumam maconha recreativamente, um número claramente subestimado (nos EUA são mais de 20 milhões). O país também economizaria quase 1 bilhão de reais no sistema prisional se não ocorressem prisões relacionadas à maconha."


    leia artigo de Cynara Menezes

    A maconha é uma nova commodity - Socialista Morena:

    terça-feira, julho 05, 2016

    Augusto Madeira é Jaguar


    Augusto Madeira é Jaguar

    Jaguar - Atribuem ao senhor a frase explicando o seu gosto pela bebida: "Bebo porque é líquido. Se fosse sólido, come-lo-ia". Essa frase é minha! Claro que a minha versão é menos rebuscada, não tem mesóclise.. Mas quem entende realmente de bebida aqui nessa mesa sou eu!

    JÃNIO - Coloquemos isto à prova, Jaguar (ENCHENDO NOVAMENTE O COPO DO JAGUAR DE UISQUE, E EM SEGUIDA O SEU)




    As Grandes Entrevistas do Pasquim
    Episódio Quatro: Jânio Quadros
    Segunda às 20:00 horas
    Terça às 16:30; Domingo às 11 horas
    Canal Brasil

    (foto ricky goodwin)

    Daniel Braga e Ziraldo



    Daniel Braga é Ziraldo.

    Ziraldo - Me lembrei de uma historia engraçada. O senhor saiu de Inhapim e foi de carro até Caratinga. Chegando lá seu assessor local lhe informou quem eram as personalidades e quais eram as queixas da cidade. Seu Rocha, Dona Isabel ,o problema da xistossomose, os proble¬mas do café... ele deu todo o relatório para o senhor. Seu cabo eleitoral lá era o Zito Chagas, um dos chefes políticos que sempre estavam buscando votos. Então o senhor fez um discurso: "Quero cumprimentar Caratinga... e o seu Rocha... e a Dona Isabel, velha professora..." O assessor tava doido pro senhor falar do Zito Chagas e ficava lá atrás: "Fale do Chagas... Fale do Chagas...' Aí o se-nhor falou: "... porque essa região aqui tem o problema da xistossomose, da doença de Chagas..." (RISOS GERAIS)





    As Grandes Entrevistas do Pasquim
    Episódio Quatro: Jânio Quadros
    Segunda às 20:00 horas
    Terça às 16:30; Domingo às 11 horas
    Canal Brasil


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER