This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    domingo, fevereiro 27, 2005



    PREMIADOS DO SALAO CARIOCA DE HUMOR



    RICO
    (Manhuaçu, MG)
    "Bomb-Man"
    Cartum Finalista






    Bem, chegou a hora, o XVI Salao Carioca de Humor está se aproximando, e esta é a sua semana inaugural.
    A mais quente, com atrações sensacionais, e com 6 convidados internacionais e 25 convidados nacionais - além dos artistas daqui!

    E está na hora tambem de inaugurar, aqui no blog0news, a exposicao virtual com os
    PREMIADOS DO CONCURSO DO XVI SALAO CARIOCA DE HUMOR.

    Quem nao pode visitar a exposição real nas Arcadas da Casa de Cultura Laura Alvim (Ipanema, Rio) tem assim a oportunidade de conhecer o melhor da produção atual do humor gráfico brasileiro.

    Os leitores antigos já sabem: a cada dia mostraremos uma obra finalista (entre mais de 1800 de todas as regioes do Brasil e de outros países) na ordem inversa de classificação (pra fazer suspense) e seguindo as categorias Cartum - Charge- Caricatura - Quadrinhos.

    Espero que gostem. E aguardamos sua opiniäo sobre cada um.

    adendo
    amanhã publico a programação desta primeira semana.




    domingo, fevereiro 20, 2005





    PARABENS ADAO 40 ANOS !!!

    domingo, fevereiro 13, 2005





    Muita força e carinho para o amigo querido Laerte...

    JAGUAR, O FERA DO HUMOR


    - Desse jeito você vai acabar perdendo todos os seus amigos.


    Me lembrei do comentário de Rafael Lima neste blog0news:
    Você vai ficar maluco se tentar colocar uma ordem nos cartuns do Jaguar, Ricky. No máximo, acho que dá para fazer alguma separação temática: cartuns, charges, quadrinhos e olhe lá.
    Pra piorar, isso dele não guardar originais e os originais que guarda serem em tamanho micro; talvez vais ter que espalhar tudo num paredão só. Ou vários.
    O que eu mais gostaria de ver seria uma seleção das tiras dos Chopniks ampliada. Isso seria de chorar.


    Pois é, Rafael, pena que não achei ainda nenhum original do Chopnics.
    Nem do Sig!
    Mas aqui vai outra turma pra você matar saudades...



    A IMPRENSA IMPRENSA


    Gil ministro se deixar fotografar em sua casa sendo depilado é esquisito
    mas nem se compara ao uso que acabou sendo dado à matéria pela editoria da Folha.

    A imagem acima reproduz a parte de cima (a principal) da primeira página da Folha de São Paulo de hoje.
    A Folha promove uma campanha com denuncias reais ou exageradas contra gastos supérfluos de integrantes do Governo, encaixando-os no sentimento já arraigado entre o povo de existir um deslumbramento por parte dos recém-chegados ao poder. (Vide o caso AeroLula).

    A foto de Gil não tem nada a ver com a história. Ele está sendo depilado, por senhora contratada de seu bolso, a fim de sair num bloco no carnaval onde todos estarão lisos nos torsos. Mas não tá ali encaixando direitinho nos ministros que tão embolsando a grana do pobre povão sofrido?
    O que fica, pra quem bate o olho?

    (Pra quem não tem lupa periférico ao computador, esse sample do site da Folha dá uma pala do que trata o texto miudinho à direita:)



    CASO LUMA

    Ela é exagerada em suas paixões mas neste caso estou com Cora Rónai.

    Abrir enormes espaços numa primeira página de jornal para Lumas é um acinte. É esfregar na cara do leitor que ele é um idiota. E que se pode fazer a imprensa de joguete.

    Os fotógrafos combinarem de se vestirem de preto quando tiverem que fotografar Luma é pouco. Os fotógrafos deveriam se recusar a tirar fotos dela e os editores a publicar matérias com ela. Se a onda é essa, mulher boa disposta a aparecer com peles de fora não falta. E muito mais interessante.

    A escrotidâo que ela armou pra cima de um fotógrafo no resort da Bahia seria suficiente para ela passar um tempo na geladeira das pautas. Mas Luma tem um currículo vezeiro de sacanear a imprensa quando lhe interessa e logo depois bajular a imprensa quando lhe interessa. Os jornais, principalmente os grandes jornais, deveriam acudir mais para o que lhes interessa - ou o que é realmente importante para o leitor - do que para os interesses de celebridades, a maioria dos quais eles mesmos fabricaram sobre substancias totalmente vazias e desprovidas de sentido (a não ser aquele bom sentido do Casseta & Planeta, o de dentro pra fora ou de fora pra dentro).

    Os argumentos pelo enorme estampar de Luma na cobertura do carnaval é que ela é notícia. Portanto, merece o espaço. Luma é Oliveira é notícia falsa. É uma grande mentira, como a sua alegada gravidez. Se apresentassem aos editores de primeira página, uma manchete do caralho, que venderia jornal à bessa, mas que fosse uma notícia falsa, uma cascata inventada, eles publicariam?

    Críticos da questão protestam o espaço dado a uma pessoa "que passa valores tão errados". Não é por aí. Os editores do Globo e alguns leitores contra-argumentam que então não se poderia destacar imagens de facínoras na primeira página, ntidiamente maus-exemplos.
    É pelo lado realmente da notícia (e aqui estou falando em jornalismo e não em vender jornal): um serial killer matou diversas pessoas. Um ditador aterrorizou um país. E assim por diante? O que fez Luma para ser notícia? Deu para um bombeiro, um policial, um milionário? É boa e gostosa? Ao contrário do facínora, Luma apenas fascina.
    Não por brilho próprio mas pelos reflexos dos refletores que lhe rodearam.

    Está mais do que na hora de toda a imprensa dar uma faxina naquilo que pensa que fascina. Luma é uma ponta quente e ardente de um iceberg que é este cultura de culto à celebridade vigente e incentivado pela imprensa em cima do nada. Isto é que "mina os nossos valores". Não são os ídolos com pés de barro, são as personalidades com cérebro de minhoca e formigas no rabo e um nada nas veias.

    Dizem "é disso que o povo gosta", numa falsa modéstia de ocultar o quanto os meios de comunicação formam (e deformam) este gostar.

    Outro argumento pró-Luma é o da folia momesca, que carnaval é hora de mulher despida na capa, e que Luma de Oliveira representa o carnaval. Que carnaval, cara-pálida (e bota pálida nisso) ? Num momento em que os blocos estão bombando, que o carnaval de rua retoma as ruas, que o desfile sambadrome passa por alterações coreográficas significativas...

    ou - para nos mantermos dentro do raciocínio de que o verdadeiro carnaval é mulher gostosa e pseudo-pelada nas fotos -
    há uma nova geração de seres femininos bem-dotadas de carne que "representariam o carnaval" com mais pujança e atualidade e - como classificam - mais formas de "conteudo jornalístico". Luma já deu o que tinha que dar (embora, com certeza, vai continuar dando e muito).

    Resumindo, houve tres grandes notícias no carnaval. Realmente destaques para capas. A velha guarda da Portela ter sido impedida de desfilar. As inovações da Unidos da Tijuca. A vitória na quarta da Beija-Flor. Alguem viu Luma de Oliveira provocando uma fração do reboliço destes acontecimentos?
    Com bases jornalísticas, uma senhora portelense chorando na avenida seria muito mais destaque que uma Luma posando estática.
    Com base na promoção de vendas (o que realmente manda na imprensa de hoje) está mais do que na hora de entrar lumas, quer dizer, numas, e dispor outras sobre o balcão do açougue.

    E com base de vergonha na cara tava mais do que na hora de mandar essa mulher vestir uma calcinha, calar a boca, e aproveitar as mangueiras disponíveis pra baixar o fogo de sua ardência por notoriedade. Quem gosta de sequestrar e dar porrada em fotógrafo deveria ser notícia é de página policial.



    GONGO PRO GONZO

    Mas uma polemica muito mais interessante de se acompanhar no carnaval foi detonada por Pedro Doria ao descascar Hunter Thompson a propósito do lançamento no Brasil (tantos, tantos anos depois) de "The Great Shark Hunt", coletanea de reportagens deste jornalista ensandecido em início de carreira.

    Som, fúria e paspalhice - Pedro Dória

    Rafael Lima responde na cara do gol

    Tréplica bem-humorada de Pedro Dória

    Uma explicação, digamos, "técnica", do Insanus

    Meu pitaco seria apenas pra dizer que se a abordagem refere-se especificamente a este livro, tem um certo sentido, principalmente pois os americanismos do caçador Hunter irritam nossa pele machucada de cá

    mas se pretende comentar o jornalista Hunter S. Thompson ou o jornalismo Gonzo,
    fica deslocado pois The Great Shark Hunt é pois é uma obra inicial e meio verde ainda em sua carreira.

    desculpem a comparação mal-ajambrada
    mas seria como discorrer sobre a música dos Beatles com base em She Loves You.
    (Pensando bem, como se baseia numa versão traduzida do Thompson, seria como discorrer sobre a música dos Beatles com base em portugues de I wanna hold your hand.)

    sábado, fevereiro 12, 2005



    agora estamos publicando o resultado parcial da pré-seleção entre os inscritos na categoria de quadrinhos para o concurso do salao carioca de humor.
    o texto se encontra na seção do salao carioca
    entrada pelo alto da nossa coluna da esquerda.

    a partir de amanhã estaremos publicando, a cada dia com uma categoria diferente, o resultado final da pré-seleção, com a lista dos artistas que serão avaliados pelo juri final.
    stay tuned!!



    COMENTÁRIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS

    Minha diatribe contra uma capa de Veja
    continua rendendo comentários. Desta vez recebi uma admoestação:

    A reportagem da revista VEJA, é nada mais nada menos, que, o retrato de um país mergulhado em:

    Luta pela sobrevivência diária motivada por um salário medíucre, um governo fundamentado na propaganda e um povo que vive ás escuras da educaçao (pessoas que nao tem o seu grau de conhecimento, mínimo que seja, não sao assinantes da Veja por exemplo, e talvez sequer leiam um jornal).

    Lamento sua posição com relação a verdade ( mas como diz o ditado " a verdade dói") e desejo que o trabalho profisional apresentado com caracteristicas perfeitamente lógicas e de cunho investigativo possam um dia vir a coloca-lo(a) dentre aqueles que nutrem amor, civismo, e paixao por essa terra!


    - Luís


    Ao Luís peço licença para tecer mais alguns comentários aqui, já que não deu pista de email ou URL.

    É nítido que temos olhares opostos: você leu na reportagem o retrato de um povo que ganha mal, não tem acesso à educação e é governado por atos de propaganda. Eu li na reportagem o retrato de grupos pouco éticos que distorcem os fatos (que em si são graves e nem precisariam de distorção) para torpedear um governo do qual discordam.

    Será que ambos lemos demais ?
    Pela repercussão que esta capa alcançou tanto no meio jornalistico quanto político, creio que não.
    No numero seguinte, Veja botou o galo dentro e apresentou um semi-pedido de desculpas pelos exageros contidos na reportagem e principalmente na maneira em que foi apresentada.

    Concordo com Luis que pouca gente assina a Veja (que mesmo assim é de longe a revista mais lida do país, influenciando a opinião de boa parte da população) e que pouca gente lê jornal, mas mais pessoas passam em frente a bancas e passeiam os olhos pelo o que está exposto.
    Por isto ainda mais cuidado é necessário para o que se coloca em capas de revistas das quais uma minoria lerá o fundamentado lá dentro.

    O que passou é que: o PT emburreceu o Brasil. Poucos leram os retratos maiores que ambos vimos.

    Adorei quando Luis disse que meu grau de conhecimento é mínimo (foi isso que entendi). Meu grau de conhecimento é ínfimo perto do que tenho a aprender neste mundo. Como sei pouco não tenho como afirmar com certezas que tal coisa é a pura verdade, mesmo que ela doa.
    Procuro deixar claro neste blog, por exemplo, que tudo que escrevo é opinativo, é a minha visão, e não necessariamente uma realidade absoluta.

    Agora, não entendi porque falar mal da Veja me classifique como uma pessoa que não nutre amor, civismo ou paixão por esta terra. Se justamente a Veja defende, não este tipo de amor, mas os interessses de megagrupos internacionais e a entrega do país a estrangeiros.
    E um décimo da minha trajetória pessoal seria suficiente para comprovar meu caso de amor perdido - um caso adquirido e não herdado - pelo Brasil.
    Mas um Brasil que não é nada burro.

    Bem, apesar das suposições generalizantes sobre minha pessoa, agradeço seu comentário e sua presença neste blog e espero que volte sempre.

    Via IRIS: vistos na semana
    (ou nas duas últimas semanas)

    The Sopranos (David Chase, 1999)
    La hija del canibal (Antonio Serrano, 2003)
    Maria Full of Grace (Joshua Marston, 2004)
    Meet the Fockers (Jay Roach, 2004)
    The Clearing (Pieter Jan Bruggem, 2004)
    Home at the end of the world (Michael Mayer, 2004)
    The Birds (Alfred Hitchcock, 1963)


    O carnaval geralmente é para mim período de intensas visões cinematográficas.
    Este ano meus bailes foram com os desenhos e os problemas do Salao Carioca.
    No pouco tempo livre saí para fotografar blocos.

    Nas madrugadas porem fizemos uma maratona com a primeira temporada de Sopranos, série muito bem escrita, bem filmada, e que já parte de uma premissa interessantíssima. Para ir explorando a familia, e a famiglia, através dos episódios.

    Na semana anterior consegui espremer o tempo para ver outras coisas:

    Consegui ver Maria, antes do lançamento aqui, como queria muito, e realmente é impactante. Praticamente um documentário da vida das mulas internacionais.
    A atriz, que concorre ao Oscar, está excelente. Quando rolar não deixem de ver.

    Meet the Fockers é comercial mas é muito engraçado, principalmente por conta dos atores. E em Home.. Colin Farell mostra tudo que aprendeu na Escola Joey Tribbiani de Interpretação.

    lista anterior


    TICOTICO CÁ TICOTICO LÁ

    ótima exposição na Biblioteca Nacional, no Rio,
    comemorando o centenário da seminal revista Tico-Tico.

    Dezenas de reproduções de páginas de várias fases
    com artes de Luis Sá. J. Carlos, as aventuras que encantaram gerações
    e os célebres Reco-Reco, Bolão & Azeitona.

    Todo o acervo da revista está disponibilizado em terminais de computador,
    onde há também brincadeiras virtuais baseadas nas originais da revista.



    PALAVRAS

    Volto a repetir: não vejo apenas um sentimento contra o marginal, o traficante, o ladrão. Mas contra o motoboy, contra o desempregado, contra o sujeito que não fala direito, isso apesar de a elite brasileira falar muito mal o português. Constato um sentimento difuso quase a favor do apartheid social.

    As soluções sugeridas para isso, as coisas que eu leio nas cartas dos leitores dos jornais, em geral são fascistas. Virou moda responder a quem defende os direitos humanos com o trocadilho infame dos "humanos direitos" contra os vagabundos que nos retiram o direito de andar livremente pelo calçadão. Isso quando não se defende abertamente a pena de morte, a reclusão dos garotos de rua, a diminuição da maioridade penal, a prisão perpétua. Eles querem exterminar com os pobres do Rio. Se puderem sumir com aquilo tudo -ótimo. Os meninos são os inimigos, são os nossos árabes, são os nossos muçulmanos.


    - Chico Buarque

    quinta-feira, fevereiro 10, 2005




    ... publicando desta vez o resultado da primeira pre'-selecao de caricaturas
    que v�£o passar para a fase seguinte no concurso do XVI Salao Carioca...
    leiam na seçao salao carioca, clicando no alto da coluna da esquerda.

    INTERNAUTAS NO CARNAVAL

    Domingo rolou o Photobloco, concentração de foliões e desfoliados fotógrafos cariocas, que publicam no Fotolog e outros sites de flogs.

    Tive a honra de fazer o samba-enredo deste ano
    que publico a seguir, embora tenha graça mesmo pra quem habita esse universo e conhece suas agruras.

    VIDA, APOGEU & GLORIA DA FOTOGRAFIA DIGITAL NO IMPERIO DO MUNDO VIRTUAL

    compositores: Ricky "Pacatatu"
    Adamastor Olho de Peixe
    Negão Panoramica
    Laika Raceubladi
    Lomo da Mangueira

    Subiu (oba!)
    a minha foto
    mas sumiu meus comentarios
    to me sentindo otario

    Passei (hey!)
    pra goldicam
    agora eu tenho espaço
    pra cem mensagens de spam


    É o fotobloco passando no carnaval
    Clicando a alegria com meu olho digital
    Enche meu copo que eu carrego a bateria
    E faço a folia da fotografia!

    (Entao!)

    Me add!
    Me add!
    Quero ser seu favorito
    Com minha foto na internet
    Tudo fica mais bonito

    Plis mi adi q eu ti adi!
    Quero ser seu favorito
    Num adianta dar delete
    Com reload eu republico

    Oi plis mi adi!

    BLOG GAZETEIRO

    blog0news figurou domingo entre os destaques da Gazeta dos Blogueiros.

    Uma maneira interessante de conhecer outros blogs é visitando os destaques do GB.

    MADEIRA DE LEI ?

    Madeireiros do interior do Pará estavam derrubando árvores e extraindo madeira em áreas que pertencem à União, outros em área de preservação florestal, isto é comum nessas terras onde ninguem vigia e todos fazem o que querem.
    Mas desta vez o Ibama percebeu as irregularidades e agiu cassando 24 manejos ilegais.

    Os madeireiros reagiram bloqueando uma estrada federal. Queimaram um onibus, derrubaram algumas pontes, tentaram atacar um avião federal (nisto foram impedidos). A estrada continuou bloqueada por eles durante dez dias. Enquanto isso, a fila de caminhões acumulando, inclusive desabastecendo a região de mantimentos.

    Mesmo encerrada esta manifestação, para passar será preciso reconstruir as pontes, provisoriamente de madeira. A cidade de Novo Progresso está sem energia elétrica por falta de óleo diesel.

    E o Governo? Para resolver a situação, o Governo aceitou rever a suspensão dos manejos. Na avaliação de Paulo Adário, do Greenpeace, Mais uma vez o governo cedeu ao setor, s exemplo do ocorrido em 2003, quando os madeireiros bloquearam a BR-230, obstruindo a fiscalização do Ibama. Isso demonstra que quem fala grosso consegue exatamente o que quer.

    Mas o ponto que quero levantar é outro. Todo o episódio passou praticamente desapercebido da grande imprensa no resto do país. Não houve enxurrada de cartas indignadas para os jornais.
    Aí pergunto: e se fosse o MST que tivesse promovido essa arruaça ?

    terça-feira, fevereiro 08, 2005

    .... publicando hoje o resultado da primeira pré-seleção de charges
    na seção salao carioca no alto da coluna da esquerda....

    DIVULGADO O JURO DO SALAO CARIOCA DE HUMOR

    O juri está fechado com
    Jaguar - presidente do juri e representando os cartunistas
    Claudius - representando os chargistas
    Loredano - representando os caricaturistas
    Ota - representando os quadrinhos
    Ferreira Gullar - convidado especial.

    Sempre procuramos ter um convidado especial, que não é diretamente da área mas conhece bastante o Desenho de Humor, para haver um outro olhar sobre as obras.

    Pela COCHLEA: Mardi Gras

    Sei que é um contrasenso em pleno carnaval, fluindo pelas ruas sambas e marchas e blocos e trios e tantos sons que atestam a riqueza da música brasileira
    deslocar ouvidos neste momento para outros ares
    mas New Orleans também é um caldeirão sonoro fértil e encorpado
    servido em doses generosas e fartas durante o carnaval
    que lá chamam de Carnaval.

    Hoje terça-feira gorda é o auge do carnaval.
    A excelente rádio de NOrleans que é a WWOZ estará transmitindo o dia inteiro direto das ruas com o melhor das bandas.
    A KEXP está com um especial arquivado de quatro horas com o melhor, realmente uma ótima seleção, dos grupos de Mardi Gras.

    O QUE CHAMAM HOJE EM DIA DE CARN AVAL

    Vejo a imprensa alardeando o desfile da Unidos da Tijuca e cantando sua vitoria e alguns até citando uma transformação no desfile com a inovação da bela coreografia nas alas.

    Mas é claro que não vai ganhar. Unidos da Tijuca não é uma escola de bicheiros. São cartas e desfiles marcados.

    LA VIE EN ROSE

    O deboche e a gozação são características inatas do povo brasileiro e exacerbados entre nós cariocas. Ainda bem. Nos ajuda a sobreviver.

    No carnaval a pândega e a sátira são espicaçadas pela tradição e pelos espíritos momescos. É a nossa cultura e somos assim. Pena que estamos sob o jugo de autoridades que nada tem a ver com esse espírito. As mesmas autoridades que estão minando um Rio dominado por misérias.

    Estou me referindo é claro à governadora Rosinha (e sua cara-metade-duplo-outra-face-da-mesma-moeda Garotinho)
    que mais uma vez mostra suas garras autoritãrias
    seu total senso de humor e de bom senso
    e seu desconhecimento do que representa o local que governa

    e mandou fechar uma fábrica e apreender todas as mãscaras que a mesma fabricava contendo a égide da governadora e de seu marido governador de fato.

    Há 500 anos o populacho brasileira ri assim com as autoridades. Dona Rosangela, porém, quer se por acima do riso e na contramão da histõria.

    KAR NAR VALL

    O Carnaval não é a festa máxima da cultura carioca?
    O Sambódromo não é um dos templos da religião afrodionisíaca brasileira?

    Então why the hell quando se chega lá tem um setor chamado hospitality center?

    domingo, fevereiro 06, 2005



    LULA VAI A ENCONTRO MUNDIAL DE MAGOS

    Cansado de desperdiçar seus poderes com os ingratos dos brasileiros, Lula decidiu partir numa turnê internacional e foi uma das atrações no Encontro Internacional de Magos realizado recentemente em Davos, na Suiça.

    Alguns dos magos mais poderosos do planeta foram para Davos medir suas poderes em confrontos sensacionais. Entre os duelos memoráveis, Obi-Wan Kenobi x Darth Vader, Gandalf x Saruman, e Luis Inacio x Paulo Coelho.



    foto de Ricardo Stuckert


    RESULTADO DA PRIMEIRA PRÉ-SELEÇAO NA CATEGORIA CARTUM

    CONCURSO DO XVI SALAO CARIOCA DE HUMOR

    os resultados estao sendo publicados na seção especial para o Salâo Carioca com entrada no alto da coluna da esquerda.

    sábado, fevereiro 05, 2005

    O ESQUINDÔ DA NAVE VA

    E se os seres fantásticos e o lirismo um tanto absurdo de Federico Fellini resolvessem desembarcar no Rio em pleno carnaval?


    Daniela Name faz matéria com Mattoti

    Mais um projeto do Roberto Ribeiro,
    das saudosas Bienais de Quadrinhos!

    COMENTÁRIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS





    refere-se a este post

    O RIO SECOU

    Nem preciso citar a frase de Nelson Rodrigues para recordar a glória do clássico de futebol conhecido como Fla x Flu no imaginário da história brasileira.

    Mas os nomes e as palavras hoje não valem a mesma coisa.
    E temos um Fla x Flu marcado para um sábado de carnaval.
    Sem manchete nas primeiras páginas.
    Entre dois times já eliminados da Taça Guanabara.
    Sem empolgação, sem entusiasmo, sem importancia
    e principalmente sem futebol em campo.

    Um retrato preciso do desmilinguar do Rio de Janeiro
    fenecendo no futebol e em todos os campos.


    Escolas de samba que você nunca ouviu falar

    PALAVRAS

    O Lula na presidência assustou muita gente, a cooptação do Lula pela moral peculiar dos credores e dos monetaristas transformou muitos em cínicos, a frustração da esquerda com a política economica do PT desmoralizou, por muito tempo, entre nós, as boas intenções - ou as intenções da boca para fora. Poucos dfiscursos sobreviveram à sacudida. Alguém pode alegar que o novo clima tem o efeito salutar de acabar com hipocrisias. Era confortável ser a favor de todas as causas justas em tese desde que não houvesse muito perigo de perturbarem o seu status convenientemente quo, ou exigirem um engajamento maior. A depuração do debate público entre nós, culpa do medo do PT ou da frustração com o PT, obriga cada um a ir procurar a sua turma. Reacionários assumem seu reacionarismo, radicais da esquerda o seu radicalismo. E, o pior de tudo, a maioria assume a sua resignação.

    - Luis Fernando Veríssimo

    sexta-feira, fevereiro 04, 2005

    HOMENAGEM AOS 400 ANOS DE DOM QUIXOTE
    uma das obras mais geniais de todos os tempos....



    - Gustave Dore

    quinta-feira, fevereiro 03, 2005

    PALAVRAS

    A democracia que vivemos é sequestrada, amputada. o poder do cidadão se limita a tirar um governo que náo gosta e colocar um que nao sabe se vai gostar.

    - José Saramago

    MANCHETES

    LULA VAI OPERAR PARA RETIRAR GORDURA DO NARIZ

    Ué gente, não era na língua ??

    quarta-feira, fevereiro 02, 2005



    BASTIDORES DO SALAO CARIOCA

    Estou em plenos trabalhos do XVI Salão Carioca e de certa forma o XV ainda não terminou. Hoje, por exemplo, Debora Redinger passou aqui para apanhar as obras e memorabilia da exposição do Redi que fizemos ano passado.



    Redi faleceu poucos dias antes da inauguração do evento - tinha inclusive sido convocado para o juri daquele ano - e organizamos às pressas, com muita emoção, a exposição "Redi Vivo".
    Debora morava em Nova Iorque com Redi. Com o tempo foi desmontando a casa lá e voltando ao Brasil. Agora finalmente tem um pouso no Rio e lugar para guardar as coisas do Silvio Redinger.

    Vamos sentir falta das baianas, dos lutadores de capoeira e e dos narigudos personagens de seus cartuns.

    Estamos no catálogo.
    Selecionando uma média de 18 obras de cada autor.
    A seção de cada um deles será aberto com um texto e com uma auto-caricatura especial para o Salâo.















    JAGUAR


    MILLOR


    LAN


    BORJALO


    Borjalo, evidentemente, não estava disponível para fazer sua auto-caricatura e vamos usar esta bela homenagem feita por Chico Caruso, publicada na primeira página de O Globo.



    COMENTARIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS

    O melhor [do FSM] foi o lula, que saiu do aero51 direto para o discurso e chamou o kirshner de ménem... vergonha.
    mas há de se dar um desconto para o coitado, vaiaram ele do início ao fim.

    Sabe que deu pena das vaias... deixou o Presidente tão nervoso que trocou nomes até. Mas o FSM irrita pela demagogia ditatorial... o Chaves (presidente da Venezuela, não o do barril) veio aqui e arrancou aplausos, aplausos de pé, beijos e flores. Lamentável.




    Refere-se a este post

    surpresa na veja dura pouco



    SALAO CARIOCA

    estamos terminando os trabalhos de pre-selecao das obras inscritas no concurso e creio que hoje no final da noite já terei como publicar uns primeiros resultados...

    terça-feira, fevereiro 01, 2005

    BASTIDORES DO SALÃO CARIOCA

    aleluia! a familia do borjalo encontrou, em seu sitio em teresopolis, uma caixa com 25 de seus originais. inclusive com alguns de seus melhores trabalhos, os incluidos no livro "O Caçador de Borboletas".

    Gustavo, seu filho, abraçou a idéia da exposição com entusiasmo e tem nos ajudado bastante. fui à casa da primeira esposa do Borjalo ver este material da caixa e tambem uma obra emoldurada, que estava na parede em teresopolis: o reencontro. esta é a principal obra do Borjalo, um edificio detalhadissimo onde cada canto e cada apartamento reproduz alguns de seus cartuns.

    uma exposicao retrospectiva do Borjalo nao estaria completa sem o Reencontro. algum dia narro aqui a historia deste quadro. é impressionante.

    não é o Reencontro mas outro classico do Borjalo:

    COMENTARIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS

    Pois é, Ricky, mas não é a soja que é anti-ecológica, é o Homem.
    Viu a a hidrelétrica que vai terminar de matar a "Mata Atlântica". (Se fosse um trocadilho, seria pra lá de infame!). Voltando à soja, eu sou obrigada a comer e devo dizer que graças a pobrezinha deixei muita gente menos aborrecida, já que minha TPM deixou de ser tão "tensa". Por isso não gosto dos seres-humanos, eles conseguem deixar ruim algo bom. Se bem que os ecologistas saudáveis já faziam isso, nada mais chato que gente que leva tudo a sério, especialmente a comida- em todos os seus sentidos.


    - Nice


    refere-se a este post

    bem-vindo de volta nice andavas sumida...



    Via IRIS: vistos na semana

    De-Lovely (Irwin Winkler, 2004)
    Satyricon (Federico Fellini, 1968)
    Benjamim (Monique Gardenberg, bas Chico Buarque, 2003)
    Saved! (Brian Dannelly, 2004)
    La Cara del Angel (Pablo Torre, 1998)
    Zatôichi (Takeshi Kitano, 2003)

    Embora eu adore Cole Porter não quis ver este filme nos cinemas e fiz bem. Conseguiram destruir cinematrograficamente o legado incrível de um dos maiores letristas de todos os tempos e uma biografia extremamente interessante, a começar pela troca de Kevins: teria que ser Kevin Spavey e não Kevin Kline.
    O filme se salva pelo poder das músicas.

    Benjamim é mais interessante mas não conseguiu captar totalmente um Chico já dificil de ser captado. A recriação estourada dos anos 60 é boa e Paulo José está excelente, o que contrasta mais ainda com Cleo Pires bonitinha mas fraquinha pra tais personagens.

    Zatoichi, um compendio das lendas do espadachim cego japones pela camera bela de Kitano, não é tão genial quanto outros filmes seus mas mesmo assim é um Kitano.

    A surpresa da semana foi Saved - a principio julguei ser mais um teenage movie, e depois de ler sobre o que se tratava, me interessei - um petardo comico usando os cliches dos filmes adolescentes pra torpedear o excesso de evangelicismo que permeia a sociedade americana (com respingos no Brasil).
    Pra mim que fui criado nesse meio, mais engraçado ainda.

    lista anterior

    Aliás, ao publicar a lista anterior esqueci de mencionar que o otimo terrir Shaun of the Dead acaba de ser lançado aqui em DVD com um nome esquisito tipo Todo Mundo Meio Morto ou algo assim.



    STONED

    A performance de Sharon Stone em meio aos empedernidos de Davos
    mostrou mais uma vez que a melhor ajuda que se pode fazer para combater a pobreza é coçar o bolso.

    Náo sei se as promessas seráo mantidas depois
    náo sei se o dinheiro chegará aos mosquiteiros da Tanzania
    mas aquilo foi mais direto, mais interessante e mais importante
    que todas as discurseiras

    (inclusive o relato chato e numerico de uma Lula
    envolto pela ansia de demonstrar que deu certo
    no jogo das regras ditadas pelos presentes
    - que contraste com o Lula emocional e de esperanças do davos anterior!)



    PALAVRAS E PALAVRAS

    Náo é preciso ser favoravel à invasáo do Iraque pea administracao Bush, ou sua ocupacao calamitosa daquele pais, ou aos planos neoconservadores para o amplo Oriente Médio - dos quais não apoio nenhum - para se sentir aliviado e inspirado pela maneira com que saiu a eleicao iraquiana. Que milhoes de iraquianos tenham enfrentado intimidacoes e violencia, alguns ao custo de suas vidas, para exercer seu direito ao voto é motivo para uma celebracao global.

    - Julian Brookes




    Imagine se os alemães tivessem organizado eleições na França ocupada durante a Segunda Guerra Mundial! Alguém aceitaria os resultados ? A resistência francesa teria parado de lutar?

    - Tariq Ali



    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER