This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    quinta-feira, agosto 31, 2017

    Liquidação a preço vil


    "As Quatro Cavalgaduras do Apocolapso estiveram mentindo no Rio: o pre$ifraude Temereca, Burrico Maia (aquele que liberou, contra a Anvisa, remédios fatais para emagrecer. Quanto cu$tou?), o guarda-co$taS do pre$i-diário, mini da ju$tiça, Torquê$ Baldio, e o minidef, o neocoreano Jung-Jong."

    leia a coluna de ALDIR BLANC

    quarta-feira, agosto 30, 2017

    Querem parar o Brasil



    LEONARDO
    (Rio de Janeiro = RJ)

    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea<< Angelo Badalamenti - Audrey's Dance (Twin Peaks OST)

    A Síria do Jacarezinho


    No Beco da Síria, como é conhecida a Rua Santa Teresinha, as marcas de tiros estão por todos os lados Foto: Bruno Itan / Olhar Complexo


     


     

    A Rua Santa Teresinha é uma passagem estreita por onde se chega à parte alta do Jacarezinho. Suas paredes têm incontáveis marcas de tiros. Nas últimas semanas, o lugar fez por merecer o apelido pouco honroso dado por moradores: Beco da Síria. Com pistola na cintura, um soldado do tráfico fica escorado em um poste, no meio da pequena via. Um pouco acima, um policial militar com fuzil protege a esquina do beco com a Rua Darci Vargas, em frente à sede da UPP. Estão separados por uma linha imaginária, a 50 metros de distância: de um lado, o Estado armado na favela; do outro, uma juventude perdida. Moradores que atravessam a passagem cruzam os dois, mas o medo faz muita gente mudar de caminho.
     
     

    A reserva de Renca está sendo vendida



    (Porto Alegre, RS)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Vi: UNA (DIR Benedict Arnold, rot David Harrower, Inglaterra, 2016)



    Drama tenso (e intenso) que mexe numa caixa de marimbondos, ainda mais nos dias exaltados de hoje: abuso sexual de crianças.
    Um caso de amor entre um adulto e uma menina de 12 anos é ressuscitado, com todos seus traumas, seus horrores, suas marcas e seus momentos de beleza quando ela, agora adulta, reencontra e confronta seu algoz/paixão. As certezas se dissolvem em nuances complexos. Grande desempenho de Rooney Mara.

    Vai pro Haiti!





    "Na paranoia delirante da "Alt-right" brasileira, a esquerda é hegemônica no país e trama para nos transformar numa Cuba ou numa Venezuela. Está nas escolas, doutrinando nossos filhos, no cinema (bancada pela Lei Rouanet), fazendo a cabeça dos nossos jovens, nas rádios, pela voz de cantores como Chico Buarque, lançando seu veneno ideológico sobre todas as idades.

    Se o discurso ficasse circunscrito aos loucos da extrema direita, seria apenas patético, mas ele os extravasa. Atualmente, qualquer pauta minimamente progressista liga a chavinha "Vai pra Cuba!". Se você é contra liberar para mineração um pedaço da Amazônia do tamanho do Espírito Santo: "Vai pra Cuba!". (Dois meses atrás a Noruega –que não é comunista–, indignada com a maneira como o governo vem tratando a Amazônia, cortou pela metade a ajuda financeira que dava no combate ao desmatamento).

    Se você é a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo: "Vai pra Cuba!" (Casamento entre pessoas do mesmo sexo é permitido nos países capitalistas mais avançados. Gays, aliás, iam para a cadeia em Cuba). Se você é contra a reforma trabalhista da maneira como ela foi proposta: "Vai pra Cuba!". (A Organização Mundial do Trabalho, agência da ONU –que não vem a ser um órgão comunista–, condenou a reforma). "


    LEIA A COLUNA DE ANTONIO PRATA

    ILUSTRAÇÃO DE ADAMS CARVALHO

    Mega-Promoção





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Renda Básica Universal

    de ANDRÉ FORASTIERI

    "Ninguém trabalha em 15,2 milhões de lares". Essa é a manchete do jornal Valor Econômico. É estarrecedora. Considerando a média nacional de quatro pessoas por domicílio, são 60 milhões de pessoas sem trabalho.

    Mas o número de desempregados não é 13,5 milhões?

    O cálculo oficial do desemprego é baseado no número de pessoas que procura emprego. Não inclui o que se chama de "desalentados", que desanimaram de buscar ocupação, e nem aposentados.
    O levantamento foi feito a pedido do Valor, pelos pesquisadores Samuel Franco e Suiani Febroni, do Instituto de Estudos de Trabalho e Sociedade (Iets), a partir de dados do próprio IBGE.

    O mais triste é que as famílias mais pobres são as mais afetadas. Das casas em que o chefe da família cursou o ensino superior, 12% não tem nenhuma pessoa empregada. Quando o chefe de família não tem curso superior, o número sobe para 32% dos domicílios.

    É uma tragédia humana sem precedentes no nosso país. Deveria, deve ser a prioridade zero de todos nós. O tema número um do debate político e econômico. Não pode haver pauta mais urgente. Não dá para esperar 2018, e nem dá para esperar que uma eleição resolva uma calamidade deste tamanho num passe de mágica.

    O fundamental é começar pela compreensão de que não criaremos 60 milhões de empregos no Brasil. Nem em um, nem em dez, nem em 20 anos. Nem as empresas e muito menos o governo.
    A tendência do mundo é o exato contrário: o extermínio crescente de empregos, porque desnecessários graças à crescente automação, globalização, inteligência artificial.

    Caminhamos para um mundo de supermercados sem caixa, carros sem motorista, e substituição da maioria dos empregos de colarinho azul e colarinho branco por robôs e computadores. Tanto que em países que estão crescendo, e crescendo bastante, o desemprego continua aumentando.
    Imagine no Brasil, com essa crise. Imagine no Brasil, em que metade da população tem menos de trinta anos e um dos piores níveis educacionais do planeta.

    A transferência de renda para as camadas mais frágeis da sociedade não é favor, nem caridade. É bom aproveitamento dos nossos recursos, e fará um país melhor, mais saudável e produtivo, e com mais segurança para todos. O que precisamos é de Renda Básica Universal.

    Temos um programa razoável de Renda Básica, que é o Bolsa Família. Precisamos de um programa muito mais ambicioso, 20, 50 vezes maior, que dê conta desses milhões e milhões de pessoas que não têm e nunca terão trabalho.

    Como pagar? Os ganhos de produtividade trazidos pela tecnologia devem ser repartidos, e não concentrados na mão de uns poucos.

    E temos que começar a cobrar impostos de quem tem muito dinheiro, como se faz em todos os países decentes. Hoje esses 60 milhões sem trabalho continuam pagando imposto na comida, no remédio, na luz - e o 0,1% mais ricos do país praticamente não pagam impostos.

    Essa mamata não é sustentável e tem que acabar. Como têm que acabar os super salários no setor público, e outras abominações que ainda permitimos no nosso país.
    Se não dá ainda para o Brasil garantir renda básica para todos os brasileiros, que comecemos pelo básico.

    Toda mulher que cuida da casa e da família, fazendo comida, cuidando de roupa, faxinando, acompanhando a educação dos filhos, muitas vezes cuidando de parentes idosos, merece um salário mensal.

    Trabalha e trabalha muito. E seu trabalho tem muito valor. Se você fosse contratar profissionais para fazer esse trabalho, quanto custaria?

    Minha proposta modesta - para já, para ontem: que o Brasil pague um salário mínimo para cada uma das mães de família brasileiras, mulheres que labutam em casa. Começando por esses 15,2 milhões de domicílios em que ninguém tem trabalho.

    Porque de fato as donas de casa brasileiras estão trabalhando. E de fato, elas saberão muito bem como usar esse dinheiro da maneira mais proveitosa para esta família.

    E se você acha essa minha proposta fantasiosa - muito bem, temos no presente 60 milhões de brasileiros sem trabalho, e um futuro onde não existirá emprego. Você propõe o quê?

    Amazônia poderá ser única a se aposentar no governo Temer




    Amazônia poderá ser única a se aposentar no governo Temer

    pela cochlea>> Chris Bell -- Better Save Yourself



    You should've given your love to Jesus
    It couldn't do you no harm
    Should've given your love to Jesus
    It wouldn't do you no harm
    You've been sitting on your ass
    Trying to find some grace
    But you better save yourself
    If you wanna see his face

    terça-feira, agosto 29, 2017

    What If Everything In "Game Of Thrones" Is Actually All Bran's Fault?


     • Jojen, his friend, dies north of the Wall.• Hodor, who carried Bran around like a horse, dies.• Bran's dog, Summer the direwolf, dies.• And his spine snaps as he falls out a window as he tries to use it climbing a tower.
     
    "The last hero determined to seek out the children, in the hopes that their ancient magics could win back what the armies of men had lost. He set out into the dead lands with a sword, a horse, a dog, and a dozen companions. For years he searched until he despaired of ever finding the children of the forest in their secret cities. One by one his friends died, and his horse, and finally even his dog, and his sword froze so hard the blade snapped when he tried to use it."

    read more

    What If Everything In "Game Of Thrones" Is Actually All Bran's Fault?

    Distritão




    (Belo Horizonte, MG)
     
    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Neoliberalism: the idea that swallowed the world |


     


    "In short, “neoliberalism” is not simply a name for pro-market policies, or for the compromises with finance capitalism made by failing social democratic parties. It is a name for a premise that, quietly, has come to regulate all we practise and believe: that competition is the only legitimate organising principle for human activity."

    read article by Stephen Metcalf

    Neoliberalism: the idea that swallowed the world | News | The Guardian

    Seres abissais






    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Eliane Brum: Democracia sem povo


     

    "Agora. Neste momento em que um país inteiro foi transformado em refém. Não como metáfora, não como força de expressão. Refém é o nome do que somos.

    Até então só as ditaduras, aquelas com tanques e com fuzis nas ruas, haviam conseguido isso. O que acontece no Brasil é mais insidioso. O Brasil inventou a democracia sem povo. Não aquela das retóricas ou dos textos acadêmicos, mas aquela que é. O povo, para aqueles que hoje detêm o poder no Brasil, não tem a menor importância. O povo é um nada.

    A presidência do Brasil hoje está nas mãos de um homem que não tem nada a perder desagradando seus eleitores, porque sequer tem eleitores. E sabe que dificilmente recuperará qualquer capital eleitoral. Sua salvação está em outro lugar. Sua salvação está nas mãos daqueles que agrada distribuindo os recursos públicos que faltam para o que é essencial e tomando decisões que ferem profundamente o Brasil e afetarão a vida dos brasileiros por décadas.

    Temer goza da liberdade desesperada – e perigosa – dos que já têm pouco a perder. O que ele tem a perder depende, neste momento, do Congresso e não da população. Assim como depende de as forças econômicas promotoras do impeachment continuarem achando que ele ainda pode fazer o serviço sujo de implantar rapidamente um projeto não eleito, um projeto que provavelmente nunca seria eleito, tarefa que ele tem desempenhado com aplicação. Então, o povo que se lixe. O povo saiu da equação"

    mais no artigo de Eliane Brum
     


    Eliane Brum: Democracia sem povo | Opinião | EL PAÍS Brasil

    The Brain of a KKK

    Marcadores: ,

    Dorianstein




    (Vitoria, ES)
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Câmara fatia reforma política



    (Belem, PA) 
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    How armies, not dragons, can win the war on Game of Thrones


     170824_BB_GoT-Dragons
     
    "In Europe, castle walls and siege weapons developed in parallel. Then the Ottomans came knocking with massive cannons capable of knocking down even Constantinople’s walls. Suddenly, stronger bricks were less important than larger standing armies. This incentivized the creation of better tax-collection systems, more centralized militaries, and a move away from siege warfare. As a looming specter of hellfire and war, the proverbial stick behind state-building diplomacy, Game of Thrones’ dragons are a nuclear deterrent. As a conqueror’s wall-melting harbingers of chaos, they’re cannons."

    read the tactics review by Ian Graber-Stiehl

    How armies, not dragons, can win the war on Game of Thrones.

    Atentado ambiental: Sem uma forte reação, a mineração vai esquartejar a Amazônia


    "O pé fundamentalista desse tipo de terrorismo de Estado está no círculo mais íntimo de Temer. Vem, em especial, da figura do senador Romero Jucá (PMDB-RR), e o pior está por vir. Sem uma reação forte, a mineração vai esquartejar a Amazônia. Na segunda metade da década de 1980, durante o governo José Sarney, Jucá, na presidência da Funai, celebrizou-se representando o papel de raposa no galinheiro, ao estimular uma selvagem corrida ao ouro nas terras ianomâmi, riquíssimas em reservas minerais.

    Tem mais: a filha de Jucá, Marina, é sócia majoritária da Boa Vista Mineração, que tem 90 mil hectares ali requeridos." 

    leia a coluna de ARNALDO BLOCH 

    Trump vai construir novamente o muro de GOT


    Trump disse que o México pagará pela obra.


     

    leia mais.>> 
    Trump vai construir novamente o muro de GOT

    O Hype do Obscurantismo





    (São Paulo, SP)

    Marcadores: , ,

    segunda-feira, agosto 28, 2017

    Vi: THE PROPAGANDA GAME (Alvaro Longoria, Espanha, 2015)



    Continuando nossa série de filmes com a Coréia do Norte, vimos este no Netflix.

    O documentarista coloca um viés isento, tentando contrabalançar a propaganda ocidental com cenas da vida do país. Mas o lado coreano é tão bizarro - e cerceado, forçado - que não tem como.

    A figura central é um espanhol que trabalha como guia e propagandista para o regime com uma convicção e cara de pau impressionantes.


    O que vale mais, nestes filmes, são as oportunidades de penetrar através do muro, e ver um pouco (e do que se permite) das pessoas que vivem lá.

    Trump listens to his conscience | Trump ouve a sua consciência




    (Rio de Janeiro - RJ)

    Marcadores:

    pela cochlea>> Nektar - Desolation Valley / Waves - Live 1973 (BBC The Old Grey Whistle...



    Take a look around yourself
    And see what I see
    Imagination merged with reality
    You won't see no more
    Like you did before
    Watch yourself you're falling down
    Desolation valley now

    Amazônia









     SAMUCA
    (Recife, PE)
     
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    A Esquerda precisa lidar com a atual precariedade da cidadania


    De ROGÉRIO DE CAMPOS


    O povo brasileiro precisa tomar jeito. Está queimando o filme. Até os espíritos mais democratas estão escandalizados que a gente brasileira não vá às ruas com a força necessária para derrubar o governo golpista. Mesmo alguns amigos anarquistas estão revoltados com a passividade do povo. Stalinistas perguntam decepcionados: cadê as armas? Os mais sabidos dos meus amigos acadêmicos já têm várias teorias que explicam como tudo é culpa da Esquerda, que para uns é muito rígida, para outros mole demais, para uns deveria ser mais alemã, para outros mais francesa, para uns mais vermelha, para outros arco-íris. E que a revolução passou de moda e o povo agora é diferente. É tanta teoria que eu também resolvi inventar uma, que se baseia em uma hipótese que, parece-me, não tem sido muito considerada pelos grandes pensadores aqui do facebook: a de que o povo brasileiro está ferrado.

    Para o povo, as consequências desastrosas das tais políticas de austeridade, impostas pelo sistema financeiro, não são um fantasma na linha do horizonte, não são uma abstração. É um inferno bem concreto, que está acontecendo agora. A maior parte da população está sendo jogada no abismo da miséria, junto com suas famílias. A luta da sobrevivência está adquirindo uma dramaticidade que talvez nunca tenha sido vista em períodos sem guerra. E como tempo é dinheiro, também o tempo é tomado da população. Quem manteve o emprego, está trabalhando por ele e pelos dois colegas que foram demitidos. A moça que trabalhava de enfermeira à noite e de recepcionista de dia, agora também dirige um Uber no tempo “livre”, e vende bijuteria.
    É um trabalho insano, em todos os sentidos do termo. Mas muito útil para o capitalismo, não só pela riqueza que tira do trabalhador, mas também porque deixa as pessoas sem tempo para participar de ações coletivas de resistência, tão esgotadas que mal têm força para se revoltarem (e, se morrerem de tanto trabalhar, é muito bom: melhoram os números da Previdência). As pessoas estão sem tempo para exercer a cidadania.

    Se eu e você podemos ir a passeatas, participar de debates e nos envolver aqui e ali em ações de resistência é porque somos privilegiados. Se você é o líder que se acha injustiçado pela falta do apoio da classe trabalhadora, é melhor ir para casa, descansar. Porque a classe trabalhadora não precisa do seu sacrifício. O povo já sofreu muito na mão de mártires. E mau humor é mau exemplo. Porque uma tarefa da Esquerda hoje é mostrar que participar da resistência não é um sacrifício, mas faz bem para a saúde e é divertido. Passeatas, por exemplo, podem ser terapêuticas.

    Outra tarefa é mostrar que cada um faz o que pode. E o que fizer está muito bom. Se pode estar na organização da Greve Geral, ótimo. Se o máximo que puder fazer é retransmitir posts de “Fora Temer!”, também é ótimo. Assim como as pessoas estão tendo que lidar com a precariedade do trabalho, a Esquerda precisa lidar com a atual precariedade da cidadania. Cada um segundo sua capacidade, a cada um segundo sua necessidade.

    Don't Worry "Game Of Thrones" Fans, There's Now A Post-Season Show From HBO To Tide You Over




    read it here:: 

    Don't Worry "Game Of Thrones" Fans, There's Now A Post-Season Show From HBO To Tide You Over

    Distritão

    Marcadores: ,

    pela cochlea>> WILSON DAS NEVES - Tema Pra Elizeth / Sá Nega (IN MEMORIAM)

    Idoso em cadera de rodas é vitima de assalto




    (Vitoria, ES)
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Temer cita STF como modelo de sucesso de privatização de órgão público





    "Segundo o governo, depois que o STF foi negociado com o pool formado por PMDB, a ala do PSDB comandada por Aécio Neves e a bancada do Boi, da Bíblia e da Bala, o tribunal está em seus melhores dias. “O preço de tudo abaixou. Um deputado da bancada ruralista que custava 500 mil reais agora custa apenas 300 mil e uma decisão do STF a seu favor para explorar uma reserva indígena”, disse um assessor."

    LEIA MAIS::>
    Temer cita STF como modelo de sucesso de privatização de órgão público

    Indenizações a vítimas de naufrágio encalham na JUstiça





    Temer diz que Brasil está avançando




    (Belem, PA) 



    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    domingo, agosto 27, 2017

    pela cochlea>> Amon Düül - Da Guadeloop (1974)/

    }

    Kein Anschluss unter dieser Nummer

    pela cochlea << Chico Buarque - "As Caravanas"



    É um dia de real grandeza, tudo azul
    Um mar turqueza à la Istambul enchendo os olhos
    Um sol de torrar os miolos
    Quando pinta em Copacabana
    A caravana do Arará — do Caxangá, da Chatuba

    A caravana do Irajá, o combio da Penha
    Não há barreira que retenha esses estranhos
    Suburbanos tipo muçulmanos do Jacarezinho
    A caminho do Jardim de Alá — é o bicho, é o buchicho é a charanga

    Diz que malocam seus facões e adagas
    Em sungas estufadas e calções disformes
    Diz que eles têm picas enormes
    E seus sacos são granadas
    Lá das quebradas da Maré

    Com negros torsos nus deixam em polvorosa
    A gente ordeira e virtuosa que apela
    Pra polícia despachar de volta
    O populacho pra favela
    Ou pra Benguela, ou pra Guiné

    Sol, a culpa deve ser do sol
    Que bate na moleira, o sol
    Que estoura as veias, o suor
    Que embaça os olhos e a razão
    E essa zoeira dentro da prisão
    Crioulos empilhados no porão
    De caravelas no alto mar

    Tem que bater, tem que matar, engrossa a gritaria
    Filha do medo, a raiva é mãe da covardia
    Ou doido sou eu que escuto vozes
    Não há gente tão insana
    Nem caravana do Arará

    sábado, agosto 26, 2017

    Six Game Of Thrones Hidden Details You Missed From ‘Beyond The Wall’


     

    why does arya dislike sansa?
    where did they get those chains?
    what is bran up to?


    Six Game Of Thrones Hidden Details You Missed From ‘Beyond The Wall’

    Proprietários de terra devem quase R$ 1 trilhão à União -




    Relatório da Oxfam revela dívidas astronômicas, que, se pagas, assentariam  214 mil famílias; e governo Temer quer anistiar setor

    Temer comemorando aliança com bancada ruralista durante almoço com a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) / Imagem Brasil247

    "Dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional mostram que 4.013 pessoas físicas e jurídicas detentoras de terra devem R$ 906 bilhões, uma dívida maior que o PIB de 26 estados.

    O montante é equivalente a metade do que todo o estado brasileiro arrecadou em 2015. Ou aproximadamente 22 petrolões.

    Cada um dos 4.013 devedores tem dívidas acima de R$ 50 milhões. Segundo dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), há um grupo ainda mais seleto de 729 proprietários que declararam possuir 4.057 imóveis rurais, somando uma dívida de R$ 200 bilhões. "


    leia reportagem de Cauê Seignemartin Ameni​

    Proprietários de terra devem quase R$ 1 trilhão à União - De Olho nos Ruralistas

    pela cochlea>> Can - Bel Air (1973)



    Coming down to this speeding life,
    You’re coming down to this waiting goal,
    Making down to this speeding life,
    I’m breaking down to this walking goal.
    Breaking down, you know, speaking down, you know,
    Waking down, you know, you spin alive.

    sexta-feira, agosto 25, 2017

    Game of Thrones, "Death is the enermy"





    "This show is no longer Game of Thrones; it’s now a tribute to Game of Thrones, like the point in classic rock band’s career where you really, really, really don’t want to hear any new songs (Euron) because the only reason anyone is paying for tickets is to hear retreads of the old favorites. Season seven is every Rolling Stones tour after Steel Wheels. Or maybe it’s a spin-off series where we get to see all of our favorite characters inhabiting an imaginary timeline where George R. R. Martin actually finished the damned books."

    read review by Aaron Bady

    Game of Thrones, "Beyond the Wall" - Los Angeles Review of Books

    Reforma de fachada





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea>> Susanna Hoffs Matthew Sweet - You're so vain (Carly Simon)



    you probably think this song is about you

    Temer e o Capeta

    Marcadores: ,

    quinta-feira, agosto 24, 2017

    Game of Thrones season 7: we have 27 questions about the White Walker battle in “Beyond the Wall”

     


    "“Beyond the Wall” was one of the most purely spectacular Game of Thrones episodes to date, but if you think about it for more than a few minutes, the whole thing comes crashing down faster than King’s Landing under a scorned queen’s wildfire siege. More than any other episode of season seven — or really, the entire series so far — the hour glossed over so many logistical hurdles and relied on so many convenient twists to arrive at its endgame that it didn’t make much sense at all.

    In an effort to highlight the glaring moments of “Beyond the Wall” that just didn’t make any sense, we came up with 27 basic questions that the episode failed — or more accurately, didn’t even try — to answer. "

    read them here:::

    Game of Thrones season 7: we have 27 questions about the White Walker battle in “Beyond the Wall” - Vox

    PALAVRAS


    O tempo é um rio que me arrasta, mas eu sou o rio;
    é um tigre que me destrói, mas eu sou o tigre;
    é um fogo que me consome, mas eu sou o fogo.

    - Borges

    Atropelamentos


    "1. Ele acorda e sabe que suas vontades serão lei. Ele é a lei. Ou ao menos a lei que só ele e seus pares conhecem. Lei que ignoramos, pois não sabemos dos incisos, das exceções, das brechas. Mesmo com chuva e frio, tudo ocorrerá como se um sol (de eclipse?) brilhasse sob os seus passos. Reuniões poderosas agitam seus fins de semana. Sentados em belo sofás, vivem a sensação rara de saberem que suas decisões alteram destinos nacionais. Como não sucumbir ao devaneio do ego? Como não se sentir acima de tudo? Ele é a lei. "

    leia coluna de FRED COELHO

    Cobrindo o rombo



    (Santo André - SP)
    para ver outras charges
    clique em marcadores charges

    Marcadores: ,

    Liberty?





    (Rio de Janeiro, RJ)

    Marcadores: ,

    pela cochlea>> Alvaro Lancellotti - Canto de marajó

    IMAGENS

    Marcadores:

    Maggi reduz fiscalização sanitária: "É o mercado que vai punir quem faz coisas erradas"




    "Entre as áreas que perderão fiscalização estão a inspeção vegetal, a área de lácteos, os abates na avicultura. Uma das 69 medidas imediatas anunciadas pelo governo, por exemplo, foi a redução da temperatura de congelamento da carne suína, de -18°C para -12°C. Outra, a isenção de registro para estabelecimentos comerciais de produtos veterinários. Para facilitar o comércio exterior o governo enumerou algo genérico, a “revisão de regras de certificação fitossanitárias”, e determinou o “fim da reinspeção nos portos e carregamentos vindos de unidades com Serviço de Inspeção Federal (SIF)”."

    leia reportagem de Alceu Castilho​

    Maggi reduz fiscalização sanitária: "É o mercado que vai punir quem faz coisas erradas" - De Olho nos Ruralistas

    Marcadores: ,

    pela cochlea>> Blood Orange - E.V.P. - live FYF Fest



    See you want a place that's still
    Place to cure your ills
    A place to save your face
    And keep you calm when you're uphill

    You'll never be the best
    She'll never turn you on
    And scars remain from running away
    And hiding where you're from

    Amerikkka



       QUINHO 
    (Belo Horizonte, MG) 
    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    quarta-feira, agosto 23, 2017

    PSDB no divã



     
    (Belo Horizonte, MG)
    para ver outras charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    People Can't Stop Laughing At Gendry On "Game Of Thrones"



     


    see the memes here:

    People Can't Stop Laughing At Gendry On "Game Of Thrones"

    terça-feira, agosto 22, 2017

    A game-changing Thrones spectacle buckles under the pressures of a shortened season




     

    ” I struggled to figure out what precisely the plan had actually been in this case. Why didn’t they send scouts ahead to better understand the size of the White Walkers’ army and plan their raid accordingly? Why didn’t they bring a raven with them to send a message back to Eastwatch should they run into any kind of resistance? Why wouldn’t they have had Daenerys bring at least one of her dragons to Eastwatch on standby in case something went wrong?

    Now, I’m not suggesting that these are “plot holes,” in the sense that these decisions could never make sense: I’m not nitpicking the “accuracy” of a fantasy television series, and fully acknowledge that this is a work of fiction that can push the bounds of logic however it pleases. However, as with the Battle of the Bastards (where Sansa’s decision-making remains completely unclear to me), we have a situation here where a series of events engineered for action and suspense effectively sells out the characters involved. How can we take Jon seriously as a military leader when he devises a plan that falls apart so easily, and contains zero contingencies? Did he never even ask Daenerys about the possibility of using the dragons? It would be one thing if we had seen a sequence of Daenerys offering the dragons as support in “Eastwatch” and Jon stubbornly refusing, or Jon asking for the dragons but Daenerys refusing to offer them, but neither happened. Instead, the show gives the impression that Jon Snow barreled into the north without much in the way of a plan, bailed out by a sprinting Gendry and Daenerys being compelled to rush to his aid by her love for him. And while there is a certain thrill to those moments of peril and split-second decision-making, they come at the expense of the characters, who are temporarily rendered idiots because the action demands it."

    read review by Miles McNutt

     "Beyond The Wall" · Game Of Thrones (experts) · TV Review A game-changing Thrones spectacle buckles under the pressures of a shortened season (experts) · TV Club · The A.V. Club

    segunda-feira, agosto 21, 2017

    Under the Hood | Sob o capuz


    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea>>Klaus Nomi - Total Eclipse 1981


    Manipulando






    (Belem, PA) 


    para ver outras charges

     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Na era Temer, todo o poder aos ruralistas




    yanomamis

    "“O atual governo está decidido a destruir a Funai, e faz isso por dentro e por fora. Por fora, permitindo que lideranças de sua base ataquem diretamente a Funai, e internamente, reduzindo os recursos e enxugando o corpo de funcionários de tal maneira que inviabiliza o processo de demarcação de terras indígenas”, critica o subprocurador-geral da República e coordenador da Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF, Luciano Mariz Maia.

    Maia se refere ao Decreto nº 9.010/17, que extinguiu 347 cargos da Funai e 50 coordenações técnicas locais (CTLs)."

    leia artigo de Renan Truffi

    Na era Temer, todo o poder aos ruralistas — CartaCapital

    Arya vs Brienne Lightsaber Duel | Game of Thrones + Star Wars

    Eclipse


    Eu, dez anos, parado à beira de uma estrada, interior dos EUA, vendo através de películas de fime cobrindo os olhos o sol desaparecendo lentamente.

    Quando foi engolido e a corona resplandeceu um silêncio profundo caiu sobre tudo, no meio de uma escuridão estranha.

    Naquele momento, lamentei não estar num caldeirão fervente atiçado por canibais africanos, para ser salvo pelo alinhamento dos astros, em meio ao pavor incutido pelo estranho fenomeno entre os selvagens. Me ergueria esbravejando da água, como se eu mesmo mesmo estivesse comandando as esferas celestes, enquanto as hostes tremulas se prostravam ao chão como se eu fora uma nova divindade.

    Aí o sol voltou a brilhar. Foi o pensamento que me ocorreu, garoto encharcado pelos livros de aventuras, quando vivi meu primeiro eclipse total.

    España



    (Rio de Janeiro - RJ)

    Marcadores: ,

    pela cochlea>>> Pink Floyd - Eclipse

    All that you touch
    And all that you see

    All that you taste
    All you feel
    And all that you love
    And all that you hate
    All you distrust
    All you save
    And all that you give
    And all that you deal
    And all that you buy, beg, borrow, or steal
    And all you create
    And all you destroy
    And all that you do
    And all that you say

    And all that you eat
    And everyone you meet
    And all that you slight
    And everyone you fight
    And all that is now
    And all that is gone
    And all that's to come
    And everything under the sun is in tune
    But the sun is eclipsed by the moon


    Barcelona

    Marcadores: ,

    Return to Rapture: Celebrating the Legacy of BioShock on its 10-year Anniversary






    "In BioShock we discover the city of Rapture; an Art Deco dystopia at the bottom of the sea. Rapture remains a watermark of “environmental storytelling”: a story told through the setting as you encounter it. Few fictional cities in any medium have ever been so lovingly rendered with such immaculate detail and history.

    Imagine Rockefeller Center, with its imposing busts and Modernist frescoes, expanded into a glittering metropolis, decorated with flickering neon, and dropped to the ocean floor. The walls creak and moan like a ship’s hull. Aquamarine views greet me through every sweeping bay window and glorious domed glass ceiling. Dreamy light spills in, muted by the crush of water above. Schools of fish flash by. Bobby Darin’s “Beyond the Sea” echoes from a distant radio. Debris litters the corridors. Shops have been looted, beds overturned, and the abandoned remains of 1959 New year’s eve party tells me that something here has gone horribly wrong.

    Rapture is the site for creative director Ken Levine’s unique critical perspective: a vision of Ayn Rand’s Objectivist philosophy, taken to hysterical extremes. "


    read article by Renee McDougall

    Return to Rapture: Celebrating the Legacy of BioShock on its 10-year Anniversary

    Ramplas


    (Juiz de Fora, MG)
     
    para ver outras charges
    cliquem em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Governo paralisa combate a trabalho escravo e infantil por falta de verba -




     



    "Isso inclui fiscalizações para verificar irregularidades no trabalho rural, em grandes obras de engenharia, no trabalho urbano em cidades menores, com seus portos e canteiros de obras da construção civil. A paralisação afeta até a checagem de ocorrência de acidentes que resultaram em mortes e da situação de emprego de pessoas com deficiência. Remanejamentos internos devem ser realizados para garantir a continuidade das operações em andamento, mas não há como iniciar o atendimento a novas denúncias ou mesmo manter a inspeção de rotina.

    leia postagem de LEONARDO SAKAMOTO









    Governo paralisa combate a trabalho escravo e infantil por falta de verba - Cotidiano - Cotidiano

    Terror em Barcelona


    (Belo Horizonte, MG)

    para ver outras charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER