This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, fevereiro 22, 2008

    Personagem novo na novela

    Contardo Calligaris escreveu na Folha algo com que concordo plenamente:
    a Campanha Eleitoral é o melhor seriado sendo produzido atualmente nos Estados Unidos.

    Os episódios são sensacionais, cheio de intrigas e reviravoltas. Dois dos tres personagens principais eram meros coadjuvantes no início da temporada. Pro McCain então ninguem dava bola.

    Mas assim como o personagem Obama, acusado de plagiar um discurso de um assessor (depois revelou-se que o próprio assessor tinha lhe autorizado a usar um trecho)

    agora os roteirista desta série deram para plagiar a novela brasileira. Ou então tem algum roteirista nosso fazendo um frila por lá.

    Vejam só: no episódio de ontem introduziram uma personagem nova, que vai dar em toda uma trama paralela. Um dos candidatos teve uma amante! E logo o republicano, o mais certinho deles! E tem mais...

    Não, as despesas com a a amante não foram pagas por um lobista. Eles deram uma despistada pra não ficar evidente que copiaram o par romantico Renan & Monica,
    e foram além:
    a amante em si era ( o caso já passou) uma lobista!

    .

    Marcadores:

    Charges Fidelíssimas

    A renúncia de Fidel Castro ocasionou uma grande quantidade de charges em torno deste momento histórico.
    Praticamente todos giram em torno do seu charuto (ou broca, ou caindo, ou apagado, ou saindo fumacinhas) ou mostrando Fidel de pijamas ou pendurando as chuteiras.

    Uma variante interessante deste tema foi feita pelo Ique
    mostrando Castro pendurando as mãos de aço com que governava Cuba.




    Cláudio também se sobressaiu do comum ao usar a situação em Cuba para criticar a situação cá no Brasil:





    Mas a charge mais contundente foi a do Angeli
    ao ir além do fato para abordar as consequencias:




    E Erasmo criou a charge que é, realmente, a mais engraçada:






    clique nas charges para ve-las em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    quinta-feira, fevereiro 21, 2008

    Fogo Fátuo

    O Governo Federal arrota muito, fala demais, posa pra imprensa internacional,
    mas nao tem o minimo controle sobre a situação de destruição da Floresta Amazonica.

    Nao tem verba, nao tem gente e sempre acho que nem tem vontade política para coibir essa depredação
    por parte de madeireiros, pecuaristas, e grandes empresas
    muitos dos quais representados por aliados de peso ao próprio Governo.

    A Operação Fogo no Rabo, quer dizer, Arco de Fogo,
    que seria a primeira resposta de ação depois que dados de desmatamento repercutiram pelo mundo
    pegando mal para um país tão imPACtante
    nem saiu do dia de estréia.

    Madeireiros peitaram
    juntaram gente, fecharam estradas, queimaram pneus, ameaçaram
    e os fiscais presentes, sem guardas nem retaguardas, enfiaram a fiscalização entre as pernas
    e ficou por isso mesmo.

    A operação volta em dia a ser determinado. E o cadastramento de terras, existe alguém no mundo crente de que isso realmente funcionará? Nunca se conseguiu nem delimitar terras naquela região de terras de ninguém.

    Aliás, em sequencia a esse papo,
    lanço num post abaixo mais um....

    Marcadores:

    Afogando em Números

    0,6% das multas aplicadas por desmatamento indevido na Amazônia são efetivamente pagas.

    Isso mesmo. Nem um por cento.

    .

    Marcadores:

    Charge de Conteiner




    TACHO

    No Cafofo do Obama

    1. Interessante ver Hillary Clinton em seu discurso ontem no Texas conclamando os sindicatos a lhe apoiarem e se colocando como a candidata dos direitos trabalhistas...
    quando se lembra dos anos em que integrou o conselho diretor do grupo Wal-Mart, o pior violador desses direitos e empresa inimiga numero um desses sindicatos

    Se é que o passado tenha peso sobre o presente
    pode-se retroagir no tempo:
    enquanto Hillary era advogada yuppie da empresa Rose Hill, envolvida em inumeras falcatruas no estado de Arkansas
    Obama era líder comunitário e mais tarde advogado de causas civis em favor de despossuídos.

    O poder - ou chegar-sse ao poder - muda tudo isso, afarinham-se todos no mesmo saco, mas houve tempo em que um era pão e o outro queijo.


    2. Chris Matthews, jornalista ancora de telejornais na NBC, mandou mais uma onte.
    No segmento da cobertura da campanha democrata, chamou para cenas de comíicio de Hillary.
    Depois anunciou: "E agora vamos ver o que disse Barack Osama".

    Esse tipo de "erro" torna-se comum como elemento de campanha, mesmo entre a imprensa, pegando pelas origens muçulmanas de alguns familares do candidato.
    O de ontem foi singular - e imperdoável - por:
    ter acontecido na prestigiosa e historica NBC e não em emissora como a fanática ululante Fox News;
    a fala ter sido acompanhada por uma foto de Osama Bin Laden.

    Não dá pra dizer que tenha sido lapso de locutor - como é que a foto também entrou na tela?

    Prenuncio do que virá na hora do pega entre os dois partidos.

    Marcadores: ,

    Pela COCHLEA: Spoon - Ga Ga Ga Ga

    Imagens




    BALASZ GARDI


    clique na imagem para ve-la em tamanho maior
    para ver outras fotografias clique em "marcadores:imagens"

    Marcadores:

    ´Scuse me, while i kiss the ass

    Ah, esses meega-filantropistas musicais, os roqueiros da caridade inflando a cabeça, em suas ego-trips do bem, salvando o mundo e suas carreiras
    enquanto desfilam nas passarelas do poder e viram amiguinhos de dignatários
    celebridades de davos, dando vida a live 8s & live aids & live earths

    como bono vox. E como bob geldof - o pioneiro dos eventos musico-planetários-beneficientes... Bem, o pioneiro goi George Harrison (Concert for Bangladesh) mas nao fez disso um meio de vida.

    Este Bob Geldof que elogia George Bush, segundo ele o presidente americano que mais fez para combater a pobreza e as doenças da África, fato que nao seria reconhecido mundialmente pela implicância que a imprensa teria com o bondoso Bush.

    Bem, a declaração poderia ser um momento de insânia, um porre ou surto verbal desastrado - the silicone cell inside his head could have been set on overload, como escreveu naquela canção -
    mas Geldof está lá participando da caravana de Bush pelos rincões da África, pegando uma boca livre na côrte.

    .

    Marcadores: ,

    quarta-feira, fevereiro 20, 2008

    Charge Hillary-ante

    Marcadores:

    Pela COCHLEA: DJ Dolores - Jean Paul Sartre

    Marcadores:

    Oba-oba ma

    Barack Obama é de longe o candidato menos ruim dessa eleição americana.

    E a onda de animação com que infundiu a campanha, principalmente entre eleitores jovens, que poderão continuar mexendo os traseiros e os mouses mesmo depois desta poeira abaixar (no mesmo lugar de sempre)
    pode ser bom.

    Quanto a vir a ser realmente um presidente que traga mudanças (Change you can believe in) ou melhorias sociais é outra história.

    Um candidato que tem entre seus assessores o mesmo Zbigniew que como chanceler levou o Clinton a se meter baixando o sarrafo na guerra da Bósnia-Sérvia
    não pode ser confiavel como comandante-em-chefe de um império militar.
    É verdade que tem também como assessora Samantha Powers, de cabeça arejada em termos de política internacional, porém...
    how much power has powers?

    No mais, é como escreve o jornalista Paul Craig Roberts
    em "The Era of Dynastic Politics":

    Mesmo que Obama seja eleito e seja sincero quanto a mudanças, o que poderá fazer? Provavalmente, muito pouco. O elenco de postulantes com os quais pode equipar a sua administração não é muito diferente do de qualquer outro candidato. Pode dispensar um arquiteto neo-conservador da invasão ao Iraque e ficar com um arquiteto do bombardeio da Sérvia pelo Presidente Clinton.

    Além do mais, o Congresso ainda seria controlado pelos mesmos grupos de interesse. Se Obama vier a indicar pessoas que sofram oposição por parte do lobby militar e de segurança, do lobby de Israel ou do lobby de offshoring, é improvável que o Senado os confirme. Nenhum presidente quer indicar pessoas que não poderão ser confirmadas no cargo. Os presidentes tem que equipar a sua administração de acordo com quem consegue a aprovação de poderosos grupos de interesses.

    Isto torna dificil uma mudança do status quo. Basta um senador para embairrerar uma nomeação. Mudanças em Washington requerem a quebra de muitos laços de aço.

    .

    Marcadores: ,

    domingo, fevereiro 17, 2008

    Charge Chorão




    AMORIM


    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    sexta-feira, fevereiro 15, 2008

    Charge Lesionada



    AMARILDO

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    Mac Quem?

    A corrida pesidencial americano tem apresentado a um publico maior brasileiros alguns nomes que há pouco lhe eram desconhecidos.

    Um destes é o candidato republicano John McCain, favorito à indicação depois de ser considerado cachorro morto na campanha.
    McCain é apresentado como o conservador que os liberais até engolem
    o menos pior caso os republicanos vençam as eleições.

    Realmente, comparado com uma anta como Huckabee, McCain tem posições menos tacanhas.

    Mas este artigo de Johann Hart no Independent é uma boa introdução para se saber quem é McCain:
    leia aqui target="blank"

    Marcadores: , ,

    O Pantera Cor de Prosa

    Num dos filmes da série Pantera Cor de Rosa
    o desastrado e ingenuo Inspetor Closeau
    apresenta uma cândida explicação para o fato de sua esposa de repente passar a se vestir com casacos de pele luxuosos:
    - Ah, ela é muito economica nas despesas do lar.

    O nosso César Maia, qual um Closeau napoleônico, também tem uma explicação cândida para o volume tio-patinhesco de dinheiro que está enfiando no mausoléu cultural da Cidade de Música.
    É que a prefeitura economizou muito em publicidade este ano.

    .

    Marcadores:

    quinta-feira, fevereiro 14, 2008

    Pela COCHLEA: Fiddler on the Roof

    Charges Corporativas



    LUTE




    DUKE





    SIMANCA





    FERNANDES





    PATER

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    Obama está faturando os iu tubos

    Barack Obama, o candidato americano antenado, tem utilizado bem o universo interneteiro para divulgar sua campanha e principalmente como meio de arrecadação de fundos -
    dependendo nao somente das corporações e grandes doadores
    mas também de individuos interessados.

    Ele compreendeu que pequenas quantias aos milhares podem ser tanto ou mais que algumas grandes quantias -
    conceito ligado à descentralização e individualização globalizada do mundo web.

    Com tudo isto, é quem tem mais aparecido nos sites & blogs & comentarios
    ocupando espaços à margem da grande mídia
    e comendo hillary pelas beiradas chega agora ao centro das questões.

    E assim surgem coisas como esse video domestico onde um mané toca ao violao e canta o jingle que fez para Obama, e que faz sucesso no Youtube.
    A primeira entrada do gaitista que o acompanha é insólita e engraçada.

    Mas o que está bombando mesmo na internet é a Obama Girl
    com seu Ive got a Crush on Obama.

    E claro que já tem a resposta que é um nerd guitarrista mandando
    Ive got a Crush on Hillary


    É... entre a morena boazuda e o nerd roqueiro, acho que o Obama tá se dando melhor que a Hillary.

    Marcadores: ,

    quarta-feira, fevereiro 13, 2008

    Pela COCHLEA: Of Montreal - Past is a Grotesque Animal

    Palavras: Gerchman

    O artista tem que mandar bula junto? Não dá. A obra tem de ter a própria razão de ser, não pode depender do texto de um poeta para ter valor.
    Arte tem de comover, não pode ser só intelectual.


    - Rubens Gerchman

    Marcadores:

    terça-feira, fevereiro 12, 2008

    World Press Photos

    Saiu a premiação do World Press Photo
    com algumas das melhores fotos jornalisticas em 2007
    como por exemplo;



    foto de Roberto Schmidt

    Há fotos que em termos estéticos nao dizem tanto
    mas quando se sabe do que se trata...



    foto de Yonathan Weltzman

    é o vestido de uma menina que tentava cruzar a fronteira entre gaza e o egito e que ficou preso no arame farpado...


    clique nas fotos para ve-las em tamanho maior
    para ver outras imagens clique em marcadores:imagens

    Marcadores: ,

    Paulo Coelho e a animação das mulheres brasileiras

    Mais uma vez, sou obrigado a concordar com o escritor e místico Paulo Coelho.
    (Outra vez, por exemplo, foi quando de sua veemente e pertinente defesa de Paulo Cesar de Araujo - autor censurado por Roberto Carlos - e dos direitos de se biografar um artista.)

    Leiam que babaca foi esse maestro bostoniano Benjamim Zander
    (que em suas explicações a Maria Cristina Frias babaquizou mais ainda).

    No seu próximo concerto no Brasil - caso volte - sugiro que a platéia toda, homens e mulheres, "levantem as roupas" e mostrem as bundas para ele.

    Bem, o caso conforme publicado na coluna da Monica Bergamo é o seguinte:

    "Ele é tão bobinho, não entendeu o que eu disse"

    O regente da Filarmônica de Boston (EUA), Benjamin Zander, falou à Folha à respeito da reação de Paulo Coelho a seu comentário sobre a mulher brasileira, no Fórum Econômico Mundial, domingo, em Davos, na Suíça. O desconforto aconteceu durante um elegante jantar, com personalidades do mundo todo, no Kongress Hotel. "Ele [Zander] disse que, depois de um concerto no Brasil, mulheres levantaram a roupa e mostraram tudo, concluindo "você sabe como são as mulheres brasileiras quando querem demonstrar alegria...'", lembra Coelho. Em meio às gargalhadas, o autor de mais de 100 milhões de exemplares vendidos levantou-se e gritou: "Eu sou brasileiro, estou ofendido com o seu comentário".
    Zander pediu desculpas, mas alfinetou: "Ele [Coelho] reagiu como um macho para defender a honra das brasileiras". (Por Maria Cristina Frias)


    FOLHA - O que o sr. disse que surpreendeu tanto o escritor Paulo Coelho e outros brasileiros?
    BENJAMIN ZANDER - Ah! Eu só estava contando uma grande experiência que eu tive no Brasil. Levei uma orquestra de 110 adolescentes americanos para lá, eles fizeram um concerto de muito, muito sucesso para 30 mil pessoas na praia de Copacabana. Na saída, várias das mulheres, três, na verdade, que eu me lembre, estavam tão animadas, tão felizes que levantaram sua roupa e mostraram tudo... Do meu ponto de vista, foi só para mostrar carinho... Ele [Coelho] é um camarada tão bobinho, não entendeu o que eu disse. Ele é um contador de história, certo? Eu sou um contador de história.

    FOLHA - O escritor Paulo Coelho disse que nunca viu isso ocorrer...
    ZANDER - Pode não ter visto, talvez elas só façam isso para estrangeiros [risos], mas do meu ponto de vista foi adorável. Elas só queriam dizer "nós estamos felizes em ver vocês..." e foi o jeito de expressá-lo. Foi exatamente o que aconteceu.

    FOLHA - Brasileiros que estavam no recinto consideraram sua fala um desrespeito...
    ZANDER - Eu estou lhe contatando uma história absolutamente verdadeira. Havia várias formas de contar, foi só para dar um colorido, foi [um episódio] totalmente sem importância... Ele considerou como um desrespeito e não teve nada a ver com isso...

    FOLHA - Alguns brasileiros presentes ao jantar disseram que foi uma generalização ofensiva a todas as mulheres brasileiras...
    ZANDER - É absolutamente verdade [a história]. E um escritor deveria saber que quando a gente conta uma história sobre três pessoas não está contando sobre a nação toda. Ele entendeu errado. E defendeu a honra das mulheres brasileiras como um macho.

    FOLHA - O senhor se desculpou...
    ZANDER - Sim, me desculpei pública e pessoalmente. E ele também poderia ter se desculpado comigo porque interrompeu uma história e você nunca interrompe um ator no meio da peça. Isso foi realmente inadequado.

    FOLHA - Quando foi o concerto? O sr. tem planos de voltar ao Brasil?
    ZANDER - Foi há dez anos, já fui três vezes ao Brasil, todas fantásticas. Planejo voltar sempre que possível. A gente ama ir ao Brasil, é o melhor país, o povo é tão vibrante e as platéias são mais expressivas do que em qualquer outro lugar do mundo. Se eu soubesse que essa história iria causar tanto aborrecimento, não teria mencionado. ["Não faça disso uma grande história na imprensa", pediu ao se despedir.]


    Pior que isso foi o episódio de House (nesta quarta temporada) onde o medico ranzina descobre que seu paciente, agente da CIA, esteve no Brasil porque ali o carnaval dura 40 dias.
    E este agente se vangloria de sua cama de hospital secreto: "A Ministra da Defesa do país tirou a roupa toda e dançou nua pra mim".

    Sei que Nelson Jobim possui diversas fantasias mas esta eu não conhecia.

    .

    Marcadores:

    quarta-feira, fevereiro 06, 2008

    Charge Carnavalesca




    DUKE

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    terça-feira, fevereiro 05, 2008

    Deixando cair no carnaval

    Se é que estou enxergando direito,
    o Globo acaba de publicar a primeira xereca em primeira página de grande jornal.



    (clique na imagem para ve-la em tamanho maior)

    Marcadores:

    Mais Quem é mais minoria?

    Escrevi outro dia
    sobre um fogo cruzado rolando na campanha presidencial americana
    entre líderes feministas e líderes do movimento negro
    cada qual disputando qual seria o maior avanço para a sociedade americana:
    o primeiro presidente negro ou a primeira presidenta mulher.

    A briga de foice continua, incentivada por artigos trocados na imprensa e bate-bocas na TV.
    Um exemplo disto é o bombardeio sofrido pela apresentadora Oprah Winfrey, conhecida do puico brasileiro por seu programa passar na GNT.

    Oprah mantem há anos um programa de mulheres para mulheres acompanhado por um vasto e fiel público feminino. Tornou-se um dos nomes mais bem-pagos da televisão americana e adjacencias (clube de lviros, merchandising, etc.)

    Pois bem. Oprah apoiou o candidato Obama. Apoio firme, indo em comícios.
    A grita foi enorme. As líderes das mulheres acharam que devia apoiar a candidata mulher.
    Seu público de mulheres chiou à bessa. Os executivos de seu canal ficaram preocupados e tentaram demove-la do apoio ao candidato negro, mas também homem, Barack Obama..

    Oprah Winfrey é negra. Mas acham que acima da raça deveria vir o genero.

    .

    Marcadores:

    domingo, fevereiro 03, 2008

    Charge Fashion




    LEONARDO


    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores:

    Pela COCHLEA: Wilco - Sky Blue Sky

    Marcadores:

    Maaadeeeiraaaaa!

    Sentindo que precisava tomar alguma atitude diante da repercussão nacional e internacional da derrubada deslavada da Amazonia
    Lula botou o pau desmatado na mesa
    decretando que em 36 municípios dos mais depilados
    não se derrubaria mais nenhuma árvore
    enquanto se organiza essa bagunça.

    Medida típica dos Governos Lula:
    muito estardalhaço e pouca implementação.

    Quem vai controlar isso?
    O Ibama, que já não tem gente nem meios pra fiscalizar quase nada?
    Quem vinha burlando as leis vai burlar mais essa.
    Na imensidão da mata, quem quer mata, quem quer desmata.

    Observem por exemplo o recente caso de Rondônia.
    Os ibamas do estado estão sem realizar batidas fiscalizatórias nos últimos dias
    depois que os seguranças da polícia estadual deixaram de acompanhá-los.
    Na cara limpa não dá pra multar madeireiros que os recebem a bala.

    Quem deu ordem para os ibamas não terem mais segurança?
    O governador de Rondônia, Ivo Cassol.
    O que fazia Ivo Cassol antes de entrar para a política, em 96?
    Era madeireiro.

    adendo

    E o governador de Mato Grosso que é um dos maiores produtores de soja do Brasil?
    Alguem acha que ele vai contrariar os interesses dos produtores de soja?
    Nao é o que tem feito até agora.
    Enquanto isso, o primo desse governador é autuado por manter em sua fazenda
    trabalhadores em condições de semi-escravidão.

    Com que autoridades o Governo vai segurar o desaparecimento da Floresta Amazonica?

    .

    Marcadores: ,

    Olha o Holocausto aí, gente!

    (roubei o titulo de uma seção Logo editada por Arnaldo Bloch ontem no Globo)

    Max Bialystock era um produtor de peças na Broadway. Muito do picareta, armou um esquema de arrecadação mais bem bolado do que esses de alguns produtores brasileiros atrás de incentivos fiscais.

    Ele vendia direitos sobre porcentagens da bilheteria das peças para velhinhas incautas amantes das artes e das bajulações que eles lhes dirigia. Claro que se somando as porcentagens todas essas acionistas teriam mais de 1000% das rendas!

    As peças portanto teriam que dar prejuízo, ser um fracasso retumbante, pois assim não haveria retorno para ninguem e o prezado Max ficaria com todos os investimentos. Então ele e seu comparsa, um advogado ingenuo, queimaram a mufa buscando o que poderia ser um fracasso certeiro, detestado pelo publico, esculhambado pela crítica: a pior montagem de todos os tempos.

    Encenaram então uma versão musical do Terceiro Reich, com a Ascenção e Queda do Nazismo, com direito a sapateados do Holocausto e tudo o mais. Hitler era a personificaçao total do mal - mas do mau Teatro, com tudo de ruim que um ator canastrão poderia mostrar em cena.

    E assim nasceu "Springtime for Hitler" (Primavera para Hitler) uma peça tão ruim, tão chocante, tão idiota, tão sem-noção e ridícula e não-histórica e histérica que virou um fragoroso sucesso.

    Lembrei de Max (e de Zero Mostel) acompanhando a polemica sobre a escola de samba Viradouros e o carro alegórico do Holocausto a deslizar pelo Sambódromo, com um Hitler sambando sobre corpos emaciados amontoados nas valas de isopor.

    Seria Paulo Barros um Bialystock do carnaval carioca?



    CHICO CARUSO

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges


    Marcadores: ,

    Corrida Americana - os superdelegados

    Escrevi outro dia sobre o processo de escolha dos candidatos a presidente nos EUA
    um processo alardeado aqui como bastante democrático
    já que são os eleitores que escolhem - por meios de regras tortas, mas numa votação direta - quem será o candidato final de cada partido
    ao contrário daqui - e muitos outros paises - onde os caciques se reunem em mesas de restaurante - ou em Pequim - pra definir seu cavalo no páreo.

    E então eu escrevia que nem tanto assim.
    As primárias americanas são bem como a democracia americana: bonita no papel e diferente na prática. É a democracia onde invadem ou manipulam paises para instituir eleições diretas, promovendo a liberdade para o povo - e depois demovem os candidatos porventura eleitos que não forem de seu agrado.

    Ter o povo votando nas primárias serve como indicador da vontade popular mas a máquina partidária continua com as rédeas firmes e põe no páreo o candidato que desejar, o mais coadunado com o establishment e seus interesses.
    É o país onde o que conta é o espetáculo, mais do que a substancia.

    Meu irmão depois apontou que nem sempre seria assim, haja visto o crescimento não previsto agora de Barack Obama, podendo empolgar e sair por cima, embora o partido prefira Hillary. E porções oficiais do partido colam em Obama, caso do clã Kennedy.

    Bem.
    Se o partido concluir que Obama tem mais chances de vencer, ou se acordos estiverem sendo feitos nos bastidores para domar e ajeitar propostas do candidato negro, ele pode mudar de candidato e deixar Hillary. Mas se ao fim Obama levar a indicação será porque a máquina partidária o quis, e não porque o povo em suas votações o conduziu até lá. Meu ponto continua o mesmo.

    Prova disso é a figura dos superdelegados.
    Em sua maioria luminares e chefões do partido que na convenção que escolhera o candidato,
    votam de acordo com seus próprios interesses (e do partido) e não de acordo com a votação em cada estado.
    Essas votações estarão definindo 3253 delegados que na convenção deverão votar de acordo com a votação inicial nas primárias.
    Além destes, há os superdelegados, num total de 796
    ou seja, com 19.6% dos votos totais.

    Numa disputa apertada como esta, 20% dos votos tem o poder de decisão.

    Portanto: nas primárias disputadas até agora, Obama tem mais delegados do que Hillary.
    Mas adicionando ao cálculo os superdelegados que já definiram suas escolhas,
    as chances de Hillary disparam, muito além das de Obama.

    Leia mais no Wikipedia

    Marcadores:

    sexta-feira, fevereiro 01, 2008

    Charge Corporativa



    DUKE

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges


    Marcadores:

    Zeitgeist: A Lista das Listas dos Melhores




    O Hype Machine - congregador de blogs que falam de musica - compilou um listaço com os melhores lançamentos musicais de 2007 segundo os próprios blogueiros.

    Entrelaçou as listas de melhores do ano publicados por mais de 600 blogs para chegar os 50 melhores albuns, 50 melhores canções, e 50 bandas mais faladas na blogosfera
    (A lista dos albuns expande-se além dos primeiros 50 para mencionar (e linkar) 1200 albuns de 2007 ao todo.)

    Claro, a enfase é nos musicos americanos/europeus mas pelo menos foge dos listões comerciais das grandes publicações/sites.

    confira aqui

    .

    Marcadores: ,

    Maaadeeeiraaaaa !

    Lula tem razão quando diz que a culpa pelo desmatamento da Amazônia não é dos sojeiros e pecuaristas e madeireiros.

    A culpa é dele. E de seu govêrno.
    Que em seus fascinios de nouveau-poderoso delira em desenvolvimentismos
    bajula e aduba o agrobusiness selvagem.
    Que nada faz para proteger efetivamente o maior patrimonio do país
    que é esta floresta-pulmão
    acometida de metástases
    e rasgadas de cicatrizes vergonhosas
    onde havia pujanças frondosas

    e faz piada com coceirinhas
    este, um governo de sarnentos & sarneys
    - coceirinha na palma da mão quer dizer dinheiro
    dinheiro empalmado dos cofres publicos

    e enquanto os responsáveis não se coçam
    a natureza leva uma cossa.






    charge de DALCIO MACHAD0

    clique na charge para ve-la em tamanho maior
    para ver outras charges clique em marcadores:charges


    .

    Marcadores: , ,

    Marcadores:

    Pondo os pingos no Jota



    O desenhista Jota A, de Teresina, um dos melhores cartunistas brasileiros (premiados em vários salões, inclusive no Carioca daqui)
    anuncia seu blog
    onde publica seus desenhos e de colegas e fala de assuntos da área.

    Marcadores:

    Detalhe Significante

    Lendo texto de Daisy Cutter no otimo blog Daily Kos
    itinei para um fato que nao vi comentado alhures na imprensa americana
    (e muito menos aqui).
    Seguinte:

    George Bush assinou esta semana o orçamento militar oficial e permitido para os EUA durante o ano de 2008. A Lei (e as verbas) foi aprovada pelo Congresso. Bush, presidente, tem poder de veto.
    O único artigo que ele vetou foi o Setor 1222.

    O que diz este artigo que poderia incomodar o sr. Bush II?
    1. proibe que os fundos descritos sejam utilizados para a instalação de bases militares visando a presença permanente do exercito americano no Iraque.
    2. proibe que os EUA assumam controle sobre os recursos petrolíferos do Iraque.

    Ou seja:
    o Império pretende sim ficar permanentemente (ou por um bom tempo) como invasor do Iraque. E ainda quer botar as mãos no petróleo da região. Com Bush ou com o futuro presidente.

    .

    Marcadores:


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER