This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, janeiro 09, 2016

    O Natal de Angeli





    sobre Brueghel 

    para ver outras charges clique em
    "marcadores: charges"

    Marcadores: ,

    O Ano Novo de Laerte





    (São Paulo - SP)

     quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Fotolog sai do ar sem aviso prévio e remove conteúdo dos usuários


    Fotolog
    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.

    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.
    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    - See more at: http://m.canaltech.com.br/noticia/internet/fotolog-sai-do-ar-sem-aviso-previo-e-remove-conteudo-dos-usuarios-55717/#sthash.YSPR9BBx.dpuf

    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.
    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    - See more at: http://m.canaltech.com.br/noticia/internet/fotolog-sai-do-ar-sem-aviso-previo-e-remove-conteudo-dos-usuarios-55717/#sthash.YSPR9BBx.dpuf
    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.
    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    - See more at: http://m.canaltech.com.br/noticia/internet/fotolog-sai-do-ar-sem-aviso-previo-e-remove-conteudo-dos-usuarios-55717/#sthash.YSPR9BBx.dpuf
    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.
    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    - See more at: http://m.canaltech.com.br/noticia/internet/fotolog-sai-do-ar-sem-aviso-previo-e-remove-conteudo-dos-usuarios-55717/#sthash.YSPR9BBx.dpuf
    Os mais “novinhos” talvez não pegaram essa época, mas no início dos anos 2000 o que fazia a cabeça do pessoal conectado era o Fotolog — antes mesmo da explosão do Orkut. O site foi uma espécie de rede social primitiva, que permitia publicar fotos diárias com legenda, trocar comentários e seguir outros usuários.
    O Orkut, uma rede social de verdade, caiu nas graças dos brasileiros e sua ferramenta de álbuns de fotografias fez com que muitos começassem a abandonar o Fotolog, que aos poucos foi deixado às traças. Mesmo assim, boa parte dos fotologgers mantiveram suas contas ativas para não perder o histórico das postagens (um excelente registro da adolescência de muitos). Por esse motivo, o fato do site ter saído do ar há alguns dias sem nenhum tipo de aviso prévio deixou algumas pessoas bastante chateadas.
    - See more at: http://m.canaltech.com.br/noticia/internet/fotolog-sai-do-ar-sem-aviso-previo-e-remove-conteudo-dos-usuarios-55717/#sthash.YSPR9BBx.dpuf
     leia o artigo de RENATO BACON
    Fotolog sai do ar sem aviso prévio e remove conteúdo dos usuários - Internet

    'Se um indígena cortasse a garganta de uma criança branca o Brasil viria abaixo', diz mãe de criança indígena morta em SC


     INDIO SC

    "Centenas de pessoas protestaram na tarde desta quarta-feira (6) em Imbituba, cidade do litoral sul de Santa Catarina. Foi lá que, no último dia 30 de dezembro, o menino da tribo Caingangue Vitor Pinto, de 2 anos, foi assassinado quando era alimentado por sua mãe, em plena rodoviária da cidade. Um suspeito está preso, mas a família da criança lamenta como o caso expõe a situação indígena no Brasil."

    "No dia do crime, a direção do Cimi manifestou em nota uma preocupação com o clima de intolerância que se propaga contra os povos indígenas na região Sul do País, seja no trato direto e diário com os índios dentro e fora das grandes cidades, seja com pautas de políticos ligados ao interesse do agronegócio e contrários aos direitos dos indígenas."


     leia a reportagem de THIAGO DE ARAUJO

     'Se um indígena cortasse a garganta de uma criança branca o Brasil viria abaixo', diz mãe de criança indígena morta em SC

    sexta-feira, janeiro 08, 2016

    Charlie Hebdo





    (Salvador, BA)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Criar uma nova política. Mas como?

    "O abismo é o país que por tantas gerações se viu como um futuro que nunca chegava, acreditou ter finalmente alcançado o presente e descobre-se atolado no passado.

    Qual é o projeto político, de fato político, e não meramente um projeto de poder, para o presente-futuro do Brasil? Qual é o projeto político capaz de enfrentar as velhas forças que se rearranjam para manter tudo como sempre foi?

    Este é o desafio para o qual não parece haver respostas convincentes. Por isso a sensação de que 2015 não vai acabar nunca – ou pelo menos vai levar muitos anos para acabar. Não é só uma questão de resgatar a política, no seu sentido amplo e profundo, como diálogo entre diferentes no espaço público, mas de criar uma nova política.

    Mas como?"

    leia o artigo de Eliane Brum

    It’s Roy Batty of Blade Runner’s inception date! Happy Birthday Roy!



    roy

    Yep, Roy Batty of Blade Runner was born on the 8th of Jan 2016

     see more
    It’s Roy Batty of Blade Runner’s inception date! Happy Birthday Roy! | The Poke

    quinta-feira, janeiro 07, 2016

    Kim Jong-Pun





    (Santo André, SP)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Coreia do Norte está bombando

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Wong Kar Wai - Rodrigo Campos, Na Ozetti & Juçara Marçal


    Wong Kar Wai é o filho do pai


    PALAVRAS


    O jornal de manhã chega cedo
    Mas não traz o que eu quero saber
    As notícias que leio conheço
    Já sabia antes mesmo de ler - ê, ê

    - Gilberto Gil (1967)

    quarta-feira, janeiro 06, 2016

    If 2015's biggest sci-fi films made scientific sense, here's how they would really end





    Spend two years on Mars in a flimsy hab, and your Christmas present would be cancer. Cancer in a sensitive place. The surface of Mars is bathed in a sterilizing amount of ionizing radiation.

    read more
    Sci-Fi Movie Endings With Less Fiction and More Science | WIRED:

    Evangélicos estão proibidos de assistir Star Wars


     Evangélicos estão proibidos de assistir Star Wars

    “Cristãos não devem se permitir a hipnose imagética das entrelinhas de uma narrativa descaradamente afinada com os princípios normativos do satanismo. O tão aclamado “despertar da força” faz referência direta a força de Lúcifer, que no hebraico significa o portador da luz. Esta luz é inserida no contexto de Star Wars como sendo o faixo de luz emanado pelas espadas dos jedis”.

    leia mais 
    Evangélicos estão proibidos de assistir Star Wars

    Obama tenta controlar armas



    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Vi; SICARIO (dir Dennis Villeneuve, EUA, 2015)


    Star Wars e Sicario na onda de filmes onde personagens femininos alcançam protagonismo e neste filme a protagonista é uma grande personagem. O roteiro é interessante por nos deixar no mesmo "fog of war" - sem saber direito o que está acontecendo - do que a agente Macer.

    Brutal, direto e movimentado, o filme sobre o combate a cartéis de drogas mexicanas tem boa fotografia, edição e desempenho dos atores. Não está assim entre "os melhores do ano" como alardeiam mas é muito bom.

    Destaque para as cenas do comboio entrando e saindo de Juarez e as cenas quase-finais num corredor de cavernas.


    1500, o ano que não terminou


    Quem chorou por Vitor, o bebê indígena assassinado com uma lâmina enfiada no pescoço?



    E o Brasil não parou para chorar o assassinato de uma criança de dois anos. Os sinos não dobraram por Vitor.

    Sua morte sequer virou destaque na imprensa nacional. Se fosse meu filho, ou de qualquer mulher branca de classe média, assassinado nessas circunstâncias, haveria manchetes, haveria especialistas analisando a violência, haveria choro e haveria solidariedade. E talvez houvesse até velas e flores no chão da estação rodoviária, como existiu para as vítimas de terrorismo em Paris. Mas Vitor era um índio. Um bebê, mas indígena. Pequeno, mas indígena. Vítima, mas indígena. Assassinado, mas indígena. Perfurado, mas indígena. Esse “mas” é o assassino oculto. Esse “mas” é serial killer.

    leia o artigo de ELIANE BRUM
    1500, o ano que não terminou | Opinião | EL PAÍS Brasil Móvel

    PALAVRAS


    Nas redes sociais, todos os patetas pedestres se transformam em patetas motorizados.

    - Fred Melo Paiva

    terça-feira, janeiro 05, 2016

    pela cochlea: Martha My Dear - Márcio Greyck -

    pela c

    Odeio spoiler





    SAMUCA
    (Recife, PE)

    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Carnaval de rua: é hora de cuspir cachaça na encruzilhada


    De LUIZ ANTONIO SIMAS

    Observação curtinha: Encaro a rua no Carnaval como um espaço para o esquecimento necessário. A tarefa agora é das mais díficeis. É na rua que os amantes das festas e das libações do carnaval andam tendo que driblar, feito um Garrincha à sorrelfa, as multidões coreografadas, os materiais de propaganda de empresas que acham que o Carnaval é apenas um momento da cultura do evento, as celebridades duvidosas que usam a festa como forma de promoção e os compradores de abadás que serão usados em futuras sessões de musculação. Vez por outra, há que se encarar, ainda, algum agente da ordem disposto a exigir autorização por escrito para que um sujeito sozinho possa cantar uma marchinha e bater bumbo na esquina. Mas o folião, como a madeira que cupim não rói do pernambucano Capiba, dá nó em pingo d´água e sobrevive para soltar a voz. Agora estamos submetidos a uma tentativa de controle social até da marca de cerveja que poderemos beber. 

    Não é de hoje que essas grandes marcas percebem o samba, o carnaval e uma suposta alegria brasileira – pasteurizada pela estética uniforme da propaganda - como potenciais referências que buscam manipular elementos tradicionais da festa em fatores estimuladores da inclusão pelo consumo de bens ou pelo desejo de consumí-los. A festa globalizada, em seu discurso fabular de harmonia e país possível pelo consenso, é aquela que não quer a fresta, propiciadora do inesperado e potencialmente ameaçadora da ordem normativa. Quando essas marcas encontram abrigo e parceria no poder público e em segmentos do próprio Carnaval, a coisa se aprofunda e os palhaços consumidores somos nós. Turma do carnaval, vou citar o meu avô: É hora de cuspir cachaça na encruzilhada
    !

    2016 o ano do macaco




                                                                    CLAYTON
    (Fortaleza, CE)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Caetano Veloso - O Império Da Lei

    O império da lei há de chegar no coração do pará

    Obama did his best to make his gun control measures sound less scary.



    “If a child can’t open a bottle of Aspirin,” Obama said, “we should make sure they can’t pull a trigger on a gun.” Taking a page from Nick Kristof, he asked, “If we can find an iPad lost with our phone, why can’t we find a stolen gun?”

    The president’s overarching goal was to portray his new gun-control measures as relatively modest steps that any rational adult human would find reasonable. The corollary was that the GOP and NRA’s objections to these kinds of measures are profoundly absurd. “Research, science—those are good things, they work,” he deadpanned, as the audience broke into laughter.

     read more
    Obama did his best to make his gun control measures sound less scary. | New Republic:

    MInisséries 2015


    Ao postar minha lista dos filmes mais interessantes do ano 
    comentei sobre a dificuldade de compilação entre diversas formas de ver filmes, diversas fontes para chegar aos filmes, ou os filmes virem a nós,
    e assim não posso deixar de mencionar também algumas minisséries impactantes vividas em 2015.

    OLIVE KITTERIDGE 
    dir Lisa Cholodenko rot Jane Anderson & Elizabeth Stout, c/Frances McDormand, EUA

    SHOW ME A HERO 
    dir Paul Haggis rot Lisa Belkin, David Simon & William Zorzi, EUA

    P´TIT QUINQUIN
    dir & rot Bruno Dumont, França

    MAKING A MURDERER
    dir & rot Moira Demos & Laura Ricciardi, EUA

    Não repara na bagunça: o ano pelas charges do Diario de Pernambuco



    Samuca e Jarbas

    Responsáveis pelas charges do Diario de Pernambuco, Samuca e Jarbas tiveram muito trabalho em 2015. Era muito material para condensar em apenas um quadro. E os personagens? Da política à economia, passando pelos esportes e artes, muita “celebridade” acabou ganhando seu registro pelo traço dos nossos premiados representantes da editoria de arte. Os dois trabalham em sistema de rodízio para publicar atualmente na página A3 (embaixo do Em Foco) suas visões de mundo a partir das notícias.  Mas nem tudo foi humor. A começar pelo massacre na redação do Charlie Hebdo, em Paris, em janeiro do ano passado. O menino sírio morto afogado na praia turca em setembro também foi homenageado. No final, a mensagem de esperança do dia 31 de dezembro, desenhada por Jarbas, provou que todo o esforço vale a pena. A charge foi um sucesso nas redes sociais, tendo um alcance total de mais de 15 milhões de pessoas. O ano de 2016 já começou, mas vale a pena ver, rir (ou se emocionar) de novo com os 362 trabalhos de 2015 (não circulamos nos três dias de carnaval).
     
    veja a galeria de Samuca Andrade e Jarbas Domingos
    Não repara na bagunça: o ano pelas charges do Diario

    Quem tem a força?






    (Curitiba, PR)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges
     

    Marcadores: ,

    O sol de hoje


    De ELIO GASPARI

    Algum dia, as poucas árvores plantadas na esplanada que vai da praça Mauá ao Museu do Amanhã haverão de crescer. 

    Até lá, criou-se ali a maior churrasqueira dos tempos modernos. Para quem gosta de maquete, ficou uma beleza; para os bípedes, um suplício.

    Não tem refresco



    O GLOBO, 05/01/2016

    segunda-feira, janeiro 04, 2016

    Abrindo 2016





    (Belém, PA)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Deep Purple-Help (live 1968)

    O inimigo número um do Vaticano


    Conversa com Emiliano Fittipaldi, o homem que investigou as entranhas financeiras da Santa Sé




     


    "O que minhas investigações demonstram é que o Papa está muito mais só do que a propaganda vaticano quer transmitir ou vem tentando contar nestes dois anos de pontificado. Não há união a favor de sua reforma. É uma lenda. Existe muita resistência a sua revolução. Deve ser iniciada, e não só com palavras. Acredito que isso foi o que mais o irritou no livro, a constatação dessa desunião. Posso entendê-lo. Tudo isso demonstra que o Papa se encontra em uma posição débil, frágil, embora se trate de um líder extraordinário. Sua maior força recai nos fiéis. Tem o apoio das pessoas para mudar as coisas, mas muitos freios de dentro. Essa é minha esperança, embora o caminho se mostre estreito."

    "Óbolo de São Pedro. Uma beneficência que depende somente do Papa. É feita para os pobres: arrecada 70 milhões de euros por ano. Ao final de cada exercício deveriam zerar. Distribuir tudo. Chegaram a juntar 400 milhões, que são investidos como se fossem fundos de um banco. Funciona há séculos. Mas vai para as despesas da hierarquia. Poderiam dizer: esse dinheiro é destinado a nós. Sem problema. O assunto é quando tentam nos convencer do contrário, que se destina ao funcionamento externo da Igreja, aos pobres e necessitados. Mas não. O IOR, o banco vaticano, tem quatro fundos de beneficência. Francisco queria fechar. Foi convencido a não fazê-lo. Gera 100 milhões por ano. Sabe quanto dinheiro foi destinado a obras fora do Vaticano? 17.000 euros.O resto ficou com cardeais que soubemos que vivem em apartamentos de cobertura de 500 metros quadrados, viajam de primeira classe…

    P. Como o pobre cardeal Bertone?

    R. Isso mesmo, e o mais escandaloso não é a residência em si, mas o fato de ter tirado os recursos para a reforma do imóvel dos donativos para a Fundação Menino Jesus, dedicada ao tratamento de crianças doentes. "

    leia a entrevista para jesus ruiz mantilla

    O inimigo número um do Vaticano | EL PAÍS Semanal | EL PAÍS Brasil Móvel

    Eu, leitor, à espera de notícias sobre um bebê indígena assassinado


     bebeindigena-imbituba


    "Bebê Kaingang é degolado no litoral de Santa Catarina; percorro os jornais para obter mais informações e ver a comoção; mas devo estar distraído, onde estão as notícias?"

    leia o texto de alceu luis castilho

    Eu, leitor, à espera de notícias sobre um bebê indígena assassinado | Blog do Alceu Castilho

    Começou 2016




    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Até o carnaval carioca dá lugar à truculência da polícia...


    de Cid Benjamin

    A abertura não oficial do carnaval carioca, com encontro de blocos no centro da cidade, foi manchada pelo vandalismo da Guarda Municipal.

    Teve gente ferida com balas de borracha, sobrou gás lacrimogêneo e gás de pimenta, pessoas que estavam nos bares da Cinelândia, lotados, tiveram que sair em disparada, além de a estação de metrô ter ficado fechada por mais de dez minutos.


    Em nota, a Guarda explicou que ambulantes "vendiam produtos irregulares", foram presos e receberam solidariedade de foliões, tendo começado daí a confusão.


    Como leitor do Globo, jornal em que vi essa informação, gostaria de saber que produtos eram esses. Armas? Drogas?


    A matéria não informa e, pelo visto, nenhum repórter se deu ao trabalho de perguntar.
    Erro grave.


    Soube depois que os tais produtos eram cervejas de marca diferente daquela que tem contrato com a prefeitura para o carnaval, a Antártica.


    Sempre me pareceu ilegal um contrato que dá exclusividade a uma marca para venda por ambulantes nas ruas.


    Afinal, a rua é um espaço público.


    Mas não estamos sequer no carnaval, período de vigência do tal contrato.


    Será que o prefeito Eduardo Paes estendeu essa exclusividade ilegal para todo o ano?


    Ah se tivéssemos um Ministério Público estadual e uma Câmara de Vereadores independentes...

    Kerexu, a cacica ameaçada de morte que tenta salvar sua aldeia


     

     "Na aldeia, ouve-se o barulho dos caminhões mais do que dos pássaros. A terra Guarani foi cortada ao meio pelos militares durante a construção da BR-101, a maior rodovia brasileira, que liga o Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte em 4.542 km de extensão. Desde então, a estrada é vista como progresso. E os índios que vivem às suas margens têm a pecha de representarem o atraso.
    Dos 21 deputados que votaram a favor da PEC 215, dois são catarinenses. Valdir Colatto (PMDB), uma das principais lideranças pela revogação do Estatuto do Desarmamento, foi financiado pela indústria armamentista e recebeu 36,9% do dinheiro de sua campanha do agronegócio, de acordo com dados do Instituto da Justiça Federal."

    "Sobre os indígenas do Morro dos Cavalos, ele sugere que eles sejam paraguaios, trazidos por ONGs para faturar verbas da União.

    Por fim, defende que a PEC seja benéfica aos indígenas. “Eles vão poder explorar a terra, os minérios, construir hidrelétricas ou arrendar o que têm. Afinal, precisam de dinheiro. Ninguém gosta de viver no miserê”. O Morro dos Cavalos faz parte da unidade de conservação Serra do Tabuleiro, onde há 2.292 nascentes e o mais diverso bioma do Estado."

    leia mais:

    Kerexu, a cacica ameaçada de morte que tenta salvar sua aldeia | Brasil | EL PAÍS Brasil Móvel

    domingo, janeiro 03, 2016

    2016 chega cheio de gás

    Marcadores: ,

    Vi: BRIDGE OF SPIES (Steven Spielberg, EUA, 2015)



    Vi que era um filme de Spielberg e desanimei... vi os nomes dos Irmãos Coen como roteiristas e animei de novo...

    Mas o resultado é muito bom. Produção extraordinária. Thriller de espionagem mais pra Carré do que Bond.

    Neil Gaiman Defends George R R Martin


    TempleOfArt_NeilGaiman"I remember hearing an upset comics editor telling a roomful of other editors about a comics artist who had taken a few weeks off to paint his house. The editor pointed out, repeatedly, that for the money the artist would have been paid for those weeks’ work he could easily have afforded to hire someone to paint his house, and made money too. And I thought, but did not say, “But what if he wanted to paint his house?”"

    "Sometimes it happens like that. You don’t choose what will work. You simply do the best you can each time. And you try to do what you can to increase the likelihood that good art will be created.

    And sometimes, and it’s as true of authors as it is of readers, you have a life. People in your world get sick or die. You fall in love, or out of love. You move house. Your aunt comes to stay. You agreed to give a talk half-way around the world five years ago, and suddenly you realise that that talk is due now. Your last book comes out and the critics vociferously hated it and now you simply don’t feel like writing another. Your cat learns to levitate and the matter must be properly documented and investigated. There are deer in the apple orchard. A thunderstorm fries your hard disk and fries the backup drive as well…

    And life is a good thing for a writer. It’s where we get our raw material, for a start. We quite like to stop and watch it.'

    read more >>


    Neil Gaiman Defends George R R Martin - Bleeding Cool Comic Book, Movie, TV News

    Cunha no inferno

    De Alex Solnik​

    E eis que, depois de muitos prós e contras, debates, agressões, obstruções, recursos, adiamentos, conchavos, deposições, manobras, chutes abaixo da linha da cintura, xiliques, mimimis, finalmente Eduardo Cunha chega ao inferno onde é recebido pelo dono do pedaço, o Diabo, o Satanás, o Coisa Ruim em pessoa. Vira-se o Tal para ele e ordena:

    - Agora o senhor vai para o banho de ácido sulfúrico!

    E Cunha, com o regimento debaixo do braço:

    - Discordo! Vou recorrer!

    2016?





    (São Paulo - SP)

     quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Otis Redding - Satisfaction (Monterey '67)


    Rockets, robots, and reckless imagination




    "In 2013, I met Neil Gaiman at the Clarion West Writers Workshop in Seattle. The author of classics such as Sandman, American Gods and Coraline said something very interesting, which he later wrote in an article for the Guardian: “I was in China in 2007, at the first party-approved science fiction and fantasy convention in Chinese history. And at one point I took a top official aside and asked him why SF [science fiction] had been disapproved of for a long time. What had changed?

    It’s simple, he told me. The Chinese were brilliant at making things if other people brought them the plans. But they did not innovate and they did not invent. They did not imagine. So they sent a delegation to the US, to Apple, to Microsoft, to Google, and they asked the people there who were inventing the future about themselves. And they found that all of them had read science fiction when they were boys or girls.”

    Has a better argument for the importance of imaginative literature ever been made? Perhaps I should ask that of my family teacher."

    read this article by Uisman Malik >>


    Rockets, robots, and reckless imagination - Perspective

    Manual do perfeito midiota


     Foto: Ingimage

    "Vamos combinar: a vida era muito mais simples quando a empregada usava o elevador de serviço, andava de ônibus, não precisava de férias e conhecia o seu lugar. E a gente nem precisava registrar o emprego dela. Quebrava um vaso, podia trocar o vaso e a empregada, sem maiores danos.

    Também sabemos, você e eu, que esse negócio de preto, mulato, aquele povo do norte, fazendo compra no mesmo supermercado, comprando a mesma coisa que a gente, causa um certo desconforto. Esse mal-estar aumenta muito quando os encontramos na fila do aeroporto, ou a bordo daquele navio de cruzeiro, certo?

    Tudo isso é causa de angústia e isso é compreensível: você não teve a chance de se preparar para essa mistura, porque passou a vida entre a mídia conservadora e o jardim do lar burguês.

    A boa notícia é que você pode reduzir esse sofrimento simplesmente assumindo sua condição de midiota."

    lkeia a coluna de Luciano Martins Costa


    Manual do perfeito midiota - 1 - Brasileiros


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER