This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    segunda-feira, setembro 24, 2018

    Restam três para uma





     "A polarização entre Bolsonaro e Haddad não é surpresa para quem atentou à política brasileira nos últimos 24 anos. Desde 1994 que as eleições majoritárias no Brasil se organizam entre PT e anti-PT. O fato de um mesmo partido ter assumido o papel de principal adversário petista nas últimas seis disputas pelo Palácio do Planalto fez parecer que a expressão da luta pelo poder era PT x PSDB. Bolsonaro está demonstrando que o PT era a constante, e que o PSDB era a variável dessa equação."

     LEIA ARTIGO DE Jose Roberto de Toledo​


    Restam três para uma:

    Gui Amabis - Contravento

    O vento é um menino
    Bulindo com a gente
    Corre pela saia
    Em cima do assento
    A poeira sobe
    Os olhos ela fere
    A boca ela seca
    A pele ela rasga
    O vento é um menino
    Bulindo com a gente

    sábado, setembro 22, 2018

    Batman’s penis is in a comic book for the first time ever - Vox




    "Like the hero it’s attached to, Batman’s penis has traditionally worked undercover. But that changed this week as DC Comics exposed Batman’s Batmember to the world for the first time ever — and then hastily decided to take it away. 

    In a panel from the new Batman: Damned No. 1, written by Brian Azzarello with art by Lee Bermejo, the superhero’s penis, seemingly tired from a night of trying to solve the Joker’s murder, is seen leaning to Batman’s hard right, resting behind a pair of turgid thighs and just below a chiseled waist. The shot is presented in shadow, but it’s nonetheless clear what we’re seeing: the first-ever exposure of Batman’s manhood."

     READ MORE&


    Batman’s penis is in a comic book for the first time ever - Vox: Batman: Damned is now a comic book collector’s item.

    Professor é humilhado em sala de aula


    J. BOSCO

    Marcadores: ,

    Época de coligações


    IOTTI

    Marcadores: ,

    Eric Schmidt, ex-Google CEO, predicts internet bifurcation with China


     


     "Schmidt's predictions come at a time when his successor at Google, CEO Sundar Pichai, has stirred up controversy around the company's strategy in China.

    Reportedly, Google has been developing "Project Dragonfly," a censored version of its search engine that could appease authorities in China. The project allegedly included a means to suppress some search results, booting them off the first page, and a means to fully block results for sensitive queries, for example, around "peaceful protests."

    read mire >>
    Eric Schmidt, ex-Google CEO, predicts internet bifurcation with China: Eric Schmidt does not believe the internet will splinter, but does see us heading toward a 'bifurcated internet, with China leading one part.

    Eric Schmidt, ex-Google CEO, predicts internet bifurcation with China


     


     "Schmidt's predictions come at a time when his successor at Google, CEO Sundar Pichai, has stirred up controversy around the company's strategy in China.

    Reportedly, Google has been developing "Project Dragonfly," a censored version of its search engine that could appease authorities in China. The project allegedly included a means to suppress some search results, booting them off the first page, and a means to fully block results for sensitive queries, for example, around "peaceful protests."

    read mire >>
    Eric Schmidt, ex-Google CEO, predicts internet bifurcation with China: Eric Schmidt does not believe the internet will splinter, but does see us heading toward a 'bifurcated internet, with China leading one part.

    Infecção golpista | Contexto Livre



    http://www.jb.com.br/colunistas/coisas_da_politica/2018/09/7235-infeccao-golpista.html


    "As declarações feitas pelo candidato Jair Bolsonaro numa transmissão ao vivo em rede social são graves, são preocupantes e deviam ter sido rebatidas pelos demais candidatos. Resumidamente, ele prevê que vai perder no segundo turno por conta de uma fraude da urna eletrônica que o PT já teria armado. E com isso, revela sua disposição para contestar o resultado e a legitimidade do pleito, deixando no ar a possibilidade de um golpe contra a suposta fraude, que poderia ter a participação militar.

    No final do vídeo ele dirige um agradecimento aos que o apoiam na Marinha, no Exército e na Aeronáutica, “como cidadãos e não como instituição”. A saudação veio depois das graves declarações, para deixar bem claro com quem ele conta para resistir."


    mais na coluna de Tereza Cruvinel

    Infecção golpista | Contexto Livre: As declarações feitas pelo candidato Jair Bolsonaro numa transmissão ao vivo em rede social são graves, são preocupantes e deviam ter ...

    Bolsonaro resolveu testar os limites da fidelidade


    Somos familia


    MARINGONI

    Marcadores: ,

    IZA - Ginga (Participação especial Rincon Sapiência)

    Se o assunto é meter dança, já larguei na pole
    A cintura que destrava nesse desenrole
    O corpo desenrolado não é rocambole
    Seu plano já foi bolado, quero que rebole
    A cintura mole, mole, mole, mole, mole

    Merval e a democracinha*



     
    "Recapitulando: na cabeça do imortal, o PT de 2002 não existiu, era só fachada, e o partido não pertence ao campo democrático legítimo. Lula e Bolsonaro se equivalem.

    Não consigo evitar certo constrangimento diante da sensação de estar tomando o meu tempo e o tempo do leitor com um texto de opinião bastante medíocre, cujo autor oscila entre acessos apopléticos de indignação e reiterados engasgos de raciocínio. Por outro lado, não há como deixar de reconhecer que Merval Pereira é um bom termômetro da febre que acomete o país. Ele é o sintoma de algo que o ultrapassa. Ele é a prova viva e involuntária de que a democracia brasileira corre, sim, riscos de ir pelo ralo."

    leia a coluan de FERNANDO BARROS E SILVA


    Merval e a democracinha*: A polarização política, os cidadãos de bem e os inimigos da vida civilizada no país

    sexta-feira, setembro 21, 2018

    Who let the dogs out?






    AROEIRA

    Marcadores: ,

    quinta-feira, setembro 20, 2018

    A natureza do pleito



    TEREZA CRUVINEL

    A transferência de votos de Lula para Fernando Haddad está em pleno movimento. Se ele mantiver o ritmo de crescimento apresentado nos primeiros quatro dias de campanha, de quatro pontos percentuais segundo o Datafolha, em breve poderá isolar-se no segundo lugar. Nisso acreditam até os analistas do mercado. Se estas previsões se confirmarem, podemos ter no segundo turno mais uma eleição plebiscitária, um confronto entre o PT e o antipetismo, antes encarnado pelo PSDB, que perdeu o papel para Bolsonaro. Resumidamente, entre os que venceram em 2016 e os que foram derrubados.

    Mais do que uma disputa entre esquerda e direita (no caso uma direita extremada e tosca), o segundo turno pode tomar a forma de um acerto de contas sobre o que se passou no Brasil nos últimos anos. De um lado, os que enxergam o capeta no PT, embora sabendo que a corrupção não é monopólio petista; os que aplaudiram a derrubada de Dilma com um crime de responsabilidade forçado; os que aplaudiram a prisão de Lula e sua inabilitação eleitoral, apesar das anomalias dos processos. Estes poderão votar em Alckmin, Meirelles, Amoedo, Álvaro Dias ou Bolsonaro. Mas votarão, majoritariamente, em Bolsonaro, levando-o ao segundo turno.

    De outro lado, votarão majoritariamente em Haddad os que viram um golpe no impeachment, acham a prisão de Lula injusta e destinada a impedir sua candidatura e, diante da crise que se agravou sob Temer, querem de volta as políticas petistas. Darão na urna a resposta que não deram nas ruas, ou porque estavam envergonhados com a corrupção nos governos petistas, ou porque acreditaram mesmo que tudo poderia melhorar com o “Fora PT”. E também porque os mais pobres não se sentem donos das ruas como a classe média.

    Haddad e Ciro estão empatados, mas o petista tem a enorme vantagem de ser “o candidato de Lula”, também chamado de Andrade e de Adauto. Nos quatro dias em que fez campanha, ele falou o nome de Lula em cada frase, definiu-se como mero substituto, prometeu a volta dos bons tempos e evocou as “perseguições” ao partido e ao ex-presidente, bem como a sabotagem parlamentar que ajudou a afundar o governo Dilma. É a sua narrativa. Cabe aos adversários contestá-la. No horário eleitoral, trechos da carta de Lula continuarão sendo lidos e dramatizados.

    O discurso de Ciro, de que o PT estava levando o país para a beira do abismo (representado por Bolsonaro), deixará de fazer sentido. Poderá ele, no máximo, dizer que tem mais chances de vencer Bolsonaro no segundo turno. Assim como Alckmin alega ter mais chances de derrotar o PT. Na simulação de segundo turno do Datafolha, Ciro ganha de 45% a 38% de Bolsonaro, e Haddad perde de 41% a 40%. Mas é cedo para tomar este empate técnico como tendência.

    Ciro também se opôs ao “golpe” e tem sido mais crítico de Temer que o PT. Não teve o apoio do PT porque Lula, para sua estratégia, precisava de um petista que se submetesse até mesmo ao timing do lançamento tardio da candidatura, que a tantos pareceu loucura. Foi se mantendo candidato, apesar da impugnação certa, que preservou unido o eleitorado que agora tenta transferir para Haddad. Nem Ciro nem qualquer aliado de outro partido teria feito este jogo, ou abdicaria do protagonismo para se declarar substituto.

    Contra a percepção de uma eleição plebiscitária, entre o PT e o antipetismo, pode se alegar que Bolsonaro foi ator secundário nos processos que levaram aos infortúnios petistas. No impeachment, seu feito maior foi dedicar o voto ao torturador Brilhante Ulstra. Na linha de frente estavam o MDB e a turma de Temer e o PSDB liderado por Aécio. O Centrão aderiu depois, quando Dilma já estava perdida, após o Judiciário impedir Lula de se tornar ministro para articular a reação política. Mas, na ausência de candidato competitivo destas forças vitoriosas em 2016, foi Bolsonaro que assumiu a “persona” do anti-PT. Com ele será o duelo.

    A beleza e o caos


    Pra todos os lados


    BRUNO AZIZ



    Marcadores: ,

    NÃ - Embalagem alta cultura (2018)

    a elite aplaude a imprensa apoia

    quarta-feira, setembro 19, 2018

    Photo of Kissing Gay Couple Sparks Controversy at One of Brazil’s Most Important and Iconic Tourist Sites





    "Every year, close to 2 million people visit Rio de Janeiro’s Sugar Loaf Mountain, making it the city’s second-most frequented tourist site after Christ the Redeemer. Since 1912, families have traveled from all over the world, and from within Brazil, to ride the storied cable cars to the mountain’s peaks and enjoy the breathtaking panoramic views of one of the planet’s greatest and most beautiful cities.

    But now, beyond majestic vistas, the throngs of visitors to Sugar Loaf see something else, strategically placed in one of the site’s most prominent spaces: a photograph of two men kissing. And in the three months that the photo has occupied prime real estate at Sugar Loaf, it has generated a steady stream of complaints and anger."


    read the story by GLENN GREENWALD

    Photo of Kissing Gay Couple Sparks Controversy at One of Brazil’s Most Important and Iconic Tourist Sites: As Brazil’s far-right, fascist movement tries to link LGBT equality to pedophilia, one straight manager at Sugar Loaf takes a bold stand.

    É Fraude!




    MIGUEL



    Marcadores: ,

    Steppin' Out With My Baby Doris Day (Irving Berlin)

    I am steppin' out with my baby
    Can't go wrong 'cause I'm in right
    Ask me when will the day be
    The big day may be tonight, what a night

    Campanha EWleitoral




    QUINHO

    Marcadores: ,

    vi; LES GARÇON SAUVAGES (dir & rot Bertrand Mandico, França, 2017)



    De vez em quando o cinéfilo esbarra num filme completamente diferente, numa narrativa nunca encontrada, com técnicas inéditas. É raro no cinema, mas quando acontece é maravilhoso. Esta pérola (numa ilha que é toda ostra) de Mandico é assim. Que surpresa, que impacto! Erotismo, estranheza... Filmado em película de alto contraste (que efeito isto dá nos gráos de areia, por exemplo!), o filme usa as lendas e a iconografia marítima tanto para ressaltar a masculinidade rude dos marujos e da vida ao mar quanto passeia pela atração homossexual vestida nas roupas de marinheiros e na camaradagem confinada. Na parte visual, um delirio alucinatório. Senhor das Moscas e Ilha do Tesouro filtrado por Genet e filmes japoneses antigos.

    Razão não depende de geografia


    Fabiana Moraes

    "Somos um país de pobres que detesta a pobreza. Aprendemos que ela é abjeta e que em seu interior há pouca chance de dignidade. “Cara de pobre”, “coisa de pobre”, “pobreza pega”. O que é dito como brincadeira guarda seus enunciados de verdade. Logo, é comum soltar um “os pobres precisam parar de ter filhos”. Logo, “um país rico é um país sem pobreza”, como disse um dia uma propaganda governamental. Logo, os pobres deviam mesmo parar de votar. E onde mora a pobreza do Brasil? Naquele torrão distante e seco denominado Nordeste, a região cristalizada pelo tempo (e por novelas e comerciais e livros e quadros e filmes) como a responsável tanto por guardar as coloridas tradições de um Brasil profundo quanto a vergonha da fome e da incapacidade de reflexão.

    Assim, situar o “mau” voto nos nordestinos, nos “esfomeados do Bolsa Família” ou, enfim, na pobreza é uma estratégia também voltada para a desmobilização."


    leia o artigo de Fabiana Moraes​

    Razão não depende de geografia: No imaginário nacional, o Nordeste segue como a terra que vota com o estômago

    E o Lula, hein?


    Mulheres recuperam portal hackeado


    MARIANO

    Marcadores: ,

    O debate está pegando fogo


    LEONARDO

    Marcadores: ,

    Moacyr Luz 05. Rainha negra (Moacyr Luz / Aldir Blanc)

    A idade da sereia
    O baticum de pé no chão
    Chuá de cachoeira...
    O mito, o rito ritmam a respiração
    Tantan e atabaque
    A gargalha do ganzá
    O canto do trabalho
    A dança, a ânsia sagrada de rememorar

    General diz que “grande parte” de homens de comunidades pobres são bandidos


     


    "A afirmação não é apenas rasa. Parte de uma premissa perigosa que pode justificar tudo. Inclusive a violência policial ou militar indiscriminada contra as mesmas comunidades.

    Em tempo: O Ministério Público Militar pode enumerar dezenas de casos de desvios milionários praticados tanto por praças quanto por oficiais de alta patente. Eles vão da cobrança de propina em contratos a roubo de peças de tanques militares. Mais de uma centena de militares já foi condenada por crimes desse tipo entre 2010 e 2017. Sobre isso, vale a pena ler a reportagem de Leandro Prazeres, do UOL.

    Diante desses fatos, afirmar que o Exército é tão corrupto quanto qualquer outra instituição da República e que a ausência de comando faz da instituição uma ''fábrica de elementos desajustados'' é preconceito ou apenas uma ''constatação''?"


    mais no artigo de Leonardo Sakamoto​

    General diz que “grande parte” de homens de comunidades pobres são bandidos - Notícias - UOL Notícias: Após as críticas que recebeu por ter declarado, nesta segunda (17), que a partir do momento que a família é dissociada, por "agendas particulares que tentam impor ao conjunto da sociedade", "...

    Bem Paraná | Casa só com 'mãe e avó' é 'fábrica de desajustados' para tráfico, diz Mourão



    Casa só com 'mãe e avó' é 'fábrica de desajustados' para tráfico, diz Mourão


    "Transitando pelo politicamente incorreto, criticou a política externa dos anos Luiz Inácio Lula da Silva (PT, 2003-10). "Nós nos ligamos com toda a mulambada, me perdoem o termo, do lado de lá e de cá do oceano na diplomacia Sul-Sul", disse.

    Citou então os casos de suspeitas de corrupção em financiamentos brasileiros a projetos na África e na América Latina, um dos eixos da política Sul-Sul apregoada pelo então chanceler Celso Amorim, que buscava alternativas políticas e econômicas às parcerias tradicionais com EUA e Europa.

    Questionado posteriormente sobre o termo usado, disse que só havia dito "para o auditório ficar satisfeito".

    LEIA MAIS>> 

    Bem Paraná | Casa só com 'mãe e avó' é 'fábrica de desajustados' para tráfico, diz Mourão

    terça-feira, setembro 18, 2018

    Millie Jackson - (If Loving You Is Wrong) I Don't Want To Be Right (Offi...

    If loving you is wrong, I don't want to be right
    If being right means being without you
    I'd rather live a wrong-doing life
    Your mama and daddy say it's a shame
    It's a downright disgrace
    But long as I got you by my side
    I don't care what your people say


    Atentados


    MARINGONIG

    Marcadores: ,

    Quem se importa com as assembleias?

     


    "A situação é ainda mais grave nas assembleias legislativas, nos estados. Nelas, a preponderância da vontade do Executivo é tamanha que, desde o final dos anos 90, o cientista político Fernando Abrucio passou a se referir aos arranjos institucionais locais pelo termo “ultrapresidencialismo estadual”.

     Os governadores dispõem de instrumentos semelhantes aos do presidente para controlar a agenda e os trabalhos parlamentares. Na prática da vida política dos estados, contudo, esses poderes se revelam ainda mais efetivos do que em Brasília. Os legislativos estaduais, escreveu Abrucio em seu livro Os Barões da Federação, não raro acabam desempenhando um papel “em grande medida apenas homologatório” das vontades palacianas.

     Mas como se explica essa hipertrofia de poder dos governadores? Uma das razões está no fato de os integrantes das assembleias terem ainda menos autonomia e recursos – tanto financeiros, quanto políticos – do que os deputados federais.

     Com menos recursos políticos e financeiros, os deputados estaduais, por sua vez, acabam se tornando muito dependentes dos governadores para as suas possibilidades de reeleição. O direcionamento de verbas, obras e atenção do Executivo local para o reduto eleitoral deste ou daquele deputado é decisivo para as chances do parlamentar nas urnas. Não espanta que a maior parte deles troque esse apoio eleitoral decisivo, vindo do Executivo, por votos na assembleia a favor das vontades do governo."


    leia o artigo de Rafael Cariello​  = Quem se importa com as assembleias?:

    Reage, Mercadinho!



    JAN THEOPHILO

    Sommelier de botas



    ADÃO ITURRUSGARAI

    Marcadores: ,

    Ludmilla, a mãe de Helenão, é a grande personagem desta campanha presidencial




    “Ou a gente se une agora para brigar, ou a gente vai se juntar depois para chorar.”

    leia reportagem de JOAQUIM DE CARVALHO 

    Ludmilla, a mãe de Helenão, é a grande personagem desta campanha presidencial

    É muita pretensão

    Marcadores: ,

    VI: DARK RIVER (dir & rot Clio Barnard, Ingalterra, 2018)


    Várias críticas que li sobre este filme usam a palavra "bleak" para descreve-lo.
    Bleak quer dizer sombrio, lúgubre - e também duro, desolado, desprovido de conforto ou alegria.
    Este realmente é o clima áspero deste belo filme
    na inglaterra rural das pradarias e ovelhas
    onde mulher retorna para assumir a fazenda de seu pai recem-falecido.
    Interpretação excelente de Ruth Wilson.

    6- Jonas Sá - Trem

    Saindo da estação
    Lambendo o chão o trem
    Latindo logo atrás
    Vem vindo o cão também

    segunda-feira, setembro 17, 2018

    Maciel Salú - Quem Tem Dois Não Tem Nenhum - Programa #MetropolisPE

    Quem quiser mais de mulher
    Vai ter que aguentar o rojão
    E quem com uma não pode
    Com duas cai logo no chão
    Coração partido não ama
    Só arruma confusão
    Na hora do vamos ver
    É vergonha e decepção

    A culpa do alto clero


     

    "Uma vez eleitos, nada garante que os novos deputados conseguirão fazer avançar seus projetos ou representar os interesses do seu eleitorado num sistema político que volta a concentrar poderes, dessa vez nas relações entre o Executivo e o Legislativo.

    Como já se observou aqui, o arranjo institucional brasileiro permite ao presidente da República e a um pequeno grupo de líderes partidários determinar o que vai ser votado, quando vai ser votado, e o que vai constar no texto de cada projeto. As barganhas se dão entre o Planalto e os caciques no Congresso, sobretudo, num processo ao qual a sociedade tem pouco acesso, mas que ao mesmo tempo é bastante vulnerável à influência dos grupos de interesse – empresas, funcionalismo público, sindicatos, entidades patronais – e dos anseios dos grandes financiadores de campanha.

    Segundo Carazza, o regimento da Câmara oferece aos líderes partidários um arsenal de instrumentos para encurtar prazos na apreciação de projetos, “para criar comissões especiais – em vez de passar pela discussão em várias comissões –, para escolher quais serão os membros dessas comissões”. Daí a dificuldade de se fazer o escrutínio público – ou mesmo o debate pelos demais integrantes do Congresso – do que vai ser votado. Como os líderes detêm poderes regimentais que fazem muita diferença no resultado final de qualquer legislação, eles possuem também grande capacidade de barganha com o Executivo."

    LEIA A COLUNA DE RAFAEL CARIELLO :  A culpa do alto clero:

    Fora das caixinhas


    TEREZA CRUVINEL

    Houve uma gritaria supostamente legalista quando, há poucos dias, o candidato Ciro Gomes afirmou que Lula só sairá da prisão se a Justiça e o Ministério público “voltarem para suas caixinhas”. Ciro já explicou dezenas de vezes que se referia aos excessos, desmandos e exorbitâncias que acontecem nesta esfera. O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galoro, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, revela comportamentos da procuradora-geral da República e de dois desembargadores, no dia do “prende-solta” de Lula, bastante ilustrativos da desordem apontada por Ciro. Ontem eles tentaram justificar o que fizeram mas ficou evidente que exorbitaram.

    Em nota, o presidente do TRF-4, Thompson Flores, admitiu que telefonou mesmo ao diretor-geral da PF, pedindo que não cumprisse a ordem de soltura emitida pelo desembargador Rogério Favreto, de seu próprio tribunal, que no plantão de domingo, dia 8 de julho, concedera habeas corpus a Lula. Diz ele na nota que o fez porque, em seguida, iria emitir ordem judicial anulando a decisão do plantonista.

    Anota refere-se também a registro da revista “Veja”, segundo o qual o desembargador Gebran Neto teria dito, a pessoas de seu relacionamento, que “agiu fora da lei” para impedir o mal maior, que seria a soltura de Lula. Gebran, como se sabe, foi o primeiro a desautorizar o colega Favreto, invocando sua condição de relator do processo. Diz a nota que Gebran “não autoriza ninguém a falar em seu nome, nem a imputar-lhe declaração sobre fatos objeto de julgamento”. Não nega categoricamente que tenha dito o que lhe é atribuído.

    A procuradora-geral Raquel Dodge, que também telefonou ao diretor-geral da PF naquele domingo, não se manifestou. Quando autoridades do sistema de Justiça “saem de suas caixinhas” tão afrontosamente, permitem discursos como o que fez ontem na Câmara o deputado petista Paulo Pimenta. Depois de afirmar que três autoridades se juntaram para burlar a Justiça, o que é um crime, e que a associação de mais de duas pessoas para cometer crimes caracteriza quadrilha, ele pergunta: “quem vai investigar esta quadrilha de togados?”

    Colocar cada qual em sua caixinha, como disse Ciro, não é manietar a Justiça ou coisa assim, como se tentou vender. É restabelecer os limites que impedem ocorrência como as daquele domingo, só possíveis quando o Estado de Direito preserva a forma mas não a inteireza.

    domingo, setembro 16, 2018

    Bolsonaro: tudo sob controle



    AROEIRA
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges


    Marcadores: ,

    Levando ao fundo do poço



    RENATO MACHADO
    (Santos, SP)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores: charges


    Marcadores: ,

    Nunca mais vou ver isso, pai?, perguntou Matias, 5, hipnotizado por fogo em museu


    "Quando percebi que me movia em terreno movediço, preferi não contar que o Museu Nacional abrigava a maior coleção de arte egípcia da América Latina, boa parte arrematada por Dom Pedro 1º em um leilão de 1826, numa época em que o comércio de antiguidades do Egito ainda era legal.

    Não contei que a coleção egípcia possuía 700 itens, nem que uma das principais peças era o sarcófago de Sha-Amun-em-su, uma cantora do santuário do deus Amun, presente do vice-rei do Egito ao imperador D. Pedro 2º durante sua viagem ao país, em 1876.

    Mas tive que contar que havia múmias.

    Foi o que bastou. Matias começou a chorar. Um choro triste, decepcionado, daqueles que não adianta assoprar nem prometer chocolate. Aí ele me perguntou: “Eu nunca mais vou ver isso, pai?”

    E eu respondi: “Nunca mais, Matias.”"

    LEIA O ARTIGO DE JOSE ROBERTO TORERO 

    Gully Bop - My God Dem Nuh Bad Like Me

    Screechy pass the dog, when the dog did a sleep
    Draw weh the curtain, me buss a one peep
    No lilleet watch eh gyal skin out a sleep
    Tek pass Keith like Mita man creep
    Two bad whine fling it upon lilleet
    Open up her eye, gyal start skin her teeth
    Shh, gyal, mind you wake up Keith
    Wake up Keith, me dead to bloodcleet

    My God, and dem no bad like me
    All dem a gwaan and dem no mad like me

    Deixar em ruínas – Controvérsia




    Deixar em ruínas


    "Ouvimos ainda que, há 20 anos (quando, diga-se de passagem, o governo federal era do PSDB), a UFRJ teria recusado US$ 80 milhões do Banco Mundial para reformar o museu por não querer repassá-lo à gestão privada. O próprio banco desmentiu o que foi veiculado como verdade por parte da imprensa.

    Esse jogo primário de desinformação visa esconder um fato que a população grita nas ruas para quem quiser ouvir: enquanto nossos bancos batem seguidamente recordes de lucros —obscenos até para os padrões do capitalismo mundial—, enquanto a elite rentista tem seus ganhos intocados graças a um sistema tributário feito para blindá-la, o país está queimando."

    mais na coluna de VLADIMIR SAFATLE


    Deixar em ruínas – Controvérsia: Vladimir Safatle - O país está queimando enquanto nossos bancos batem recordes obscenos.Dificilmente alguém conseguiu sintetizar de forma tão precisa a atitude a tomar diante da

    Presidente Mourão



    MARIANO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges


    Marcadores: ,

    Afetados por desastre de Mariana ainda vivem em situação de emergência


     A artista Silvia Noronha coleta lama do desastre em Mariana


    "Adiado cinco vezes pelas mineradoras Samarco, Vale e BHP, o chamado de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) inclui nas mesas de negociação uma voz até então pouco presente: a dos impactados pelo desastre.
    "Para que haja uma reparação integral, é preciso ouvir os atingidos, para que se entendam os danos, que são muito dispares - vão do turismo ao pescador",

    Os cerca de 32 milhões de metros cúbicos de rejeitos que foram liberados após o rompimento da barragem continuam no meio ambiente. Cerca de 25% do total que ficaram dentro da propriedade da Samarco estão estabilizados, afirma Waack."


    leia a reportagem de Nadia Pontes

    Afetados por desastre de Mariana ainda vivem em situação de emergência - BBC - Meio Ambiente: Novo acordo entre mineradoras Samarco, Vale, BHP e órgãos públicos inclui também os atingidos. Dois anos e meio depois da maior tragédia ambiental do país,...

    sábado, setembro 15, 2018

    Olha a vaca!



    (Taubaté, SP)


    Marcadores: ,

    Processar o Haddad




    PAULO BATISTA 

    Marcadores: ,

    Quem é a trans que está sendo ameaçada por dizer que vai expor bolsominions com quem saiu. Por Donato


     


    "Inconformada com a onda fascista que ronda o país, Lara reagiu a uma postagem de um ex-namorado que reverenciava Bolsonaro, o candidato homofóbico.

    “Oi, vamos relembrar nosso passado?”, escreveu ela. Lara é trans e gravou um vídeo no qual prometia expor outros simpatizantes e defensores de Bolsonaro com quem já havia saído.

    “É incoerente sair com trans e defender um candidato que prevê o extermínio da minha classe”, afirmou. O vídeo viralizou e Lara passou a receber ameaças de morte."

    leia reportagem de Mauro Donato​
     
    Quem é a trans que está sendo ameaçada por dizer que vai expor bolsominions com quem saiu. Por Donato: Lara Pertille é jornalista, autora de um livro de poesias e toca sua própria lanchonete na cidade de Paulínia (SP). Inconformada com a onda fascista que ronda o país, Lara reagiu a uma postagem de um ex-namorado que reverenciava Bolsonaro, o candidato homofóbico. “Oi, vamos relembrar nosso passado?”, escreveu ela. Lara é trans e gravou …

    Editora Abril, de uma das famílias mais ricas do país, dá calote em funcionários demitidos | Jornalistas Livres





    "Reivindicamos, então, dos senhores, que assumam pessoalmente a dívida trabalhista da empresa, de imediato, pagando a todos, pois se trata de verba de natureza alimentar. Seu valor total é de apenas 1% da fortuna que a família Civita acumulou com o Grupo Abril, estimada recentemente em mais de 10 bilhões de reais, conforme publicado na revista Exame. Cabe demandar também o reconhecimento dos profissionais freelancers na categoria de trabalhadores, uma vez que não se trata de empresas, mas sim de quem depende dos proventos do trabalho individual para pagar as contas, assim como os demitidos."

    leia mais  

    Editora Abril, de uma das famílias mais ricas do país, dá calote em funcionários demitidos | Jornalistas Livres: Trabalhadores demitidos pela Editora Abril e seus familiares fizeram hoje um protesto na frente da gráfica da empresa, em virtude do não pagamento das verbas rescisórias nem a multa de 40% do Fundo...


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER