This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    quarta-feira, dezembro 03, 2014

    The World of Ice and Fire: George R.R. Martin on what to believe in Game of Thrones.


     163975349-writer-george-r-r-martin-arrives-at-the-premiere-of



    Anyone upset that the new book—a sort of compendium of historical information about Martin’s fictional world—doesn't advance the story in progress is missing the chance to have a deeper understanding of the Targaryens’ long-lost hold on the Seven Kingdoms and the world around them. (As is Daenerys, who was given the histories of her world as a wedding gift and neglected to read them.)

    The World of Ice and Fire: George R.R. Martin breaks down to believe in Game of Thrones.

    Petistas se disfarçam





    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Tom Waits: Last Leaf






    I’m the last leaf on the tree
    The autumn took the rest but they wont take me
    I’m the last leaf on the tree

    PALAVRAS


    A política pública é cada vez mais pressionada a se adaptar ao que os mercados desejam, quer isso coincida ou não com as preferências das autoridades eleitas.

    - Benjamin Cohen 

    Fã de 'Assassin's Creed Unity' compara Paris do game com a real -


     Ruas de Paris foram reconstruídas com fidelidade dentro do novo 'Assassin's Creed' (Foto: Arquivo Pessoal/Damien Hypolite)

     Um fã de "Assassin's Creed Unity" testou o grau de fidelidade da Paris retratada no game da maneira mais prática possível. De posse de algumas imagens impressas do jogo, ele foi a vários locais da cidade que aparecem em "Unity" e encaixou as fotos sobre pontos históricos, como a Catedral de Notre Dame e a praça onde ficava a Bastilha.

    G1 - Fã de 'Assassin's Creed Unity' compara Paris do game com a real - notícias em Games

    Os inconformados




    (Juiz de Fora, MG)

    para ver outras charges
    cliquem em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    terça-feira, dezembro 02, 2014

    Via IRIS: MAPS TO THE STARS (David Cronenberg, EUA, 2014)

    A não gente que não vive no Tapajós | Opinião | Edição Brasil no EL PAÍS


     Foto

    "A condição de não gente, de inexistir na categoria dos humanos, parece ser o status dos povos da floresta no caminho das grandes obras amazônicas ao longo da história do Brasil.

    Ao anunciar que “as primeiras hidrelétricas do tipo plataforma (São Luiz e Jatobá, no Tapajós) seriam licitadas até o fim de 2014”, a Agência Brasil entrevistou Maurício Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), responsável pela realização dos estudos para o planejamento do setor energético. Ele explicou que esse tipo de hidrelétrica “será usado em áreas da floresta amazônica onde não há ocupação humana”. A explicação ecoa um dos slogans da ditadura civil-militar para a Amazônia, nos anos 70: “Terra sem homens para homens sem terra”. Ou a famosa expressão, também muito popular naqueles anos tenebrosos: “Deserto verde”. Ou ainda: “Ocupar para não entregar”. Entregar para quem?, é a pergunta óbvia e, lamentavelmente, ainda atual na democracia tão duramente conquistada, inclusive pela atual presidente. Talvez seja entregar para os índios, os ribeirinhos, os quilombolas, aqueles vistos como “estrangeiros” pela parcela do Brasil a qual convém desconhecê-los.

      Parece que nada se aprende com o passivo ambiental e humano deixado por hidrelétricas como Balbina e Tucuruí, nas quais populações oficialmente “não afetadas” foram obrigadas a deixar sua terra, sem receber um centavo do governo, por absoluta impossibilidade de nelas seguirem vivendo a partir do momento em que o ciclo da natureza foi alterado. A comunidade de Montanha e Mangabal poderá ainda ser cortada pelo meio com a implantação da segunda hidrelétrica planejada para a região, a de Jatobá. De fato, não é que nada se aprende, apenas não importa o destino dessas populações para setores do Brasil, como prova a História. Esses setores estão sempre bem representados nos mais variados governos, como também está provado."

    mais no artigo de Eliane Brum

    A não gente que não vive no Tapajós | Opinião | Edição Brasil no EL PAÍS:

    fotos LILO CLARETO

    A estrela desce


    Carla Rocha> Joga pedra na Geni

    "A nós, ao Estado, cabe dar uma resposta. A culpa pessoal dos maus policiais é coisa para ser discutida por eles em confessionários ou no além, se houver vida após a morte. A nossa culpa, ou melhor, a culpa das instituições, com suas correições falhas, que estimulam a impunidade, essa sim pode ser discutida em busca de uma saída para se depurar a corporação, aumentar a autoestima de policiais e melhorar a imagem deles perante a população. Numa polícia confiável e eficiente, talvez morram menos policiais. Uma tese é que, com a redução do número de desviados, também se reduz o número de executados, em geral caçados por sócios bandidos quando eles perdem o interesse pelos seus serviços. Ao mesmo tempo, uma ética mais sólida é como uma barreira de proteção para tiras honestos não serem vistos como possíveis delatores que devem ser expurgados pelos próprios pares ou pelo crime organizado."

    mais na coluna de Carla Rocha


    Joga pedra na Geni - Jornal O Globo

    pela cochlea: Duke Ellington / Mahalia Jackson / Come Sunday

    Lista de compromissos de Dilma para a semana






    (Curitiba, PR)

    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Fiscalizar maconha será difícil, diz líder dos produtores no Uruguai


     Julio Rey, presidente da Federacão Nacional de Cannabicultores do Uruguai

    " O produtor é um dos que disputam, agora, os contratos para a distribuição em larga escala para o comércio nas farmácias, onde a droga será vendida em formato de cigarros. Essa parte da legislação é a que mais críticas atrai.

    "Por que eu compraria numa farmácia, expondo-me como um doente? Vou preferir ir ao mercado negro, não quero a indústria farmacêutica como intermediária", diz Juan Andrés Palese, dono da Urugrow, loja de insumos para a produção de maconha, em Montevidéu. "

    mais na reportagem de Sylvia Colombo >

    Fiscalizar maconha será difícil, diz líder dos produtores no Uruguai - 29/11/2014 - Mundo - Folha de S.Paulo:

    15 memes that broke the Internet in 2014

     
    Luis-suarez-cone-of-shame

     Famous cat stock dropped, but Photoshopping hit an all-time high this year. Major events like the Winter Olympics and World Cup meant billions of people had their eyes set on the same thing, making virality ripe to spread. And everyday people (and lizards) found unexpected Internet fame while we all ¯\_(ツ)_/¯ at Kim Jong-Un.

    see the gallery
    15 memes that broke the Internet in 2014:

    domingo, novembro 30, 2014

    E agora, quem poderá nos socorrer?



    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    North Korean Children Cover A-Ha's "Take On Me" (


     

     It is hard to learn about what daily life in North Korea is like. Every once in a while we stumble upon a curious video of children marching in perfect unison during the "mass games" or huge crowds weeping over Kim Jong Il's death. But this video reassures us that all the distance, dictators and propaganda in the world can't stop anyone from loving 80s pop hits.

    These North Korean accordionists cover the classic feel-good hit "Take On Me" and needless to say, it is amazing. It really shows off the complexity of the song's architecture... We certainly didn't know that a-ha could be so deep!


    North Korean Children Cover A-Ha's "Take On Me" (VIDEO)

    PALAVRAS


    Meu negócio com o humor é confortar os que estão aflitos e causar aflição nos que estão confortáveis.

    - Peter Dunne

    pela cochlea: Bruce Springsteen & Clarence Clemmons – Quarter to Three (Gary US Bonds) 1978

    Charge Chaves









    JOTA A
    (Teresina, PI)  
    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER