This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, outubro 31, 2014

    13 Scary Movies You've Likely Never Seen Before


     THREE EXTREMES

    It's Halloween and you're trying to find a really good scary movie that will actually scare you. But most lists of the scariest horror movies ever probably include the usual fare: "The Exorcist," "Poltergeist" and the original "Texas Chain Saw Massacre," among others. Those are great, but who hasn't seen them?
    Fortunately, we're here to help. If you're really in the mood to be chilled to your core, here are 13 of the scariest movies that you've likely never seen before (or should just watch all over again because they're terrifying):
    13 Scary Movies You've Likely Never Seen Before

    Charge de Halloween





    MIGUEL
    (Recife - PE) 

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    A banalidade do extermínio

    "É muito difícil, para nós, no século XXI, olhar para a Alemanha dos anos 1930 e compreender como eles conviviam com isso. Olhar para os nossos antepassados e compreender como se convivia com a escravidão. Mas nós estamos indo pelo mesmo caminho.Convivemos com uma tragédia de proporções indescritíveis com uma normalidade que não será perdoada pela História. E por quê? Não nos enganemos. Os que morrem são em sua maioria negros, são pobres, são invisíveis.

    Não pensamos que, por trás do número de um milhão de mortos, há um milhão de mães, de familiares, de vidas roubadas, histórias interrompidas. Tornamos tudo isso invisível. Não se resolve o problema dos homicídios com um passe de mágica. Políticas públicas complexas são necessárias. Mas o primeiro passo é perceber que a tragédia não é banal, não é apenas um notícia de jornal, é chamar a atenção de que não queremos passar para a História como outra geração que tolerou a morte em massa de jovens. Não queremos que nossos netos tenham vergonha de nós."

    mais no artigo de Atila Roque e Pedro Abramovay > 

    A banalidade do extermínio - Jornal O Globo

    Neil Gaiman Reimagines Hansel & Gretel, with Gorgeous Black-and-White Illustrations by Italian Graphic Artist Lorenzo Mattotti

     


     

    “If you are protected from dark things then you have no protection of, knowledge of, or understanding of dark things when they show up.”


    The fairy tales of the Brothers Grimm have attracted a wealth of reimaginings over their long history, including interpretations as wide-ranging as those by David Hockney in 1970, Edward Gorey in 1973, and Philip Pullman in 2012. But Gaiman’s is decidedly singular — a mesmerizing rolling cadence of language propelling a story that speaks to the part of the soul that revels in darkness but is immutably drawn to the light, that listens for the peculiar crescendo where the song of the dream becomes indistinguishable from the scream of the nightmare.

    see the review by MARIA POPOVA
    Neil Gaiman Reimagines Hansel & Gretel, with Gorgeous Black-and-White Illustrations by Italian Graphic Artist Lorenzo Mattotti | Brain Pickings


    pela cochlea: JACK BRUCE - Laughing on Music Street... IN MEMORIAM


    Hear
    Lost trains
    Industrial
    Wartime blues
    Swingin' the shift
    With dancin' shoes
    Hear the sound of fear
    Laughing on Music Street

    Laughing On Music Street by Jack Bruce on Grooveshark

    Cindido

    Marcadores: ,

    quinta-feira, outubro 30, 2014

    Carrie Fisher’s strange outing of John Travolta


     Carrie Fisher's strange outing of John Travolta

    "Was Carrie Fisher wrong to boldly state what’s been whispered for the last three decades? Is outing a question of violating someone’s privacy, or shining a light on hypocrisy? As difficult as it is to reconcile, the truth is that it’s frequently both. It’s not wrong to be gay. But being dishonest is a crappy way to live – mostly for the person doing the deceiving. (It’s no picnic for the person’s children, either.) And while I’m mostly in agreement with Fisher’s “don’t care” about Travolta or anyone else’s habits per se, imagine how many fewer skeletons the world would have if more people took a chance and realized they didn’t need their closets. "

    read the article by Mary Elizabeth William

    Carrie Fisher’s strange outing of John Travolta - Salon.com

    Nova isca para pescarias






    (Belo Horizonte, MG)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, outubro 29, 2014

    ‘God is not a magician’: Pope says Christians should believe in evolution and Big Bang


     Pope Francis (AFP)

    The “Big Bang” and evolution are not only consistent with biblical teachings, Pope Francis told a Vatican gathering – they are essential to understanding God.

    read more
    God is not a magician’: Pope says Christians should believe in evolution and Big Bang

    Começar de novo - Luiz Fernando Vianna


    "Para se realizar ao menos uma partezinha da fantasia, o PT precisa acordar. Hoje"

    "Fantasiemos a cena: o PT acorda hoje feliz com a vitória, vai ao espelho admirar a imagem que cultiva de si mesmo, mas o que vê é um retrato de Dorian Gray. Sua carne carcomida se recusa a continuar escondida no porão e vem à tona cobrar a juventude perdida.

    Subitamente consciente do que os últimos 12 anos lhe custaram, põe-se a pensar sobre os fatores que permitiram o novo e apertadíssimo triunfo. "


    mais na coluna de Luiz Fernando Vianna > 

    Começar de novo - 27/10/2014 - Luiz Fernando Vianna - Colunistas - Folha de S.Paulo

    Guerra na internet




    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    terça-feira, outubro 28, 2014

    pela cochlea: Nina Simone - Little Girl Blue

    One Powerful Illustration Shows Exactly What's Wrong With How the West Talks About Ebola


     

    "Us" versus "them." For Carrilho, the nature of the Western media hysteria over Ebola underscores a more pernicious trend in how the West views the rest of the world. More than any other event in recent memory, the Ebola epidemic has brought to light America's lingering and simmering fear of "the other." The media circus is doing more than perpetuating the idea that America may become victim to a deadly epidemic — they're implying the country's very purity is at risk. 

    "In the Western media," said Carrilho, "there are First World diseases and Third World diseases, and the attention devoted to the latter depends on the threat they pose to us, not on a universal measure of human suffering." We see that logic at play when people tie Ebola to immigration, or insist that the country's borders get heavily policed for undesirable elements.  Ebola is a "Third World disease," a concept the news industry has capitalized upon and exploited.

     read more
    One Powerful Illustration Shows Exactly What's Wrong With How the West Talks About Ebola - Mic

    'Hey, Baby': What It's Like to Walk on the Street While Being Female





    The video is a distillation of what happened when a young woman, clad in a t-shirt, jeans, and sneakers, walked around Manhattan for 10 hours. (A man walked in front of her, a hidden camera in his backpack.) The video shares the results of the stunt: The woman was greeted with a series of comments, catcalls, whistles, and other forms of unasked-for attention. One guy walked alongside her, silently, for five minutes straight.

    The stunt, Hollaback says, ended up recording more than 100 instances of verbal harassment over 10 hours. That 10-per-hour stat does not include winks, whistles, and other less verbal forms.


    read more about it & watch the video:
    'Hey, Baby': What It's Like to Walk on the Street While Being Female - The Atlantic

    Acabou o horário político






    (Porto Alegre, RS)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Hora de desbloquear -

    O jornalista Pedro Doria Foto: Guito Moreto / Agência O Globo  
    "Acabou. E, agora que acabou, é hora de rever as inimizades. Tanta gente, tanto tempo, falando de limpar a linha do tempo nas redes, bloquear uns e outros. O alívio de viver em um mundo no qual todos concordam. Passou. Salpicar uma discordância aqui e ali é bom. Hora, pois, de desbloquear, reatar relações virtuais. E compreender como mídias sociais mexem com a cabeça da gente."

    "Não é preciso abandonar Twitter ou Facebook. Há mídias frias e quentes no mundo, e todas fazem parte da vida. Precisamos, no entanto, entender como nos atingem. E, ao entender, procurar lá a lista de quem excluímos. Muitos deles podem, perfeitamente, voltar a nosso convívio. Fará bem a todos."

    mais na coluna de Pedro Doria > 

    Hora de desbloquear - Jornal O Globo

    pela cochlea: Florence + The Machine - My Boy Builds Coffins (live from The Rivoli Bal...



    My boy builds coffins with hammers and nails
    He doesn't build ships, he has no use for sails
    He doesn't make tables, dressers or chairs
    He can't carve a whistle cause he just doesn't care

    My boy builds coffins for the rich and the poor
    Kings and queens; they've all knocked on his door
    Beggars and liars, gypsies and thieves
    They all come to him 'cause he's so eager to please

    My boy builds coffins he makes them all day
    But it's not just for work and it isn't for play
    He's made one for himself
    One for me too
    One of these days he'll make one for you
    For you, for you, for you

    Governo Dilma vai colar?



    ALEX PONCIANO
    (Santos, SP)

    para ver outras charges 
    clique em"marcadores: charges
     
     



    Marcadores: ,

    Nordestinos ironizam comentários preconceituosos após eleições




    Os nordestinos usaram o humor para responder à enxurrada de comentários preconceituosos nas redes sociais por conta da ampla votação da presidente reeleita, Dilma Rousseff, nos estados da região Nordeste. No Twitter, milhares de mensagens colocaram a hashtag #SouDoNordesteMesmoEComOrgulho em primeiro lugar nos Trending Topics, ranking das palavras e expressões mais citadas na rede social.

    veja mais
    Nordestinos ironizam comentários preconceituosos após eleições

     

    palavras: Milan Kundera


    “Em nosso tempo, aprendemos a submeter a amizade àquilo que chamamos de convicções. E até mesmo com o orgulho de uma retidão moral. É preciso realmente uma grande maturidade para compreender que a opinião que nós defendemos não passa de nossa hipótese preferida, necessariamente imperfeita, provavelmente transitória, que apenas os muito obtusos podem transformar numa certeza ou numa verdade. Ao contrário da fidelidade pueril a uma convicção, a fidelidade a um amigo é uma virtude, talvez a única, a última. Hoje, eu sei: na hora do balanço final, a ferida mais dolorosa é a das amizades feridas; e nada é mais tolo do que sacrificar uma amizade pela política.”

    - Milan Kundera

    Foi por pouco!






    MIGUEL
    (Recife - PE) 

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    segunda-feira, outubro 27, 2014

    pela cochlea: WHITE ROOM - CREAM - In Memoriam Jack Bruce



    In a white room
    With black curtains
    Near the stations
    Blackroof country
    No gold pavements
    Tired starlings
    Silver horses
    Ran down moonbeams
    In your dark eyes
    Dawn-light smiled
    On you leaving
    My contentment
    I'll wait in this place
    Where the sun never shines
    Wait in this place
    Were the shadows run from themselves

    Os enganados e o mentiroso - Janio de Freitas


     janio de freitas

     Brasil não fica dividido em razão da disputa eleitoral equilibrada, ou que assim aparenta nas pesquisas. Por um simples e persistente motivo: o Brasil É dividido. Desde que se tornou país. 

    Os enganados e o mentiroso - 26/10/2014 - Janio de Freitas - Colunistas - Folha de S.Paulo

    Nocaute duplo





    (São Paulo, SP)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges 

    Marcadores: ,

    SPOILER ALERT!



    Coxinha S2 Petralha


    Via Luke Bosshard:

    Mande uma mensagem fofa para fazer as pazes com aquele amigo que você perdeu durante as eleições.

    veja a galeria aqui: 
    Coxinha S2 Petralha


    pela cochlea: Let's Twist Again - Chubby Checker

    Why Is It Illegal to Not Vote in Most of Latin America?


     

    "With compulsory voting laws in about half of its countries, Latin America has by far the highest concentration of such laws on any continent. “It’s been a contentious and hotly debated question,” Michael Shifter, president of the Inter-American Dialogue, an organization focused on Western Hemisphere affairs, told me by email. “Advocates believe a full democracy needs to respond to the views and interests of all citizens. ... Of course, the chief argument against compulsory voting is that it contradicts the freedom associated with democracy.”

    In a 2010 paper, Gretchen Helmke and Bonnie Meguid of the University of Rochester investigated the origins of compulsory voting laws and the factors that could motivate a ruling party to adopt them. Comparing countries that instituted mandatory voting laws with a random sample of countries that didn’t, they found support for the theory that “the more incumbents fear that they are losing the ability to get their own voters to the polls, the more appealing an antidote compulsory voting will be. In essence, the decision to adopt [compulsory voting] is based on the incumbent’s wager that abstaining voters are the equivalent of untapped supporters.”

    read more
    Why Is It Illegal to Not Vote in Most of Latin America? - The Atlantic

    Dilma é reeleita





    (Vila Velha, ES)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,


    Vou ter saudades do MUJICA:

    "Parece que as coisas tomam autonomia e essas coisas subjugam os homens. De um lado a outro, sobram ativos para vislumbrar tudo isso e para vislumbrar o rombo. Mas é impossível para nós coletivizar decisões globais por esse todo. A cobiça individual triunfou grandemente sobre a cobiça superior da espécie. Aclaremos: o que é "tudo", essa palavra simples, menos opinável e mais evidente? Em nosso Ocidente, particularmente, porque daqui viemos, embora tenhamos vindo do sul, as repúblicas que nasceram para afirmas que os homens são iguais, que ninguém é mais que ninguém, que os governos deveriam representar o bem comum, a justiça e a igualdade. Muitas vezes, as repúblicas se deformam e caem no esquecimento da gente que anda pelas ruas, do povo comum.

    Não foram as repúblicas criadas para vegetar, mas ao contrário, para serem um grito na história, para fazer funcionais as vidas dos próprios povos e, por tanto, as repúblicas que devem às maiorias e devem lutar pela promoção das maiorias.

    Seja o que for, por reminiscências feudais que estão em nossa cultura, por classismo dominador, talvez pela cultura consumista que rodeia a todos, as repúblicas frequentemente em suas direções adotam um viver diário que exclui, que se distância do homem da rua.

    Esse homem da rua deveria ser a causa central da luta política na vida das repúblicas. Os gobernos republicanos deveriam se parecer cada vez mais com seus respectivos povos na forma de viver e na forma de se comprometer com a vida."


    Acabou? Podemos retomar a vida? Ou vamos ficar nos remoendo, e nos moendo, e nos mordendo, e não nos movendo? 


    pela cochlea: Richard Thompson - Small Town Romance

    Small town romance
    Everyone knows your mind
    They peep from faded curtains
    They read your valentines

    O you got to get away
    O you got to get away

    Small Town Romance by Richard Thompson on Grooveshark

    domingo, outubro 26, 2014

    Confira 35 dicas geniais para viajantes



    pinterest.com

    Confira 35 dicas geniais para viajantes | Catraca Livre

    Candidatos? Sabem de nada!




    (Vitoria, ES)
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Minha mãe gostava muito de uma piada, quando eu era criança, e a gente morava na divisa entre Espírito Santo e Minas Gerais. Era inclusive um pedaço de Minas que o Espírito Santo tinha tomado na marra. O Contestado era guerra antiga há décadas mas havia ainda muita rixa entre capixabas e mineiros. Então a anedota era assim:

    Vinham dois matutos caminhando pela mata quando encontraram um grupo de homens num córrego bebendo água. Um deles, que parecia ser o chefe do bando, perguntou pros dois.

    - Cês tão indo pronde?
    - Pra lá.
    - E dion cês são?
    - Nois é capixaba.

    O bando de mineiros se enfezou e cobriu os dois de porrada. Largaram os coitados quebrados no chão, juntaram as coisas e foram embora. Depois de algum tempo gemendo, doloridos, os matutos conseguiram ficar de pé e seguiram caminho.

    Logo entraram numa clareira e deram de cara com outro grupo de homens mau-encarados, com porretes na mão. Um deles foi logo questionando os matutos.

    - Cês é mineiro ou capixaba?
    - Cap...
    O outro foi mais esperto e logo cortou: - Mineiro! Nóis é mineiro!
    E o primeiro: - É! Mineiro, uai!

    Só que esse grupo era de capixabas e desceram os porretes com gosto. Já quase anoitecia quando nossos personagens conseguiram finalmente se aprumar, no bagaço, mas seguiram correndo pra chegar em casa antes do breu.

    Pois não é que deram de cara com um terceiro bando? E esses armados até com espingarda e garrucha. E foi o mais corpulento deles que perguntou, num vozeirão:
    - Cês é mineiro ou capixaba?

    Os dois mais que depressa treparam numa árvore, se agarraram aos galhos e gemeram lá de cima:
    - Nois é fruta... Nois é fruta...


    Mas... por que lembrei dessa piada hoje...? 

    Veja só




    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,


    Quando vejo Aecio Neves me vem à mente uma palavra em ingles à qual não associei ainda uma palavra específica em portugues. Talvez Braulio Tavares e outros tradutores possam dizer qual seria o vocábulo adequado...

    Shady.

    Olhem os seus olhos, acompanham os seus olhares, a maneira como fala.

    Aecio Neves me lembra Richard Nixon.


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER