This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, janeiro 03, 2004

    Comece bem 2004 visitando a
    exposição virtual de charges sobre a virada do ano!

    REVIRANDO A VIRADA!



    e veja também a exposição natalina
    NATAL É UM PARTO!

    sexta-feira, janeiro 02, 2004

    RETROVISAO - 1

    A primeira coisa que fiz este ano foi a primeira coisa que faço há muitos e muitos e muitos anos:
    vejo minhas anotações e conto quantos filmes vi durante o ano.

    Ao contar, leio o nome de cada filme e relembro cenas, tanto do filme quanto da situação em que ele foi visto. Minha retrospectiva cinematográfica é uma retrovisão dos acontecimentos e sentimentos que precedem e poscedem cada filme. Pode ser estranho mas é assim que se arquiva minha memória.

    Principalmente porque anoto sobre cada filme. Desde 1969, nos tempos dos cineclubes em Minas – portanto há 34 anos – que mantenho essa lista de dados e memórias que formam um registro escrito da minha paixão com o cinema.

    De 1969 a 1978 eu chegava ao cumulo da nerdice de transcrever nao só o titulo e o local onde visto como toda a ficha técnica dos filmes (num tempo em que não existia a internet pra pesquisar). Bom, em minha defesa eu tinha uma desculpa profissional pois escrevia também sobre cinema. E até 84, mesmo desistindo dos detalhes da equipe, anotava uma pequena resenha ou comentario ou cotação de cada filme. Depois minha vida mudou mais ainda e achei que nunca mais seria critico e só fui mantendo titulo e cotação mas é um hábito que me acompanha até este novo século XXI.

    De modo que no dia 1 de janeiro de 2004 fiz as contas e refiz as lembranças: entre eu e anapinta – colega constante de imagens – vimos 282 filmes em 2003.

    RETROVISAO - 2

    O numero de filmes que vimos este ano foi reduzido (!) devido a uma caracteristica que talvez tenha sido a principal do ano (caracteristica que muitos de nos tivemos em comum): falta de dinheiro. Na primeira semana do ano perdi meu principal emprego e durante todo o primeiro semestre o dinheiro foi curto. Como o dinheiro era curto consegui depois me envolver em tantas frilas necessários que aí o tempo ficou curto.
    Com isso fomos pouco ao cinema.

    O que nos salvou foi o DVD. Aliás, confesso (e mesmo assim bem compungido): comecei a gostar mais de ver filmes em DVD do que em cinemas (a não ser megaproduções, que demandam grandes telas). Com um bom televisor e um excelente sistema de som, com o DVD conto ainda com as minucias de parar, ir-e-voltar, rever e analisar trechos, além de (às vezes) suculentos extras e documentários sobre a obra.

    E também não depender tanto do calendário moroso e tacanho das distribuiboras no Brasil – o que seria de nós sem o grupo Estação? – pois os videoclubes dos quais participo trazem muita coisa do exterior, ampliando minha abrangencia geográfica e principalmente temporal.
    Quantos filmes clássicos nós vimos este ano!!!

    Perde-se a magia do escuro & luz na sala de cinema. A mágica do templo. Uma vez la dentro, é o paraíso. Mas chegar até lá (e pagar ingressos caros) é que é desanimante.

    TV a cabo também ajuda... mas pouco.... As estações de filmes que vem pelo cabo já tiveram seus dias melhores...

    RETROVISAO - 3

    Por exemplo: o primeiro filme que vimos em 2003 foi o cigano White Cat, Black Cat, do Kusturica, na HBO. Eu estava numa cama de hospital, já melhorando o suficiente pra me sentir totalmente entediado com o nada por horas que é o ritmo hospitalar, mas não o bastante pra conseguir acompanhar totalmente a narrativa frenética.

    O que dizer de um ano que começou comigo no hospital com uma nefrite?
    Foi um ano ruim.
    Os tempos nunca são totalmente ruins, “anos” são convenções inventadas pra inventariar a vida, mas... 2003, comparado com outros numeros anuais...

    Depois de mim minha mãe ficou dois meses num hospital e quase morreu. Todos pensaram que fosse morrer. Ela vive agora, mas frágil, frágil, de cuidados constantes...
    Em setembro ana teve uma embolia pulmonar e quase morreu (chances de sobrevivencia iniciais = 35%). Outra temporada em hospital. Ela ainda não se recuperou e talvez não mais seja a mesma.
    Wilma minha ex-esposa caiu e fraturou o pulso e passou seis semanas com ele amarrado por pinos de metal.

    Minha filha Aurora separou-se do marido argentino (bem, no fundo talvez esta fosse uma boa noticia, mas sempre é traumático). Meu filho Conan passou o ano inteiro sem conseguir emprego. Meu filho Luke sobreviveu a mim por alguns meses no site do Casseta & Planeta mas tambem perdeu esse emprego em novo downsizing e passou o resto do ano durango.

    Eu, como mencionei, já tinha perdido meu emprego de editor & produtor de sites na primeira semana do ano. Tive que re-escalonar drasticamente minha vida. Mudei nossa base no Rio imediatamente para um apartamento com um terço do tamanho do anterior. Eliminei firulas como cinema, taxis, tv a cabo, empregada, etc., até conseguir estabilizar. E por sua vez todas as pessoas de minha familia extendida que dependem de certo modo de mim mudaram também suas vidas.

    No primeiro semestre alem de lidar com a ausencia de trabalhos lutei muito contra problemas recorrentes de computador – insolúveis por não ter dinheiro na época – e inclusive suspendi este blog0news por alguns meses. Mesmo vindo finalmente o governo Lula, a economia continuou estagnada e em recessão, também na área da imprensa, e não conseguimos nenhum cliente novo para minha agencia de humor PACATATU – pelo contrário, perdemos vários.

    O telhado da casa de trás em Paquetá não resistiu à ação do tempo, dos cupins e das chuvas e dos cães pulando em cima e passou a vazar muita água. Tivemos que começar ali uma obra tumultuada. E no apagar das luzes antes da festa familiar de Natal o namorado da minha sobrinha se suicidou com um tiro.

    Bem... poderia ser pior. Afinal, minha filha Leticia casou-se com seu namorado ingles e está indo muito bem na faculdade de microbiologia onde vai se formar este ano. E cheguei aos 50 anos. Mais pro fim do ano os projetos voltaram a pintar e conseguimos até retomar o Salão Carioca. E até agora, com dois dias de 2004, chove incessantemente mas ainda não tivemos nenhuma notícia pessoal dramática.

    Espero que estejam todos comigo ao final deste ano – eu inclusive! – para ler neste mesmo blog0news como terá sido 2004. No mínimo, um ano bissexto.

    quinta-feira, janeiro 01, 2004


    Preparei entao uma exposicao virtual com charges brasileiras sobre esta epoca e este evento chamado Natal.

    Clique no titulo abaixo para embarcar no trenó desta viagem!!



    quarta-feira, dezembro 31, 2003


    UM NOVO ANO ESTÁ CHEGANDO!
    QUE ELA SEJA O MELHOR POSSIVEL PARA TODOS QUE ME ACOMPANHAM NESTA JORNADA BLOGUÍSTICA!

    E VAMOS EM FRENTE PARA MAIS UM ANO DE RABISCOS E GARATUJAS DIGITAIS E VIRTUAIS E REAIS!!!

    APERTEM O CINTO E VAMOS LÁ !!!!!!!!!!


    Pela COCHLEA: Bob Marley - Live at the Roxy

    terça-feira, dezembro 30, 2003

    Sei que tenho andado um tanto relapso com a postagem continua de informações & observações aqui no blog0news
    envolvido que estou com preparativos para o Salão, etc etc

    tentarei refazer esta lacuna preparando para vocês
    uma exposição virtual com as várias charges legais que tenho aqui com esse tema de Natal, Virada de Ano e quetais, temas propícios para ilustrações mordazes - ou apenas engraçados.

    Aguardem. Vou tentar separar algumas.


    Pela COCHLEA: Kid Koala - Drunk Trumpet

    Angeli realmente está arrebentando em suas charges. Vejam esta pra encerrar o ano:

    E do meio dos feriados saiu o apoio da Varig ao Salão Carioca de Humor . Isto possibilitará a presença física de artistas de outras cidades e países, além de expormos seus trabalhos.
    Uma das coisas mais interessantes desses eventos é o intercâmbio entre desenhistas de várias partes.

    Os convidados nacionais devem ser fechados no final de janeiro (depende das exposições, das palestras e principalmente da premiação). Mas a escalação internacional está definida há muito. Como o tema deste ano é a charge e a caricatura política, pensamos em
    Plantu e Pancho - França
    Art Spiegelman - EUA
    Antonio -Portugal
    Sábat - Argentina.

    Mas ainda teremos de confirmar com eles o interesse & as datas, agora que temos possibilidades concretas.



    Entre os presentes que ganhei no fim de ano
    duas peças bastantes interessantes:
    o calendário do Monty Python versão 2004
    cheio de cenas antologicas do programa de TV


    e o livro-complemento do genial seriado Six Feet Under
    um bom exemplo de cruzamento de mídias (no caso imagem tela/palavras papel) onde roteiristas do programa expandem o universo dos personagens.

    Tem de tudo: diários dos personagens quando crianças, cartas que os membros da família teriam se escrito em momentos importantes ou não de suas vidas, trechos de livros que são apenas mencionados no seriado, etc

    Ao invés de bastidores do programa, bastidores e detalhes da "vida real" dos personagens, informações que aprofundam os dramas dos roteiros para a TV. E uma maneira de se passar os seis meses até voltarem com a quarta temporada.

    Ah, o titulo dessa compilação se chama Better Living Through Death
    (o cenário principal do seriado é uma funerária)



    ps.: outro exemplo legal desse tipo de coisa é o site de Donnie Darko
    - que tem inclusive o livro abordado no filme.

    segunda-feira, dezembro 29, 2003

    O MAIOR CAMPINHO DO MUNDO

    Não entendi essa polêmica esta semana sobre o fato do Maracanã, o maior estádio do mundo, de tantas tradições, estar alugando seu campo pra qualquer boleiro ir lá realizar umas peladas.

    Este ano inteiro só teve pelada no Maracanã!!!


    AFOGANDO EM NÚMEROS

    Censo do IBGE:
    54% das casas brasileiras não tem condições adequadas de moradia


    O SALMÃO DA DÚVIDA

    Uma das coisas legais de quando Allan meu genro ingles vem nos visitar é que ele traz livros ingleses. Ele está lendo agora o último lançamento de Douglas Adams: The Salmon of Doubt.

    Ultimo mesmo - Adams morreu e esta é sua obra póstuma, rasparam o tacho de seu HD, incluiram ensaios, artigos, cartas, observações, mas como tudo em se tratando do Mochileiro Mor da Galáxia é muito, muito engraçado.
    Tem dois expoentes do humor ingles que acho o máximo. Um é o grupo Monty Python. Outro é Douglas Adams, com sua série de livros e programas de rádio The Hitchiker?s Guide to the Galaxy ou seu personagem paródia-de-detetive Dirk Gently.

    Este livro, aliás, contém a última aventura de Dirk Gently que Adams escrevia há anos (até acabar enfartando numa academia de ginástica). E tem a narrativa de como ele escalou o Kilimanjaro vestido de rinoceronte. E discussões sobre Deus, o Universo eo Sentido da Vida (não necessariamente nessa ordem).

    Engraçado. Douglas Adams é tão cultuado, tão adorado por nerds e quetais e nunca pegou no Brasil. Talvez um dia acabe acontecendo com ele o mesmo que finalmente rolou aqui com o Tolkien....


    CITAÇÃO DE HOJE

    Seguindo a doutrina Bush de contra-atacar antes do ataque, estou até pensando em fazer agora uma retrospectiva preventiva de 2004, para tentar evitar o pior.

    - Luís Fernando Veríssimo

    domingo, dezembro 28, 2003

    Embora sejam dias natalinos, portanto feriados, tenho trabalhado bastante (dai a ausencia de posts no blog0news).
    Estou no processo de distribuição urgente de regulamentos para o concurso do Salão Carioca de Humor. E como o prazo de inscrições ficou em cima, desta vez estamos tambem enviando o texto do regulamento por email. Como nunca fizemos isto antes, não temos uma listagem pronta. Passei esses dias então cruzando e aprimorando cinco listagens diferentes para então contatar quase tres mil artistas. Foi uma loucura de arrobas!!

    Em outra frente, troquei as telhas de amianto e remontei todo o telhado da casa principal, primeiro sob chuvas torrenciais que ofuscavam a vista e depois sob sóis escorchantes que embaralhavam a vista. Fiz isto sozinho, curtindo, como peças de um quebra-cabeça, mas foi fisicamente cansativo.

    Planejei os feriados de fim de ano como tempos para colocar várias coisas pendentes em dia (inclusive atualizar as seções paralelas deste blog0news) mas por enquanto está sendo isso. E longos passeios pela ilha. E refeições com familiares que vem e vão. E namorar com ana. E tentar esquecer todos os outros trabalhos & aporrinhações que voltarão com força total nos primeiros dias de 2004.

    CITAÇÃO DE HOJE

    Bush júnior recriminou o ex-tirano por não ter resistido à bala. Não foi à toa: há de lamentar a falta de um pretexto para executá-lo no ato, como se fez com seus filhos. As alternativas, agora, não são agradáveis.

    Quebrar Saddam com tortura antes de levá-lo ao tribunal? Deixá-lo ser morto no caminho – como aconteceu ao assassino de Kennedy – ou por um carcereiro vingativo? Encontrá-lo suicidado? Ou morto ao bater a cabeça na parede da cela, depois de escorregar em uma casca de banana? Editar ou censurar as gravações do julgamento? Mas o mundo estará atento – principalmente os britânicos e os norte-americanos, loucos por tribunais. Os césares não precisavam de tanta burocracia para jogar chefes bárbaros cativos às feras do Coliseu, mas o mundo moderno é um pouco mais complicado. Por enquanto.




    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER