This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, agosto 18, 2018

    Aretha Franklin—Musical Genius, Truth Teller, Freedom Fighter | The Nation

     Aretha-Franklin-1973-ap-img
     

     ""At the height of her fame in 1970, Franklin supported philosopher and revolutionary Angela Davis, a member of the Communist Party who had been accused of purchasing firearms used in the takeover of a court room in Marin County, California, and who was charged with conspiracy, kidnapping, and murder. Franklin told Jet magazine that she wanted to post Davis’s bond, “whether it’s $100,000 or $250,000.” Franklin’s father, himself a longtime civil-rights advocate, a confidante and surrogate for Martin Luther King Jr., discouraged her from doing so. Franklin asserted, “Well, I respect him, of course, but I’m going to stick by my beliefs. Angela Davis must go free. Black people will be free.”

    She explained that her support for Davis had nothing to do with Communism, “but because she’s a black woman and she wants freedom for black people.” Franklin noted that she had the money to post bond because she’d earned it from black people. She therefore wanted to use it “in ways that will help our people.”

    read article by Farah Jasmine Griffin


    Aretha Franklin—Musical Genius, Truth Teller, Freedom Fighter | The Nation: Angela Davis, whose bond Franklin offered to post in 1970, says that the singer’s work “helped to shape and deepen a collective consciousness anchored in a yearning for freedom.”

    sexta-feira, agosto 17, 2018

    Aretha Franklin Singing Never Loved A Man (Live 1967) - IN MEMORIAM

    Superministério



    BENETT
    (Curitiba, PR)

    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (22)



    ZE DASSILVA
    (Rio de Janeiro, RJ)



    Marcadores: ,

    General Mourão, vice de Bolsonaro, mostra ignorância sobre índios e africanos –


     


    "“Vivem de suas lavouras, no que são incansáveis, e as lavouras em que mais se fundam são mandiocas, algum milho e feijão, batatas, muitos ananases, e singulares em admirável ordem plantados (…) muito asseados e perfeitos em tudo que até as suas estradas fazem muito direitas e largas, e as conservam tão limpas e consertadas que se lhe não achará nem uma folha.”

    Essa cena de produtividade e asseio quase germânicos não foi vista na Baviera, mas…entre índios da fronteira sul da Amazônia, em Mato Grosso, no lugar que Pires de Campos apelidava de “Reino dos Parecis”.

    Cadê a indolência?

    Falemos, então, da malandragem africana. Seria a malandragem que levou guerreiros negros do atual Sudão a conquistar todo o orgulhoso Egito dos faraós por volta de 700 a.C.?

    Ou foi graças à malemolência que o povo shona, na Idade Média, construiu a poderosa cidade de pedra do Grande Zimbábue, com tamanho e complexidade que nada deviam às maiores cidades europeias medievais?"


    leia o artigo de Reinaldo José Lopes​

    General Mourão, vice de Bolsonaro, mostra ignorância sobre índios e africanos – Acre Notícias:

    O dinheiro na campanha


    "Há outras esquisitices nesta área. Até agora os partidos ainda não apresentaram ao TSE a regra de divisão interna da cota que cada um receberá do Fundo. Não há prazo, mas isso já devia ter sido feito. Deixar que os dirigentes, vale dizer, os caciques partidários, decidam sobre a divisão interna do dinheiro foi um erro da lei que o TSE poderia ter corrigido. A única regra sobre a partilha, por sinal fixada pelo TSE, é a de que 30% dos recursos devem ser destinados candidatas mulheres. Pelo que está escrito, poderão os caciques escolher quantas e quais destas candidatas receberão os recursos. Nada impede que partidos fisiológicos, como os do Centrão, destinem quase toda a verba à eleição de deputados, privilegiando os atuais. É com este ativo que, ganhe quem ganhar, eles estarão no governo. Contrariando quem previu grande renovação da Câmara, ela será baixíssima.

    Mas a grande excrescência é a possibilidade de um candidato rico bancar toda a sua campanha, como fará Henrique Meirelles. Na eleição parlamentar, isso pode significar a eleição de bancadas que só representam o andar de cima da sociedade, os brancos e os ricos"

     LEIA A COLUNA DE TEREZA CRUVINEL

    Pesquisa


    LAERTE
    (São Paulo - SP)

     quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Aretha Franklin - Think (feat. The Blues Brothers) IN MEMORIAM ]



    Balanço da Copa (21)




    LEONARDO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Marcadores: ,

    Eleições 2018: Nem fascistas nem teleguiados: os bolsonaristas da periferia de Porto Alegre |



     Eleitores do Bolsonaro eleições 2018

    "Foi nesse caldo surpreendente que a candidatura de Jair Bolsonaro começou a decolar, pelo menos no Morro da Cruz, em Porto Alegre. “Não há um padrão nem no perfil dos jovens eleitores de Bolsonaro nem nos argumentos que usam para defendê-lo”, dizem as pesquisadoras. Há simpatizantes do presidenciável em todos os universos possíveis: no Funk, no tráfico, na igreja ou na escola. “Cada um desses grupos juvenis se apega a uma parte do repertório que, em comum, apenas passa pela figura de um homem que oferece uma solução radical à vida como ela é”, sintetiza Rosana, que junto com Lúcia finaliza um livro sobre a pesquisa completa, que deve chamar From Hope to Hate: the rise and fall of Brazilian emergence (Da esperança ao ódio: ascensão e queda da emergência brasileira) ."

    leia a reportagem de Naira Hofmeister​

    Eleições 2018: Nem fascistas nem teleguiados: os bolsonaristas da periferia de Porto Alegre | Brasil | EL PAÍS Brasil: Eles contrariam o estereótipo atribuído pelos críticos e fogem das fake news . O EL PAÍS mergulhou no fenômeno de adesão ao candidato de extrema direita a partir da pesquisa de duas antropólogas

    Tempo eleitoral: modos de usar



    "Acontece que os dois problemas estão ligados. Se o PT não assumir de vez que Haddad é o candidato, Ciro ocupará o lugar vazio, como já fez no primeiro debate presidencial na tevê. E aí ganha musculatura, tem chances de pelo menos conseguir um empate técnico na disputa pelos mesmos votos. O candidato do PDT já deixou isso claro ao se posicionar contra a ida de Haddad aos debates e sabatinas em substituição a Lula. “Quem é o candidato à Presidência da República do PT?”, questionou. Se essa dúvida se fixa na cabeça do eleitor, o prejuízo para a candidatura presidencial do PT será irremediável. Se o PT não estiver presente nos próximos debates e sabatinas na tevê, o segundo turno passará a ser um horizonte distante.

    Acontece que a primeira prioridade da máquina partidária petista é a eleição para o Congresso. Desse ponto de vista, quanto mais tempo Lula ficar como candidato oficial, maiores as chances de eleger deputados e mesmo senadores. A estratégia para a eleição presidencial montada por Lula está sendo usada até agora contra a própria candidatura presidencial do partido, a candidatura Haddad. E só Lula pode mudar essa situação, caso seja essa sua intenção."


    mais na analise de Marcos Nobre​ : 
    Tempo eleitoral: modos de usar:

    Respect - Aretha Franklin

    R-E-S-P-E-C-T
    Find out what it means to me

    quinta-feira, agosto 16, 2018

    Meirelles se apresenta


    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (20)



    THIAGO LUCAS
    (Recife, PE)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Aretha Franklin - Chain Of Fools Live (1968)

    For five long years
    I thought you were my man
    But I found out, I'm just a link in your chain
    Oh, you got me where you want me
    I ain't nothin' but your fool
    Ya treated me mean
    Oh you treated me cruel

    Levando o Chapéu

    DUKE
    (Belo Horizonte, MG)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (19)




    AMORIM
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, agosto 15, 2018

    Sam Lee & Friends – Lovely Molly (Folk Awards 2016)

    Oh Molly, lovely Molly,
     I delight in your charms,
    And there's many's the night I have lay in your arms.
    But if ever I return again, it will be in the Spring
     Where the mavis and the turtle dove and the nightingale sing.
    You can go to the market, you can go to the fair;
    You can go to the church on Sunday, and meet your love there.
    But if anybody loved you as much as I do,
    Then I won't stop your marriage, so farewell, adieu.





    Shinobu Hashimoto, Writer of Towering Kurosawa Films, Is Dead at 100



    "Perhaps no film of Mr. Hashimoto’s has had more enduring influence than “Rashomon.” Set in medieval Japan, it recounts the story of the murder of a samurai and the rape of his wife from four utterly different perspectives: that of a bandit (played by Toshiro Mifune), the wife (Machiko Kyo), the spirit of the dead samurai, and a passing woodcutter.

    A philosophical exploration of the malleable nature of truth, “Rashomon” was the first Japanese film to gain wide international acclaim and is today considered one of the finest motion pictures ever made. It won the Golden Lion at the 1951 Venice Film Festival and that year received what was then called the honorary foreign-language film award at the Oscars.

    The generic term “Rashomon” has persisted in the English lexicon, describing an event characterized by conflicting accounts."


    Poste



    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (18)



    CACO GALHARDO
    (São Paulo, SP)

     para ver outras charges clique em
    "marcadores: charges"

    Marcadores: ,

    Natalie Merchant "Beloved Wife" Live at The Orpheum Theater 3-9-16 HD

    My beloved wife
    My love is gone she suffered long
    In hours of pain
    My love is gone
    Now my suffering begins
    My love is gone
    Would it be wrong if I should
    Surrender all the joy in my life
    Go with her tonight?

    Crítica do PT, socióloga 'criou' URSAL em 2001 como ironia



     


    Crítica do PT, socióloga 'criou' URSAL em 2001 como ironia | Revista Fórum: Crítica das esquerdas e do PT, a professora diz que após a ironia, o termo URSAL ganhou a Internet por conta da citação caricata do presidenciável Cabo Daciolo. A frase de Daciolo gerou uma infinidade de memes nas redes sociais.

    Eleitores não votam em ideias


    Tiroteio cerrado


    AROEIRA
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges





    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (17)


    DUKE
    (Belo Horizonte, MG)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    terça-feira, agosto 14, 2018

    O ódio dos jovens brancos tem explicação?



    "O psiquiatra americano Alvin Poussaint, da escola de medicina de Harvard, foi o primeiro a tentar incluir o racismo extremo no DSM (manual de diagnóstico de doenças mentais americano). Ele classificaria o racismo como um transtorno da ordem dos delírios, como o delírio de grandeza, a mania de perseguição, o ciúme patológico etc.
    “Como psiquiatra, tratei diversos pacientes que projetavam seus próprios comportamentos inaceitáveis e medos em minorias, usando-as como bode expiatório para os problemas da sociedade”, escreveu Poussaint, ele mesmo um negro criado no Sul dos EUA, num artigo científico de 2002 em que defende o status de transtorno mental para preconceitos extremos. “Seus sentimentos racistas, que estavam ligados a crenças impossíveis de serem desafiadas, eram sintomas de graves problemas mentais.”"

    MAIS NO ARTIGO DE MARCELO ZORZANELLI 

    Abraçando Bolsonaro


    "Tal como em 1989, a elite parece estar fazendo um movimento pragmático. Bolsonaro é troglodita, misógino, homofóbico, xenófobo, defensor da tortura e da ditadura. Confessa sua ignorância em economia e sua escassa compreensão dos problemas nacionais. “Não gosto de falar sobre assuntos que não domino”, disse algumas vezes na CNI. Mas e daí, podem estar se dizendo os senhores do mercado e da produção. Se ele ganhar e fizer o que é preciso, monitorado por Guedes, é com ele que vamos. E temos que começar a tratar isso com naturalidade."

    LEIA COLUNA DE TEREZA CRUVINEL

    domingo, agosto 12, 2018

    Meu paizão!



    J. BOSCO
    (Belem, PA) 

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Erik Hassle - No Words

    Walkin' home
    I passed by a funeral
    There was a woman there
    She was cryin'
    Cursin' at the Gods
    And it made me wanna
    Run home to you
    And I ran, ran, ran
    Ran as fast as I could

    Feliz Dia, Pai


    GILMAR
    (Santo André - SP)


    Marcadores: ,

    How an Ex-Cop Rigged McDonald’s Monopoly Game and Stole Millions





    "Since 1987, McDonald’s customers had feverishly collected Monopoly game pieces attached to drink cups, french fry packets, and advertising inserts in magazines. By completing groups of properties like Baltic and Mediterranean Avenues, players won cash or a Sega Game Gear, while “Instant Win” game pieces scored a free Filet-O-Fish or a Jamaican vacation. But Hoover, a casino pit boss who had recently filed for bankruptcy, claimed he’d won the grand prize–$1 million.

    Like winning the Powerball, the odds of Hoover’s win were 1 in 250 million. There were two ways to win the Monopoly grand prize: Find the “Instant Win” game piece like Hoover, or match Park Place with the elusive Boardwalk to choose between a heavily taxed lump sum or a $50,000 check every year for 20 years. Just like the Monopoly board game, which was invented as a warning about the destructive nature of greed, players traded game pieces to win, or outbid each other on eBay. Armed robbers even held up restaurants demanding Monopoly tickets. “Don’t go to jail! Go to McDonald’s and play Monopoly for real!” cried Rich Uncle Pennybags, the game’s mustachioed mascot, on TV commercials that sent customers flocking to buy more food. Monopoly quickly became the company’s most lucrative marketing device since the Happy Meal.

    Inside Hoover’s home, Amy Murray, a loyal McDonald’s spokesperson, encouraged him to tell the camera about the luckiest moment of his life. Nervously clutching his massive check, Hoover said he’d fallen asleep on the beach. When he bent over to wash off the sand, his People magazine fell into the sea. He bought another copy from a grocery store, he said, and inside was an advertising insert with the “Instant Win” game piece. The camera crew listened patiently to his rambling story, silently recognizing the inconsequential details found in stories told by liars. They suspected that Hoover was not a lucky winner, but part of a major criminal conspiracy to defraud the fast-food chain of millions of dollars. The two men behind the camera were not from McDonald’s. They were undercover agents from the FBI.

    This was a McSting. "


    read the newstory by Jeff Maysh

    How an Ex-Cop Rigged McDonald’s Monopoly Game and Stole Millions:

     

    Pais e Filhos

    Marcadores: ,

    Dia dos Pais



    VITOR TEIXEIRA 

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (16)

    https://www.facebook.com/thiago.lucasdesouza.9?fref=ts&ref=br_tf

    THIAGO LUCAS
    (Recife, PE)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    50 tons de maluco

    STEVIE WONDER we can work it out

    Try to see it my way,
    Do I have to keep on talking till I can't go on?
    While you see it your way,
    Run the risk of knowing that our love may soon be gone.
    We can work it out

    STEVIE WONDER we can work it out

    Try to see it my way,
    Do I have to keep on talking till I can't go on?
    While you see it your way,
    Run the risk of knowing that our love may soon be gone.
    We can work it out

    O debate da palhaçada


    JOTA CAMELO
    (Taubaté, SP)

    Marcadores: ,

    sábado, agosto 11, 2018

    The One That Got Away: The Bittersweet Story of George Orwell and His Childhood Sweetheart – Brain Pickings


     



    "One summer day in 1914, an English family found a neighborhood boy standing on his head in their garden. When asked about his peculiar position, he replied: “You are noticed more if you stand on your head than if you are the right way up.”

    The boy was eleven-year-old Eric Blair, better known today as George Orwell (June 25, 1903–January 21, 1950), and the neighboring family were the Buddicoms, whose three children — Jacintha, Prosper, and Guinever — became young Eric’s favorite playmates. But it was the budding poet Jacintha, two years older than Eric, who captured his heart — soon, between them blossomed the tender and unspoken romantic affection of early adolescence.

    And then something happened that abruptly ruptured the relationship — something that would remain a secret for decades, until years after Jacintha’s death in 1994 and more than half a century after Orwell’s."


    read the story by Maria Popova>>

    The One That Got Away: The Bittersweet Story of George Orwell and His Childhood Sweetheart – Brain Pickings: "It took me literally years to realise that we are all imperfect creatures but that Eric was less imperfect than anyone else I ever met."

    Jurors give $289 million to a man they say got cancer from Monsanto's Roundup weedkiller


     Johnson had lesions on most of his body, a doctor said.


    "CNN reported last year that more than 800 patients were suing Monsanto, claiming Roundup gave them cancer.
    Since then, hundreds more plaintiffs -- including cancer patients, their spouses or their estates -- have also sued Monsanto, making similar claims.

    Litzenburg said he and other attorneys have more than 4,000 similar cases awaiting trial in various state courts.
    He estimates another 400 cases have been filed in federal multidistrict litigation, or MDL."


    read more>> 

    Jurors give $289 million to a man they say got cancer from Monsanto's Roundup weedkiller - CNN: Dewayne Johnson's victory could set a massive precedent for thousands of other cases against Monsanto.

    sexta-feira, agosto 10, 2018

    Revistas: Um mundo em extinção


    "Continuo viciada em revistas, só que hoje leio as suas versões digitais. Não sei se estou feliz com a troca, mas é assim; meus hábitos, como os de tantos outros leitores, mudaram radicalmente com a internet. Sinto falta de folhear as páginas mágicas e coloridas mas, paradoxalmente, não sinto a menor falta da papelada. Tenho duas estantes cheias de antigos exemplares da “Wired” e da “National Geographic” (nunca consegui jogar fora uma “National Geographic”), mas entendo que o seu tempo passou.
    Hoje talvez até leia mais do que lia, mas com certeza gasto bem menos.

    Essa equação cruel é o grande desafio para os grupos editoriais — e é o terror da minha categoria profissional, que, em certos momentos, me parece uma espécie em extinção. O fim simultâneo de tantos títulos da Abril, esta semana, me pareceu um incêndio numa floresta, uma tsunami, o fim dos tempos"

    MAIS NA COLU NA DE CORA RONAI: 
    Um mundo em extinção - Instituto Millenium: Cora Rónai: "Não preciso que boas publicações sobrevivam só como jornalista, mas sobretudo como leitora"

    Skepta - Shutdown

    This ain't a culture, it's my religion
    God knows I don't wanna go prison
    But if a man wanna try me, trust me listen
    Me and my G's ain't scared of police
    We don't listen to no politician
    Everybody on the same mission
    We don't care about your -ism and -cisms

    quinta-feira, agosto 09, 2018

    Alckmin ou Bolsonaro? Tanto faz. Quem vai mandar na economia vai ser o banco BTG Pactual.




    "Agora, o plano A do “mercado” é Alckmin. Além de paulista, e com bom trânsito nas regiões da Paulista e Vila Olímpia, sede de grandes empresas e bancos, Alckmin tem sua equipe econômica liderada por Pérsio Arida.

    Arida é ele mesmo um desses milionários do “mercado”, sendo quem assumiu o controle do banco BTG Pactual quando André Esteves foi para o xilindró, na esteira da queda de Delcídio do Amaral.

    No caso do plano A falhar, o “mercado” está claramente disposto a acionar seu plano B: Bolsonaro. A equipe econômica de Bolsonaro é liderada por Paulo Guedes.

    Guedes é doutor em Economia pela Universidade de Chicago, a mais famosa escola econômica liberal do mundo. Como Arida, teve seu momento como acadêmico, lecionando na PUC e na FGV do Rio. No início dos anos 1980, foi um dos fundadores do banco Pactual, que está na origem do BTG Pactual há pouco mencionado."


    leia reportagem de Alexandre Andrada​


    Alckmin ou Bolsonaro? Tanto faz. Quem vai mandar na economia vai ser o banco BTG Pactual.: Pérsio Arida, líder da equipe de Alckmin, assumiu o BTG quando André Esteves foi preso. Paulo Guedes, por trás de Bolsonaro, é um dos fundadores do banco.

    Guru de Bolsonaro defende uso de verba federal para ter apoio de governadores


    Parcerias Improvaveis



    AMORIM
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    David Bowie - Fame (Matnetik [Damage] Remix)

    1º debate dos presidenciáveis



    LEONARDO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    Marcadores: ,

    Congresso Antifeminista une cristãs, 'amiga pessoal' de Bolsonaro e 'homem mais machista'


    Beijaço na Candelária contra a homofobia e a defesa de um Estado laico, em 2014; na foto, Bia Spring (cabelo escuro) e Sara Winter (cabelo claro)


    “Todo mundo aqui já viu a foto de duas meninas peladas se beijando na frente da [igreja da] Candelária? Sou eu, gente.”

    Sara Winter não tem orgulho em admitir, mas sim: era ela, gente. Aquela feminista que fundou o Femen Brasil, braço do grupo de origem ucraniana famoso por protestar de topless. Causas pelas quais militou por três anos e que hoje vão contra tudo o que a jovem de 26 anos acredita.

    “Graças a Deus”, Sara não é mais a mesma. No sábado (4), assumiu um papel bem distinto daquele que a colocou no radar da mídia em tempos de ativismo nudista: organizadora do 1º Congresso Antifeminista, numa igreja com o nome da avó de Jesus, Sant’Ana."

    LEIA REPORTAGEM DE ANA VIRGINIA  BALLOUSIER 

    Balanço da Copa (15) - A Copa Ideal



    AROEIRA
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    NASA descobre vida em Marina Silva


    clique no texto para ler em tamanho maior

    Rodrigo Campos - Casa velha

    Ouro, pedra, esplendor
    Casa velha, meu jardim
     Um indício, outro amor
    Sobrevive tudo em mim Não desejo assim

    Feriado nacional
     O menino esteve aqui
     Não falou, mas vai voltar
     Disse: nada tem um fim
    Tem outro estopim

    terça-feira, agosto 07, 2018

    The Staple Singers - Tellin' Lies

    Um ponto ausente


    de TEREZA CRUVINEL

    Um sintoma claro da descrença brasileira na democracia tem aparecido em todas as pesquisas eleitorais: cerca de 30% dos eleitores pretendem votar nulo ou em branco, ou dizem não ter preferência por nenhum candidato. É o não-voto, que em algumas simulações assume a liderança. Na pesquisa espontânea, ele chega a 69%: 23% pretendem votar em branco ou nulo e 46% não apontaram um candidato preferido.

    Na última pesquisa “A cara da democracia no Brasil” (INCT), 82% disseram não confiar nos partidos políticos. Sem eles, não se faz democracia. Candidatos a presidente deviam ter propostas não só para os problemas econômicos e sociais mas também para resgatar a confiança no sistema político. Afinal, como diz aquela velha música dos Titãs, “a gente não quer só comida”.

    Em parte, a desilusão tem a ver com “comida”, vale dizer, com a crise, o desemprego, a queda na renda etc. A causa maior da grande rejeição a Temer, apurou o Datafolha, é o fracasso econômico de seu governo. Afinal, disseram ao povo que, tirando Dilma, tudo iria melhorar. Tempo bom, na memória coletiva, foi o de Lula. Segundo o Datafolha, para 32% dos entrevistados ele é o candidato mais preparado para tirar o Brasil da crise e acelerar o crescimento. Isso explica que o não-voto cresça de 13% para 34% quando o nome dele é excluído da lista de candidatos.

    Mas não é só a incompetência que gera a descrença. Em 2013, a economia cresceu 2,3% e o desemprego foi de 5,4% e mesmo assim as ruas rosnaram, rejeitaram políticos e partidos, derrubaram a popularidade de Dilma e disseram coisas como “vocês não nos representam”. Ou “não é por R$ 0,20”. Era por algo mais: por uma democracia que funcionasse, onde os representantes fossem leais aos representados.

    Nem foi também só a corrupção, que a Lava Jato começaria a desvelar em 2014. A constatação de que todos os partidos sempre se lambuzaram no mesmo melado fermentou o desprezo pelas siglas. Mas nenhum partido foi tão estigmatizado pela queda na corrupção como o PT, alvo dos manifestoches raivosos de 2015. Entretanto, na última pesquisa CNI-Ibope, o PT obteve 19% de preferência, contra 7% do MDB, 6% do PSDB e 2% do PSOL. Os demais tiveram 1%.

    O “algo mais” que todos querem é não ser massa eleitoral a cada dois anos, é um mínimo de decência e coerência dos eleitos, e é também ter mais voz ativa nas decisões. Mas, até agora, este mal estar com o sistema político não mereceu a atenção dos candidato
    .
    Poderiam começar prometendo consultar mais a população, através de plebiscitos e referendos, previstos na Constituição. Ou se comprometendo a propor a revogabilidade dos mandatos. Se há ideia que os brasileiros acalentam é a de poder “cassar” pelo voto o mandato dos que esquecem o que prometeram. O presidente eleito vai herdar uma situação econômica gravíssima mas terá de aproveitar a lua de mel para dar respostas, também, à desilusão com a democracia. Sem alguma forma de repactuação, a eleição em si não trará a solução.

    O candidato bombado


    Balanço da Copa (12)





    LEONARDO

    (Rio de Janeiro, RJ)

    Marcadores: ,

    Meu Deus!




    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    segunda-feira, agosto 06, 2018

    ‘Sharp Objects’: All of the Hidden Words You Missed


     


    "The HBO mini-series Sharp Objects is full of shadows and echoes and things you can’t quite fully glimpse — mysteries you know are there but can’t yet see, stories with contours you can’t totally make out. The hidden lines of history lurk underneath everything, but it’s also a show with words scratched on its surface. Sometimes they’re pitch-black, slantwise jokes about femininity and social expectations, sometimes they’re warning signs, and sometimes they’re straight, uninflected daggers of self-loathing.

    As we discover in the last shot of the premiere episode, Camille Preaker literally carves words into her skin, turning herself into a lexicography of pain. She writes the inside words on the outside, naming and defining her story on her body. If Sharp Objects is an extension of Camille’s own self, an indication of how much its camera is also Camille’s eye, it makes sense that many of those words are also scratched and painted on the show itself. They hide in plain sight, suddenly visible in one frame and disappearing in the next.

    Many of those words are hallucinatory, appearing in places that words wouldn’t otherwise show up, or you can only see them for a moment. Beyond Camille’s own hallucinations, Sharp Objects extends her fixation on words into a broader visual style, often using signage and lettering as a wry commentary on characters and their actions. These uncanny, hallucinatory images are a huge part of the show’s meticulously off-balance, unnerving feel, but they are insistently not clues — not in the traditional sense, at least. You don’t need to see them to anticipate what’s coming, nor are they a bread-crumb trail of tips to lead viewers to a hidden riddle. Their meanings are not hard to interpret: They are words from Camille’s mind, from how she understands herself, from the narrative of herself. They’re barely visible versions of everything Sharp Objects is already showing us, made explicit in language. Don’t think of them as hints; think of them as labels. Troubling, alarming, deeply scarring and scarred labels."


    see them here...

    ‘Sharp Objects’: All of the Hidden Words You Missed:

    Brazil’s Disastrous 2018 Presidential Race Teaches Key Lesson For All: Demagogues Thrive Only When Establishments Fail





    "Threats to liberal democracy and the erosion of political liberties are possible only when the population loses faith, trust and confidence in institutions of authority. That is when societies become vulnerable to appeals by those who threaten – or who promise – to burn it all down. That is when media outlets and experts lose their ability to warn the public of lies and dangers: because the public, for good reason, sees those institutions and those experts not as guardians against dangers, deceit and suffering but as prime perpetrators of them.

    When the population sees those authorities as the author of their suffering, then denunciations of Trump, Brexit, Marine LePen and Bolsonaro are not just ineffective but counter-productive. The more someone is hated by the once-elevated-but-now-despised precincts of elite authority, the more attractive their targets of scorn become."

    read the analysis by Glenn Greenwald and Victor Pougy


    Brazil’s Disastrous 2018 Presidential Race Teaches Key Lesson For All: Demagogues Thrive Only When Establishments Fail: Brazil's establishment, after feigning anger over corruption, now backs two of Latin America's most corrupt parties, showing why it is hated.

    Ciro levita




    AROEIRA
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Alkmin faz preenchimento



    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (11) : Esquemas Táticos




    DUKE
    (Belo Horizonte, MG)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Frustração pós-eleitoral

    Ilustração

    "O que acontecerá ao Brasil quando ficar claro que as eleições não representarão novo acordo algum, conciliação alguma? Ele anda para se tornar um país ingovernável, já que nenhum vencedor contará com base popular real.

    Não há ninguém capaz de assegurar alguma forma de pacto social. No máximo, vencedores assarão no interior de uma lógica do mal menor.

    Um situação na qual o caráter ingovernável da nação ficar mais uma vez explícita será um convite a setores da sociedade civil radicalizarem ainda mais seu clamor pela volta do poder militar. É certo que veremos a recrudescência desta tendência mais uma vez.

    No entanto, há de se insistir que o Brasil caminha também para uma outra alternativa, a saber, uma nova explosão de descontentamento popular. O problema é que nenhum setor progressista do campo política está preparado para isso —sequer está contando efetivamente com isso."

    MAIS NA COLUNA DE VLADIMIR SAFATLE 

    RONNIE SPECTOR - TRY SOME BUY SOME (George Harrison)

    Waay back in time
    Someone said try some
    I tried some
    Now buy some
    I bought some

    after a while
    When I had tried them
    Denied them
    I opened my eyes and
    I saw you

    domingo, agosto 05, 2018

    Fotos: As imagens candidatas à melhor fotografia astronômica do ano | Ciência | EL PAÍS


      'Holding Due North'


    Fotos: As imagens candidatas à melhor fotografia astronômica do ano | Ciência | EL PAÍS: Estas são as imagens selecionadas para a concorrer ao prêmio de melhor fotografia astronômica de 2018. A premiação, feita pelo Real Observatório de Greenwich (www.rmg.co.uk/astrophoto), anunciará a ganhadora em outubro

      'Luz sagrada II'.

    Elza Soares - Pra Fuder (Kiko Dinucci)



    Olho pro meu corpo sinto a lava escorrer
    Vejo o próprio fogo não há força pra deter
    Me derreto tonta, toda pele vai arder
    O meu peito em chamas solta a fera pra correr

    Lula & Ciro



    CLAYTON
    (Fortaleza, CE)

    para ver outras charges clique
    em marcadores: charges 

    Marcadores: ,

    Balanço da Copa (10) : em dias de jogo




    NANI
    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Fabiana Cozza: “Eu não sou uma vítima” | Opinião | EL PAÍS Brasil


     A cantora Fabiana Cozza renunciou ao papel de Dona Ivone Lara por não saber "criar na violência"

    "Com um mês de vida meu pai me levou na quadra pra ser meio que batizada. Então, quando a velha guarda do Camisa Verde e Branco (uma das escolas de samba mais tradicionais de São Paulo), que me viu praticamente nascer, me viu cantar, eles choraram todos, todos. Nunca me esqueci desse dia. Então, essa é a minha negritude. Aí está a minha negritude. Nos meus espelhos, na minha herança familiar, no meu fazer diário, na minha religiosidade, na comunhão com tantos amigos não negros de pele. No meu canto que vai pro mundo e não tem limites e não se curva ou se intimida a despeito dos desafios e restrições que eventualmente surgem no caminho. Minha negritude fala alto. Quando a Omara Portuondo (grande cantora e dançarina cubana) me chama de negra, quando a Dona Ivone me chamava, quando os meus amigos me convidam pra roda de samba, quando sou recebida pelo Congado da Maria do Bairro de Aparecida, em Minas, quando eu saio com o Tizumba tocando no desfile da Festa do Tambor das Irmandades de Moçambique, quando eu canto o Monsueto (Menezes) na Sala São Paulo com a Jazz Sinfônica de São Paulo, pra uma plateia que não tá acostumada a ouvir Monsueto, quando tem um episódio desses e eu chego na universidade e as pessoas querem saber do que se trata. Porque, pra essas pessoas, essa é uma questão distante. Mas, pra mim, não. É uma questão do meu quintal."

    leia entrevista feita por Eliane Brum
    Fabiana Cozza: “Eu não sou uma vítima” | Opinião | EL PAÍS Brasil: Em entrevista exclusiva, a cantora fala pela primeira vez sobre a renúncia ao papel da grande dama do samba, Dona Ivone Lara, devido aos protestos por não ser tão preta quanto a personagem


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER