This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • Acabar com a corrupção eh o objetivo supremo de quem ainda nao chegou ao poder. (Millor Fernandes)

  • Vislumbres

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    domingo, julho 17, 2016

    Dapieve: Noção do perigo



    Arthur Dapieve Foto: O Globo  "Sempre que embarco para um destino distante do chamado circuito Elizabeth Arden escuto variações em torno da pergunta: “Mas Cidade do Cabo/Bogotá/Jerusalém não é muito perigosa?!” Na verdade, antes de minhas últimas férias, ouvi a mesma questão em relação a Paris, por conta dos atentados de novembro do ano passado. Aliás, sei até de cariocas que cancelaram viagens à capital francesa por conta das ameaças terroristas. Essas pessoas perderam a noção do perigo. Nós perdemos a noção do perigo."

    "Nada menos do que 59.627 pessoas foram assassinadas no Brasil em 2014, de acordo com o Ministério da Saúde. Nosso número absoluto de homicídios é indecente por si só, independentemente da comparação com os de outros países, mas ainda assim ele espanta. No mesmo ano de 2014, morreram 76.021 pessoas na guerra civil na Síria, segundo o observatório local de direitos humanos. Em termos relativos, o quadro não é melhor. O Brasil fornece 10% dos homicídios registrados no mundo, tendo 2,81% da população global. Para seguir adiante, sem pensar, nós coreografamos uma cultura da violência. A vida aqui não vale — e, por favor, perdoe-me o linguajar — porra nenhuma. Foi chocante constatar em Israel, país em estado de guerra, que eu me sentia mais seguro lá do que na minha cidade. Sim, possivelmente estava mais seguro lá. E vi menos policiamento em quatro dias na disputada Jerusalém do que em qualquer manhã normal do Rio de Janeiro."

    mais na coluna de Arthur Dapieve​ >> 
    nfde.xyz |

    0 Comentários:

    Postar um comentário

    Assinar Postar comentários [Atom]

    << Home


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER